Consultor, Formador, Speaker e Fundador de vários projetos nacionais e internacionais. Google Certified Professional, com diversas certificações internacionais de SEO, Web Development e Marketing Digital, áreas em que é Consultor.

O Google Publicou o Google Zeitgeist 2010

O Google publicou o Google Zeitgeist 2010.

Para alguns pode ser um palavrão, mas é um palavrão com um significado muito simples.

O Google Zeitgeist não é mais que a compilação das palavras mais pesquisadas durante o ano corrente, neste caso 2010, em termos globais ou para uma determinada região ou país e com a indicação de aumentos e decréscimos. Este serviço do Google, está disponível também para o Brasil e Portugal.

Do site do Google Zeitgeist:

“Zeitgeist” means “the spirit of the times”, and Google reveals this spirit through the aggregation of millions of search queries we receive every day. We have several tools that give insight into global, regional, past and present search trends. These tools are available for you to play with, explore, and learn from. Use them for everything from business research to trivia answers.

Curiosamente para o Brasil, que pode ver aqui: Zeitgeist Brasil, eles dizem o seguinte:

Dizem que em ano de Copa do Mundo e eleiçoes o Brasil pára. Mas será que isso é verdade? Bem, nao foi isso que vimos, pelo menos nao na Internet brasileira. Quais foram os assuntos que mais chamaram a atençao e foram mais buscados dos internautas brasileiros? Acompanhe o pulsar da Internet durante 2010 com a lista dos termos mais buscados no Brasil com o Zeitgeist 2010.

Não deixa de ser curioso que os termos mais pesquisados não estejam relacionados nem com o Campeonato do Mundo, nem com as eleições. (clique na imagem para ver em tamanho maior)

Clicando numa coluna deste mapa, é possível ver a evolução das pesquisas para essa expressão ou keyword, ao longo do ano.

Além deste mapa, é ainda possível, ver as pesquisas emergentes (ou que tiveram maior crescimento) e mais populares em várias categorias, como desporto, cuidados sociais, informações e interesses sociais.

Já no que diz respeito a Portugal, cuja página pode visitar aqui: Zeitgeist Portugal, e como referido na respectiva página:

As redes sociais, o YouTube e Portugal lideram a lista de palavras mais populares, enquanto que nos negócios um dos principais interesses centrou-se nos primeiros passos para abrir um empresa, no Desporto foi o Futebol e o Benfica, na sociedade a educaçao e entre as palavras que registam o crescimento mais rápido sobressaem o novo concurso de televisao casa dos segredos e o Chatroulette.

Também, neste caso, é possível saber quais as keywords mais pesquisadas em cada categoria, em que as categorias são: mais populares, nomes emergentes, beleza e bem estar, desporto, negócios, sociedade e notícias.

A utilidade desta informação pode-se refletir na descoberta e utilização de keywords para aumentar as visitas ao seu site ou blog.

Para isso, é necessário que analise a concorrência para as keywords que lhe interessam, e mediante os resultados, escolher as melhores keywords, que, naturalmente, serão aquelas que lhe darão maiores possibilidades de obter bons posicionamentos nas páginas de resultados do Google (SERP’s).

Quanto melhor for o posicionamento que conseguir obter, mais será o tráfego gratuito que conseguirá captar, e aumentar as visitas é algo que todos queremos para os nossos sites e blogs.

Espero que consiga obter algumas ideias através do Google Zeitgeist, Eu tirei algumas 🙂

Passatempo de Natal 2010 + 450€ em Prémios!

Passatempo de Natal 2010 – Mais de 450€ em Prémios!

À semelhança do que fiz em 2009, este ano também vou realizar um passatempo de Natal.

Este ano será um pouco diferente, mas com um prémios ainda melhores 🙂

Antes de mais, é importante dizer que o passatempo não se destina apenas a quem já tem site ou blog. Quem não tem também pode concorrer e ganhar! Eu explico como mais à frente.

O passatempo de Natal 2010 funciona de forma muito simples, e tem apenas 5 simples regras que têm de ser respeitadas para a participação ser admitida.

Mas antes de mais, os Prémios:

1º lugar – Prémio no valor de 228€

– Análise de Otimização (SEO) Completa com: (Valor = 57€)

  • Análise Detalhada de Keywords
  • Análise de Optimizaçao On-page
  • Análise do Código do Site
  • Análise dos Conteúdos
  • Análise de Optimizaçao Off-page
  • Indexaçao nos Motores de Busca
  • Posicionamento nas Pesquisas
  • Análise de Backlinks
  • Recomendaçoes de Optimizaçao

– Criação de 40 backlinks por mês, durante 3 meses: (valor= 171€)

  • 30 Submissoes Manuais a Directórios
  • 10 Links Provenientes de Social Media

2º Lugar – prémio no valor de 114€

– Análise de Otimização (SEO) Completa com: (Valor = 57€)

  • Análise Detalhada de Keywords
  • Análise de Optimizaçao On-page
  • Análise do Código do Site
  • Análise dos Conteúdos
  • Análise de Optimizaçao Off-page
  • Indexaçao nos Motores de Busca
  • Posicionamento nas Pesquisas
  • Análise de Backlinks
  • Recomendaçoes de Optimizaçao

– Criação de 40 backlinks: (Valor = 57€)

  • 30 Submissoes Manuais a Directórios
  • 10 Links Provenientes de Social Media

3º Lugar – Prémio no valor de 82€

Análise de otimização completa com: (valor = 57€)

  • Análise Detalhada de Keywords
  • Análise de Optimizaçao On-page
  • Análise do Código do Site
  • Análise dos Conteúdos
  • Análise de Optimizaçao Off-page
  • Indexaçao nos Motores de Busca
  • Posicionamento nas Pesquisas
  • Análise de Backlinks
  • Recomendaçoes de Optimizaçao

– 1 domínio .com.org ou .net à escolha, grátis por 1 ano. Valor = 10€

– 1 conta alojamento grátis por 1 ano. Valor = 15€

4º Lugar – Prémio no valor de 25€

– 1 domínio .com.org ou .net à escolha, grátis por 1 ano. Valor= 10€

– 1 conta alojamento grátis por 1 ano. Valor = 15€

5º Lugar – Prémio no valor de 15€

– 1 conta alojamento grátis por 1 ano. Valor = 15€

Como Participar?

Muito fácil!

Basta que siga 5 simples regras para se habilitar a ganhar.

Regras do Passatempo Natal 2010:

1 – Para se habilitar a ganhar um dos prémios, só tem de escrever e publicar um artigo sobre o Web Marketing PT no seu site ou blog e enviar-me o link para o artigo publicado através da página de contato aqui do blog com o assunto “Passatempo de Natal 2010”.

2 – Os artigos têm de cumprir 3 simples requisitos:

  • deve descrever o Web Marketing PT o melhor possível
  • o título do artigo é à escolha, mas deve conter a expressão: Web Marketing
  • tem de ter 1 ou 2 links (não mais que isso) no corpo do artigo para o Web Marketing PT desta forma: <a href=”https://www.webmarketingpt.com” target=”_blank”>web marketing</a>.
    Ou seja, o link para o Web Marketing PT deve ser colocado na expressão “web marketing”.

3 – Só serão aceites, artigos escritos/publicados entre a data de publicação deste artigo (8 de Dezembro de 2010) e dia 22 de Dezembro de 2010 até às 23:59h hora de Lisboa-Portugal.

4 – Os prémios serao atribuídos até 25 de Dezembro e os vencedores terao de reclamar os seus prémios até a data limite de 5 de Janeiro de 2011 sem excepçao.

5 – Caso alguém nao reclame o seu prémio, eu reservo-me o direito de atribuí-lo a outra pessoa, ou a guardá-lo para outro passatempo a realizar em data futura.

NOTAS:

a) Quem não tiver um site ou blog e queira participar, pode fazê-lo publicando o artigo ou em outros blogues (como um guest-post) ou num directório de artigos, como o ArtigoPT.

b) Quem quiser aumentar a probabilidade de ganhar, pode publicar mais que um artigo, desde que sejam artigos diferentes e em sites/blogs ou directórios de artigos diferentes.

Resumindo: Mais Artigos = Maior Probabilidade de Ganhar

Como vão ser escolhidos os vencedores?

Os artigos serão lidos e pontuados consoante a sua originalidade, redação e qualidade, por um juri composto por 3 pessoas independentes que conhecem o blog, mas que não participam no passatempo.

Consoante a pontuação atribuída a cada artigo (entre 1 e 5 pontos) por cada uma dessas pessoas, será elaborada a lista dos artigos mais pontuados, e serão esses os vencedores.

O meu papel será apenas de verificar a admissibilidade dos artigos e compilar a lista de vencedores. Não irei votar sequer, pelo que será algo 100% independente.

Participe já e boa sorte!

Motores de Busca Diferentes Que Vale a Pena Conhecer!

É seguro dizer que os motores de busca fazem parte do nosso dia-a-dia e que, uns mais que outros, os utilizamos com muita frequência para as mais diversas pesquisas.

Ao contrário do que acontecia há algum tempo atrás, em que a dificuldade era encontrar online a informação que queríamos, agora a questão que se colocar, é filtrar a informação que encontramos online, tal é a diversidade de oferta.

Por isso, por vezes gosto de utilizar outros motores de busca além do Google.

Deixo aqui alguns exemplos interessantes que podem vir a fazer parte do seu arsenal de recursos online, caso ainda não os conheça.

1 – Ecosia

O Ecosia, projecto originário da Alemanha, é um motor de busca “verde” ou “ecológico” e que se assume como uma opção para ajudar a conservar a natureza. Este foi o fator que achei mais curioso.

Segundo o próprio Ecosia, pelo menos 80% das receitas provenientes das suas receitas de buscas são destinadas à conservação da floresta, através do WWF (World Wildlife Fund), que é uma fundação internacional para a conservação da natureza.

Já li um artigo que coloca em causa esta abordagem, alegando que não corresponde à verdade. No entanto, também não apresentam fatos para sustentar estas afirmações. Independentemente disso, não deixa de ser um projeto curioso.

O Ecosia é powered by Bing e Yahoo, isto é, os seus resultados são alimentados pelo Bing e Yahoo.

Vale a pena, quanto mais não seja, uma visita para conhecer, além de que apresentam estatísticas muito interessantes. Ah, e tem uma versão em Português!

2 –Wolfram|Alpha

Um motor de busca que lhe dá os resultados que o Google não consegue!

Li algures (penso que foi no LinkedIn) que alguém considerava o Wolfram Alpha, como um “answer engine” ou algo parecido, seja o que for que isso quer dizer, presumo que motor de respostas?… Se for esse o significado, na minha opinião, todos os motores de busca são “answer engines”, quanto mais não seja, porque todos eles são utilizados para encontrar respostas para algo, sejam dúvidas, informações, problemas, etc.

O que acontece é que, alguns destes motores de busca são mais específicos que outros, ou mais direccionados para determinados temas ou funcionalidades, mas para mim, não deixam de ser motores de busca.

Eu percebi a intenção de fazer uma distinção entre os vários tipos de motores de busca, mas cada um tem a sua opinião (graças à liberdade de expressão 🙂 ), e a minha é que, um motor de busca não tem necessariamente de ser um motor de busca de sites, mas sim de informação, logo, qualquer motor de busca que permita a pesquisa de informação online, seja em que base ou termos for, para mim é um motor de busca. Depois, resta é classificá-lo consoante a sua utilidade e funcionalidade.

Independentemente do nome ou classificação, o Wolfram Alpha é muito interessante, pois permite-nos recolher informação muito específica, como são os exemplos que dou a seguir, que são apenas algumas utilidades que pode ter.

Veja aqui uma comparação interessante que fiz recentemente; google vs facebook, e que tinha ficado muito bem complementada com esta informação.

Outro exemplo interessante com a pesquisa de uma cidade. No exemplo, São Paulo, em consideração aos amigos brasileiros 🙂

Além destes, é possível recolher muito mais informação interessante, é apenas uma questão de fazer uns testes e vai ver os resultados.

Já conhecia ou utiliza algum destes recursos?

Datas de Extinção dos Jornais Em Papel Em Todo o Mundo

Fruto da evolução do mundo e da tecnologia que tem sido propulsionada pela utilização da internet, não é com muito espanto que vejo que os jornais em formato de papel têm os dias contados.

O que achei curioso e que partilho aqui neste artigo, é um estudo que foi realizado há pouco tempo e que estima o ano em que que os jornais no formato tradicional se irão extinguir em cada país, com Brasil e Portugal com resultados muito semelhantes.

Neste estudo desenvolvido pela Future Exploration Network, podemos ver que estimam que em 2027 e 2028, os jornais em papel irão desaparecer no Brasil e em Portugal, respetivamente.

(pode clicar na imagem para ver a imagem maior)

Nada de estranho em ver os EU na frente da lista, sendo os primeiros a extinguir os jornais em papel, pois muitos deles já hoje, estão a apostar na transferência das suas publicações para a internet, não obstante ainda mantenham a sua publicação em papel.

Podendo ter impactos negativos na indústria do papel, a natureza vai concerteza agradecer 🙂

Não vou fazer qualquer análise entre o que é melhor ou pior. Simplesmente, sempre pensei que fosse inevitável e apenas uma questão de tempo.

O mesmo penso em relação ao futuro da televisão. Penso que será invetitável a integração da televisão na internet (e vice-versa) algures no futuro.

Qual é a sua teoria para o futuro próximo?

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Concursos

Quem não gosta de participar em concursos ou passatempos e ter a possibilidade de ganhar prémios? Todos nós gostamos, certo?

Esta tem sido uma excelente forma de particulares, empresas e marcas se darem a conhecer ou aumentarem o conhecimento já existente. Mas atenção, é preciso saber o que se está a fazer, caso contrário, pode resultar em efeitos negativos.

——————————————————————————————————————————-

Pode ler os outros artigos já publicados da Série Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online, através destes links:

Como Melhorar a Sua Credibilidade e Aumentar a Sua Notoriedade Online

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Suporte e Testemunhos

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Homogeneidade

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Comunicação

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Compromissos

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Real Valor

——————————————————————————————————————————-

De forma geral, todos nós – uns mais que outros – gostamos de participar em concursos e passatempos. A possibilidade de ganharmos prémios com uma participação de fácil acesso a qualquer pessoa, é muito aliciante.

Com fácil acesso, refiro-me a preencher um formulário, dar uma opinião, fazer uma inscrição, criar algo, ou qualquer outra ação que seja “fácil” ou acessível a qualquer pessoa ou grupo de pessoas, consoante a natureza da campanha e os destinatários em questão.

Tendo já a oportunidade de ter desenvolvido várias ações de várias naturezas para empresas e algumas pequenas campanhas a nível pessoal, posso adiantar, desda já, que existe um ponto fulcral, que se falhar, dificilmente a campanha resultará num sucesso: A relação objectivo-ação-recompensa!

Este é, de todos os pilares em que assentam este tipo de campanhas, aquele que pela minha experiência, eu destaco como sendo o mais importante de todos. Se a relação entre estes 3 eixos não for equilibrada, dificilmente as coisas correrão bem.

Analisemos apenas alguns cenários, porque aqueles em que tudo é mau, não merecem análise pois estão condenados logo à partida:

1. Bons Prémios e uma Ação Difícil

Havendo excelentes prémios, mas sendo uma ação difícil de participar, apenas algumas pessoas irão aderir, o que vai limitar muito a participação e o impacto de uma divulgação viral da campanha.

A não ser que se trate de uma ação que tenha um objetivo muito específico e que se destine mesmo a apenas um grupo restrito de pessoas, então este não é o melhor caminho a seguir.

2. Bons Prémios, Uma Ação Fácil Sem Cumprir o Objectivo

Acho que este é tão óbvio, que não vale muito a pena escrever sobre ele, mas a verdade é que pode acontecer correr tudo bem com a campanha, com excepção de não se cumprir o objectivo principal nos termos que este teria sido planeado.

3. Prémios Menos Bons, Uma Ação Fácil

Este será outro cenário que, fruto de haver um lado menos equilibrado – a recompensa – irá certamente condicionar a participação na campanha. No entanto, a maior ou menor adesão depende muito do mercado em que se está a trabalhar.

Resumindo, seja uma ação de milhares de euros, ou apenas de algumas dezenas, o ideal é que faça uma análise equilibrada destes 3 eixos, e tente encontrar um cenário que abra o caminho para que a ação possa correr bem e ser bem sucedida.

Já vi, tal como vocês – os mais atentos a estas coisas, pelo menos – campanhas desta natureza, de grande empresas/marcas correrem menos bem. Não interessa se a sua campanha tem um investimento de 100€ ou de 10.000€, pois em termos relativos não é isso que fará com que tenha sucesso. Acredite, eu sei por experiência!

Tenha sempre presente:

O que define o sucesso deste tipo de ação não é a sua dimensão, mas se esta reflete o equilíbrio destes 3 eixos.

Tendo este equilíbrio assegurado, a ação correrá naturalmente bem e, isso irá refletir-se na sua reputação e notoriedade de forma positiva, não fosse esse um dos objetivos e o tema desta séria de artigos.

Em futuras ações de passatempos e concursos, considere o equilíbrio destes 3 eixos como o pilar que irá sustentar a campanha, e verá que a campanha irá, à sua dimensão, apresentar bons resultados.

É claro que existem muitas outras condicionantes, mas estou a assumir que essas estão devidamente tratadas.

Já fez passatempos ou concursos? Como correu a sua experiência? Partilhe-a connosco!

Netsonda Apresenta Face to Facebook

Press Release

A Netsonda apresenta Face to Facebook, um estudo sobre a presença das marcas na maior rede social.

A Netsonda (www.netsonda.pt), empresa de estudos de mercado, vai publicar a segunda vaga do Face to Facebook, um estudo que pretende conhecer e analisar o maior fenómeno de media da actualidade.

O estudo “Face to Facebook”, realizado ao painel Netsonda, junto duma amostra representativa dos utilizadores do Facebook em Portugal, pretende conhecer os hábitos e atitudes dos utilizadores desta rede social, assim como a sua relação com as marcas na mesma rede, sendo este o grande foco da análise.

Questões como “O que procura nas páginas de marcas”, “Motivações para seguir páginas de marcas”, “Que tipo de marcas segue (por sector)”, “Tipo e regularidade de participação nessas páginas” ou “Como se tornou fã” são algumas das muitas questões que o estudo visa responder, servindo de suporte a qualquer marca ou empresa que tenha ou esteja a planear ter uma página no Facebook como parte da sua estratégia.

De acordo Salvador Patrício Gouveia, partner da Netsonda “a primeira vaga do estudo realizou-se em Junho de 2010, e desde então o Facebook cresceu mais 500 mil utilizadores em Portugal, aproximando-se dos 3 milhões, registando-se a entrada de milhares de novas marcas para esta rede social”. E acrescenta “estes factos, associados ao facto do Facebook ser um fenómeno em constante mutação, justificam uma monitorização regular e de análise evolutiva da sua utilização por parte dos utilizadores. Por essa razão, o estudo Face to Facebook é semestral”, seguindo assim o alinhamento internacional do estudo, que também é realizado em alguns países da Europa.

What Likers Like

Além do estudo base Face to Facebook, a Netsonda oferece a possibilidade às marcas de realizarem um inquérito na sua própria página no Facebook, permitindo por um lado conhecer quem é que são os seus seguidores e por outro inquiri-los sobre hábitos de utilização de Internet, recolher opiniões acerca dos conteúdos da página, medir o impacto da página no seu comportamento como consumidores e relação com a marca (NPS – Net Promoter’s Score).

O módulo What Likers Like permitirá também realizar uma análise de benchmark, de acordo com o sector da marca em questão, incluindo ainda um módulo com recomendações, propostas pelo departamento de Redes Sociais da Netsonda, baseadas nos resultados obtidos por cada marca sobre a sua presença no Facebook.

A próxima vaga do estudo Face to Facebook será disponibilizada no início do mês de Dezembro, a tempo de suportar as estratégias finais para o Natal e, acima de tudo, o planeamento para 2011.

Para mais informações contacte:
Salvador P. Gouveia | salvador.gouveia@netsonda.pt | Tel.: 214 460 392/91 91 716 91

Este artigo é um press-release, em que todo o conteúdo é da responsabilidade do respectivo autor.

Em tom de comentário, queria avançar que solicitei à Netsonda mais informação sobre este estudo para poder passar para vocês, os leitores do blog, e também para poder construir uma opinião mais elaborada sobre o estudo. Vamos aguardar.

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Real Valor

As pessoas gostam de saber que, com quem quer que seja que estão a fazer negócio, não são apenas “mais um”, e gostam de ser reconhecidas e tratadas como uma pessoa, não como um número. Eu pelo menos sou assim e acredito que você também. Basta pensarmos como nós próprios gostamos de ser tratados.

Ver o nosso valor reconhecido é uma sensação de significado que é valorizada por qualquer cliente em qualquer ramo de atividade.

——————————————————————————————————————————-

Pode ler os outros artigos já publicados da Série Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online, através destes links:

Como Melhorar a Sua Credibilidade e Aumentar a Sua Notoriedade Online

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Suporte e Testemunhos

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Homogeneidade

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Comunicação

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Compromissos

——————————————————————————————————————————-

É importante reconhecer o valor que os clientes (ou possíveis clientes) têm, e podem vir a ter no futuro, e mostrar-lhes isso mesmo. Esse reconhecimento tem de ser visível para as pessoas, para que estas percebam que você se importa realmente com eles, e que não quer apenas o seu dinheiro, mas sim a sua satisfação a curto, mas também a longo prazo – garantindo também com isso mais ganhos para a sua empresa ou negócio.

Uma das formas mais fáceis de mostrar que você se preocupa e que quer ajudar as pessoas que o procuram, é disponibilizando produtos/serviços ou informação útil de forma gratuita.

Seja qual for a forma que melhor se adapta ao seu negócio, o importante é que as pessoas reconheçam valor no que você está a disponibilizar, quer sejam serviços ou informação.

Esta postura não passa despercebida dos visitantes do seu site, e garante-lhe logo à partida, que você será “visto” de forma diferente dos restantes concorrentes, que apenas têm no seu site, os respectivos produtos à venda.

A desculpas mais comuns que eu tenho ouvido, quando abordo este tema, é que “dá muito trabalho” e “não há tempo“.

Ora, para rebater estes argumentos, basta que as pessoas pensem que, se demorarem 1 hora por semana a criar conteúdos para publicarem no seu site ou blog, e se estes conteúdos representarem um aumento estupidamente baixo das vendas em 1%, então será que essa hora de trabalho, não foi bem paga?

E se estivermos a falar de um aumento mais “normal”, tipo 2% ou 3%, que não será assim tão difícil, desde que os conteúdos tenham real valor para os clientes? Ainda acha que não vale a pena trabalhar aquela hora em gerar conteúdos?

E, se utilizar outras técnicas como o email marketing, que lhe permite facilmente chegar a aumentos de vendas de 7% ou 10%?

Será preferível investir mais dinheiro em publicidade, do que investir 1 hora por semana? Acha que o retorno será melhor?

No fundo, acaba por ser uma questão de perspectiva e de visão de negócio, e como em tudo na vida, uns têm, outros não.

Não ter por desconhecimento, é perfeitamente normal. Não ter por opção, é vontade de se dar mal!

Como Partilhar Documentos Privados Online

Partilhar documentos através da internet é, cada vez mais uma necessidade, fruto de novas situações que requerem a utilização de mais tecnologias ou de serviços que facilitem a nossa vida online.

Neste artigo vou partilhar um serviço gratuito que eu utilizo e que gosto bastante para partilhar documentos com outras pessoas ou com outros computadores, e que me facilita bastante a vida, pois tem uma utilização muito simples.

Estou a falar da Dropbox. A Dropbox é um serviço gratuito, à semelhança de outros que existem e que têm características semelhantes, e que permite a partilha online não pública de documentos entre utilizadores ou entre computadores de forma simples e rápida. Quando digo não pública, refiro-me a partilhar documentos apenas com quem você quer e não com qualquer pessoa.

Para que é que eu utilizo a Dropbox?

Exatamente para o que descrevi em cima; partilhar documentos com outras pessoas remotamente, porque o email nem sempre é a melhor forma de o fazer, principalmente com determinados tipos de ficheiros.

A outra utilização que dou a este serviço é, para partilhar documentos entre os meus computadores. Muitas vezes dá-me muito jeito, mandar ficheiros para um para outro computador, por vezes remotamente, dependendo do que pretendo fazer com eles, e este serviço permite-me fazer isso sem complicações.

Para quem não gosta de passar a vida a utilizar pen’s USB, não tem os computadores em rede, ou precisa de partilhar ficheiros entre computadores que se encontram distantes fisicamente, a Dropbox resolve o problema.

Para quem tem necessidade de mais espaço para partilhar mais ficheiros, ou ficheiros maiores, dropbox disponibiliza ainda outros planos com mais espaço e com valores acessíveis. Este é um outro exemplo de uma empresa que utiliza a estratégia Fremium, que falei recentemente quando falei sobre aumentar as vendas com serviços gratuitos.

Se estiver interessado em subscrever este serviço, já que é gratuito, pode aproveitar este link e recebe como bónus, 250 MB de espaço extra, sem qualquer compromisso.

O espaço oferecido no plano de utilização gratuito, é de 2 GB, mas se utilizar este link, a Dropbox disponibiliza-lhe mais 250 MB de espaço adicional também gratuito.

O que é que eu ganho com isto?

250 MB de espaço adicional que é o mesmo que você ganha se referir alguém que se inscreva no serviço. É uma situação win/win, ganho eu e quem se inscrever por este link.

De qualquer forma, que fique claro que se eu não gostasse do serviço, não o recomendava, mas isso nem é preciso dizer 🙂

Espero que goste do serviço. Eu gosto bastante, pois dá-me muito jeito para enviar e receber ficheiros e ter pastas sincronizadas entre os vários utilizadores ou computadores. Isto é, se eu atualizar ou fizer upload de um documento, a Dropbox sincroniza a pasta onde este está colocado para todos os utilizadores, de forma a que todos tenham a mesma versão do documento.

Para os interessados, aqui fica o link para os 250Mb adicionais gratuitos!

Já utiliza este serviço ou outro idêntico? Qual é a sua opinião sobre ele?

Google Lança Instant Previews – Conheça os impactos!

O Google lançou o Instant Previews, uma nova funcionalidade que já está presente nas SERP’s (páginas de resultados de pesquisas) do Google, e que permite facilmente ao utilizador ter uma visualização da landing page (página de destino) dos vários resultados apenas passando o rato por cima de cada um.

O Instant Previews, vem relançar a importância de vários aspectos do design, mas não só, pois a relação entre a search query (termo de pesquisa) e o conteúdo da landing page também é de alguma forma classificada e apresentada como mais ou menos relevante.

O Que é o Instant Previews

Como disse atrás, é uma funcionalidade que permite a visualização da landing page dos resultados apresentados nas SERP’s do Google, quando é realizada uma pesquisa, permitindo desta forma ao utilizador aceder a outros elementos além dos já apresentados (título, url e descrição da página), como uma pré-visualização da página e u indicador de relevância entre o termo de pesquisa e a página de destino de cada resultado.

Como Funciona o Instant Previews

O Google coloca agora um ícone com uma lupa ao lado dos resultados apresentados na página de resultados, que ao ser clicada uma vez apenas, ativa a funcionalidade Instant Previews e a partir deste momento, ao passar o rato por cima dos vários resultados, ser-lhe-á possível visualizar um snapshot ou “fotografia” da landing page de cada um dos resultados.

O Instant Previews além da representação visual que apresenta da landing page, também qualifica a relevância entre o termo utilizado na pesquisa e o conteúdo da landing page, apresentando um excerto desse conteúdo, que, se estiver assinalado a laranja, significa que o Google considera haver uma relevância grande entre ambos.

Aspectos Importantes a Considerar Sobre o Instant Previews

  • Ao contrário do que se possa pensar numa primeira abordagem, o Instant Preview não reforça apenas a questão do design. A estrutura, layout e organização dos conteúdos nas páginas ganham aqui ainda mais relevância, pois poderão contribuir ou não para um incentivo ao clique. Torna-se portanto ainda mais importante agora, implementar uma boa organização e disposição dos conteúdos no layout de um site, de forma a que a visualização seja fácil e atraente.
  • Segundo o Google, esta funcionalidade não altera em nada o algoritmo que gera os resultados, pelo que, não melhora nem piora a sua posição nos resultados das pesquisas.
  • Evite usar interstitial ou pop-ups, pois estes podem ser captados na foto que tirada ao seu site e a imagem já não fica tão apelativa. Eu também utilizo aqui no blog um formulário que surge no blog que vou ter de ver como vou fazer.
  • Actualmente o Instant Previews ainda não exibe corretamente vídeos quando estes fazem parte do conteúdo das páginas de destino, mas aparentemente estão a trabalhar neste aspeto para que venha a ser suportado no futuro próximo.

Como utilizador do Google, acha que vai ter impacto na forma como os utilizadores clicam nos resultados?

Gostava de saber a sua opinião!

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Compromissos

À semelhança do que acontece em qualquer faceta da nossa vida, é importante honrar os compromissos que assumimos.

Este aspecto, só por si, dá a conhecer algo sobre a forma de estar e de actuar de uma pessoa ou empresa. Naturalmente, que quem cumpre os seus compromissos, fica sempre “melhor na fotografia”, que quem não o faz, e estes pormenores são cada vez mais importantes nas avaliações feitas por terceiros, pois é um elemento que pode muito bem ser um fator distintivo.

——————————————————————————————————————————-

Pode ler os outros artigos já publicados da Série Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online, através destes links:

Como Melhorar a Sua Credibilidade e Aumentar a Sua Notoriedade Online

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Suporte e Testemunhos

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Homogeneidade

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Comunicação

——————————————————————————————————————————-

Pessoalmente, defendo que se deve investir os nossos esforços no cumprimento dos compromissos que são assumidos de uma forma geral, e naqueles que são assumidos com os nossos prospectos e clientes, mais em particular, pois este pode ser um ponto importante do nosso cartão de visita, e pode efectivamente, traduzir-se em clientes satisfeitos e fidelizados ou em clientes insatisfeitos e que não voltarão.

Um cliente satisfeito, é um cliente que volta a comprar e que poderá muitas vezes recomendar aos amigos e conhecidos. Esta forma de marketing – as recomendações entre amigos e contactos ou word of mouth , como queiram – é muito poderosa e muito eficaz. Ora, se conseguir ter uma pequena legião de clientes satisfeitos, é quase como ter uma equipa de comerciais a trabalharem para si de forma “gratuita”.

Não será 100% gratuita, pois você já terá investido tempo e dinheiro a converter este cliente num cliente satisfeito, mas digamos que “mata 2 coelhos numa cajadada só”!

Além de ter os seus clientes satisfeitos, que já por si só, é bom, está a criar 2 fluxos de negócio futuro:

  • compras futuras do mesmo cliente, e
  • compras futuras resultantes das recomendações dos clientes satisfeitos

Em que ambas lhe irão render mais vendas e mais dinheiro no futuro, fruto do trabalho e investimento feito no início, e na sua continuidade.

Outro aspecto fundamental que está relacionado com o cumprimento dos compromissos, é a sua consistência ou falta dela. Isto é, da mesma forma que é importante que você cumpra os seus compromissos, é importante que seja consistente com os seus atos e interações com os seus clientes ou prospetos.

O fato de você ser consistente irá inspirar confiança em quem quer que seja que considere fazer negócio consigo/com a sua empresa.

É óbvio que existem factores que nos são alheios e que não conseguimos controlar, mas isso é assim com todos e em tudo. No entanto, existem aqueles que sabem lidar com essas situações e os que não sabem.

Imagine que, por alguma razão, você teria planeado um determinado rumo para o seu negócio que não conseguiu conretizar devido a fatores externos alheios a si e à sua vontade.

Tem 2 opções: ou espera silenciosamente e reza para que passe despercebido dos seus clientes/prospetos, ou abre o jogo e explica porque é que as coisas não estão a correr de feição ou conforme planeado.

Se optar pela primeira, correr o risco de ser visto como incoerente, como alguém que não inspira confiança, e eventualmente até algo pior, visto que se alguém se aperceber da situação – o que normalmente acontece mais tarde ou mais cedo – você não vai ter justificação para não ter informado logo dessas alterações.

Se optar pela segunda, não só fica de consciência tranquila que tomou a titude certa, como ainda, muito provavelmente ganhará a empatia de alguns clientes que irão certamente compreender e manifestar o seu apoio/compreensão pela decisão tomada.

Nunca se esqueça que, todos estes aspectos têm as suas consequências. E que as suas decisões a estes níveis, irão condicionar a forma como você é visto pelas outras pessoas, podendo valer-lhe uma posição mais “clean” e positiva ou uma mais “nebulada” ou duvidosa.

A escolha é sua!

Google Condenado Por um Tribunal Francês Por Difamação

A Google e o seu Chief Executive Eric Schmidt, ficaram agora mais pobres (ou menos estupidamente milionários), dada a indemnização que foram obrigados a pagar depois de terem sido condenados por um tribunal francês por difamação.

A acusação baseou-se numa situação relacionada com o Google Suggest, que para os mais distraídos, é a ferramenta que sugere ou completa os termos de pesquisa quando estamos a escrever algo no motor de busca.

Aparentemente, quando inserido o nome do queixoso no Google, este “sugeria” os termos “rapist” e “satanist”.

Algo que, acho curioso, já que o Google é tão exigente e peculiar com a informação, mas enfim, parece que desta vez algo “escapou”, e por isso, foi condenado ao pagamento de 5.000 euros (uma fortuna para o Google) e a garantir que não iria repetir a “ofensa”. (Link para a notícia no site do Google)

Parace que a Google ainda vai recorrer da decisão, alegando que, não é o Google que faz essas sugestões, ele apenas reflete os termos mais comuns de serem pesquisados.

Não vou argumentar se o queixoso tem razão ou não, pois isso não me compete a mim, nem tão pouco é do meu interesse discutir esse aspeto.

O que é fato é que, independentemente de quem tem razão, este caso poderá abrir um precedente para outras situações. E, nos Estados Unidos, quase que existe uma tradição para haver casos em tribunal que “não lembra ao diabo”, de tão bizarros que são, por isso não me chocava muito que, começassem a aparecer notícias idênticas ou da mesma natureza, quanto mais não seja de algum “artista” que se lembre que poderá ser uma boa ideia, “sacar uns trocos” ao gigante Google.

Acham que o Google deveria aplicar alguns filtros para evitar que apareçam alguns termos como sugestão ou isto é uma falsa questão?

Como Captar Mais Clientes e Aumentar as Vendas Com Serviços Gratuitos

Captar mais clientes e aumentar as vendas com serviços gratuitos soa a paradigma, ou algo que facilmente se associa a um lunático, mas vai ver que não é bem assim.

O que representa esta abordagem, é simplesmente uma nova forma de captar a atenção e o comprometimento dos seus visitantes e torná-los clientes de um serviço gratuito, numa primeira fase, e posteriormente, convertê-los em clientes “pagantes”.

O serviço SlideShare, que falei aqui no artigo recente sobre como partilhar apresentações na Internet, é um excelente exemplo disso.

O SlideShare, embora seja conhecido por ser um serviço gratuito de upload e partilha de apresentações de PowerPoint, recentemente adoptou um modelo de negócio diferente do que tinha até então, e que consiste num modelo de negócio Freemium, para satisfazer não só os indivíduos que utilizam os seus serviços, como as pequenas e as grandes empresas que também o fazem.

Um modelo de negócio Freemium (Free + Premium), não é mais que uma forma de abordar o mercado disponibilizando um serviço mais básico de forma gratuita, ao mesmo tempo que, se disponibiliza serviços adicionais ou de qualidade ou com funcionalidades acrescidas mediante o pagamento de uma valor pre-definido, normalmente sob a forma de subscrição mensal.

Quais são as vantagens deste modelo de negócio?

Se por um lado, facilita a captação de prospectos, pois uma vez que o serviço base se mantém gratuito, o volume de pessoas que aderem a este serviço é muito grande, por outro lado, permite à empresa ter mais receitas, além das receitas provenientes de publicidade, o que por sua vez, não só lhe permite ter mais lucros propriamente dito, mas também investir no desenvolvimento de aplicações e serviços complementares, tornando o seu serviço ainda mais interessante e apelativo.

Alguns dos exemplos disso, são:

  • a integração com as maiores redes sociais, e outras plataformas como o WordPress
  • a possiblidade de adicionar vídeos às apresentações, adicionar funcionalidades de análise do desempenho das apresentações ou de tracking de Buzz, isto é, a quantificação e identificação de quem fala sobre a sua apresentação ou de quem a partilha e como
  • a customização do seu canal SlideShare, entre outras.

Além desta empresa, já outras seguiram a mesma tendência de rentabilização, como é o caso da Hootsuite, que também falei aqui recentemente no Web Marketing, quando abordei o tópico como gerir todas as suas redes sociais com facilidade.

O que acha deste modelo negócio?

Parece-lhe mais eficaz que os “modelos tradicionais”?

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Comunicação

A forma de comunicar é, como em tudo na vida, muito importante, e aqui não é excepção.

Quando os seus visitantes chegam até ao seu site, esperam que exista algum tipo de comunicação, com a qual se identifiquem e que consigam perceber.

——————————————————————————————————————————-

Pode ler os outros artigos já publicados da Série Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online, através destes links:

Como Melhorar a Sua Credibilidade e Aumentar a Sua Notoriedade Online

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – 2 – Suporte e Testemunhos

Melhorar a Sua Credibilidade e Notoriedade Online – Homogeneidade

——————————————————————————————————————————-

Não é assim tão raro quanto isso, encontrar um site de uma empresa em que o comum dos mortais não perceba patavina do que lá está escrito, a não ser os termos “Homepage”, “Carrinho de Compras” ou “Encomendar” e “Contactos”. E sim, em sites que estão em “português”!


O problema é que, as pessoas se esquecem que uma das regras básicas da comunicação para que esta seja eficaz, é que esta seja entendida pelas partes envolvidas de igual forma.

Estas falhas de comunicação são, na sua maior parte, causadas de forma inconsciente e involuntária, e são o resultado de vícios de linguagem. Como em outras tantas situações, por vezes as pessoas estão tão habituadas a determinados termos e a determinada linguagem que se esquecem que não são todos iguais e que, os termos utilizados podem não ser conhecidos dos outros, ou ser apenas de um grupo restrito de pessoas.

Aqui convém mesmo ter algum cuidado, pois se os seus destinatários não percebem a sua mensagem, de pouco ou nada lhe serve tê-la no seu site. Por este motivo, é extremamente importante a utilização do proofreading.

Proofreading (ou proof reading), é a atividade de revisão de conteúdos de forma a identificar erros ou determinado tipo de problemas que possam haver.

Esta técnica pode ser usada muito facilmente, recorrendo a alguém que está identificado como um potencial cliente/visitante do seu site, e recebendo o seu feedback. Pode até ser um amigo ou familiar, (desde que estes se enquadrem nos potenciais clientes ou os possam representar) o que é importante é que lhe possibilite a revisão dos seus conteúdos, de forma a garantir que conseguirá passar a sua mensagem com sucesso.

Eu próprio utilizo esta técnica com muita frequência quando estou a preparar conteúdos para um site, e garanto-lhe que às vezes fico surpreendido com os resultados. Eu sei que também o podia fazer aqui no blog, mas aqui a minha preocupação é outra – passar conteúdos e o meu tempo é muito escasso.

No entanto, todos os sites que lanço são alvo de revisão por outros olhos que não os meus, e muitas vezes são detetadas situações que necessitam reparo ou algum tipo de alterações.

Também funciona com sites que já se encontrem online, já que nada é inalterável.

Experimente e vai ver que funciona muito bem!

Workshop de Web Marketing em Praga – Fotos

Recentemente, tive a oportunidade de participar num workshop internaciontal de web warketing em Praga, que foi bastante produtivo para o grupo, pois trocaram-se muitas informações e experiências, como aliás é hábito neste tipo de eventos, até porque era um grupo pequeno e já nos conhecíamos praticamente todos de outros workshops e seminários anteriores.

Seja como for, a natureza do evento impede-me de partilhar os seus conteúdos. Não me impede, no entanto, de partilhar convosco algumas fotos que tirei no pouco tempo que tivemos disponível para dar umas curtas voltas pela cidade.

Embora tenha tido muito poucas oportunidades de explorar a cidade, o que conheci achei muitíssimo interessante e para quem nunca lá foi, aconselho vivamente a visita.

Além de restaurantes típicos, com comidas variadas de abrir o apetite, a cidade respira um ambiente muito eclético em termos culturais.

Ah e já agora, embora não seja muito adepto de cerveja, nunca tinha visto tanta variedade de sabores de cerveja – vi mais de 10 sabores (café, banana, etc). Sim, cerveja com sabor a banana! 🙂

Provei alguns, claro, mas falhei a cerveja com sabor a banana… fica para uma próxima oportunidade.

De qualquer forma, e embora não seja o típico artigo aqui no web marketing pt, achei que seria interessante partilhar algums fotos com vocês.

Gostava de me lembrar dos nomes do sítios para colocar umas legendas, mas infelizmente já não me lembro. Deve ser da idade 🙂

Espero que gostem!

Dica: clique na imagem para vê-la em tamanho maior.

[gallery link="file"]

Como Partilhar Online as Suas Apresentações de Powerpoint

Uma questão que está permanentemente em foco no que respeita a web marketing, é a descoberta e utilização de várias formas de divulgar os seus conteúdos na internet, de forma a aumentar as visitas do seu site e a torná-lo mais conhecido no seu nicho.

O que vou falar neste artigo não é uma descoberta inédita, até porque é algo que já existe há algum tempo e já tem muitos utilizadores, mas é um método que ainda não falei aqui no blog, e portanto, achei que seria interessante dar a conhecer aos leitores.

Estou a referir-me ao SlideShare.

O SlideShare, é um serviço gratuito de upload e partilha de apresentações de PowerPoint, que permite a qualquer pessoa ou empresa, divulgar os seus conteúdos, artigos, ideias, produtos, etc, de forma bastante simples e linear.

Inicialmente, deverá criar a sua apresentação, através de um programa como o PowerPoint (PC), o OpenOffice, ou o Apple Keynote (MAC), e depois de a ter finalizada com os devidos retoques e animações, poderá simplemente importá-a para o SlideShare e partilhá-la com o mundo.

Depois, basta que se increva no SlideShare, o que é bastante simples, como pode ver nesta imagem:

E começar a fazer o upload da sua apresentação:

Os formatos suportados são imensos e o tamanho do ficheiro deverá ser inferior a 100MB. Convenhamos que um apresentação com 100MB ou mais, deixa de ser uma apresentação, e mais parece um testamento de alguém que tem muita coisa para deixar aos que ficam 🙂

Depois, só tem de preencher os campos do nome, descrição tags, categoria, etc, tal como vê nesta imagem:

E, voilá! A sua apresentação está pronta a ser visualizada e partilhada pelo mundo.

Uma das coisa mais curiosas sobre o SlideShare, é que permite 2 coisas que eu acho super úteis:

  • permite adicionar vídeos do YouTube à sua apresentação
  • permite adicionar a sua locução ou música à sua apresentação

Apesar de já conhecer este serviço há muito tempo, só agora é que me inscrevi. Sem dúvida algo que já deveria ter feito há muito tempo, não fosse este, um método de divulgação e promoção muito poderoso em termos de SEO.

Apenas uma apresentação, nas primeiras 2 horas teve 27 visualizações sem qualquer promoção. Impressionante!

Agora imagine que divulga a sua apresentação no seu blog ou site, na sua lista de emails e/ou nas redes sociais…

Espero que tenha gostado, e que se inscreva no SlideShare, para ver por si, como são interessantes os resultados que se pode obter.

Já utiliza? Não utiliza? Acha útil?

Partilhe connosco a sua experiência!