Como Escolher as Melhores Keywords – Guia Passo a Passo

Quando está a pensar lançar um blog ou site num determinado nicho de mercado online, deve fazer algumas pesquisas e análise de keywords (palavras-chave) para avaliar a sua viabilidade, antes de se lançar de cabeça.
Além da análise da concorrência já existente nesse nicho, que deve ser um passo obrigatório, pois é importante perceber o que é que já existe, qual a sua dimensão, etc, a análise de keywords pode ser muito importante para o desempenho do seu blog ou site.

Saber pesquisar e escolher as keywords pode ser uma vantagem, que pode colocar o seu blog em pouco tempo na primeira página do Google.

Como Escolher as Melhores Keywords - Guia Passo a Passo

1 – Faça uma Lista Inicial
Tente fazer uma listas das keywords que lhe interessam e que estão relacionadas com o nicho que está a estudar. Escolha bem as keywords, de forma a que não sejam genéricas demais, mas simultaneamente tragam um volume significativo de tráfego para o seu site.
Igualmente importante é que essas keywords tragam tráfego de qualidade. Muito, não significa bom.

Usando o exemplo do termo “telemóveis”, possivelmente não faria muito sentido pois é uma keyword muito genérica e com muita concorrência, mas se optar por uma keyword mais específica como “telemóveis Nokia” ou “Nokia N97”, as probablidades de conseguir um bom ranking, assim como de atingir uma audiência mais qualificada, é bastante superior. O exemplo não é o mais feliz, mas serve para ilustrar o que quero dizer.

2 – Pesquise e Analise
Faça pesquisas no Google por todos os termos relacionados. Preste atenção aos resultados que encontra na primeira página, analise o conteúdo desses resultados para ficar com uma ideia mais precisa sobre o tipo de conteúdos já existentes.

Esta informação vai-lhe ser útil, por 2 motivos:
– permite-lhe perceber o tipo de conteúdos que estão bem posicionados para os termos que está a analisar
– permite-lhe saber que conteúdos já existem para não correr o risco de fazer exactamente a mesma coisa, já que isso não lhe trará nenhuma vantagem, até pelo contrário. Se for igual ao que já existe, dificilmente vai conseguir boas posições nas pesquisas e também será muito difícil atrair pessoas ao seu blog, uma vez que é apenas mais do mesmo.

3 – Recolha o Volume de Pesquisas
Tome nota do volume dos resultados que o Google lhe apresenta e que pode ver no canto superior direito.
Este indicador é importante, na medida em que, dá-lhe uma ideia da dimensão de resultados que o Google considera para cada termo que você está a procurar.

4 – Analise o Volume das Pesquisas
Agora que está na posse da informação sobre o mercado, utilize o Google Keyword Tool para ver o volume de pesquisas que esses termos recebem, assim como, a dimensão da concorrência nesse nicho.
Os termos que tiverem um volume muito baixo, não são uma boa aposta. Tenha cuidado com este aspecto para não acabar a falar sozinho, pois se não houver procura, muito provavelmente é o que irá acontecer.

5 – Utilize o Google Insights for Search
Utilize o Google Insights for Search para perceber a tendência das pesquisas que são feitas por esses termos. Se for uma tendência crescente tanto melhor, caso contrário, tenha alguma cautela, pois poderá ser algo que está a cair em desinteresse de uma forma geral, e este será um bom indicador no sentido de não se lançar nesse nicho.

6 – Escolha o Domínio para o seu Blog ou Site
Na posse da lista de keywords, bem como de toda a informação que recolheu anteriormente, pode agora, proceder ao registo do domínio.
Pessoalmente, não aconselho que faça o registo no início do processo, o que por acaso, até é um erro crasso que me parece que muita gente ainda faz.
Registar um domínio sem saber o suficiente sobre as keywords e o nicho em si, pode ser um perda de tempo., uma vez que, a colocação de uma boa keyword no domínio, embora não sendo obrigatório (porque não é), juntamente com outros factores, pode ajudá-lo a obter boas posições nas pesquisas que forem efectuadas nos motores de busca.

Seja prudente, e analise bem as keywords e os respectivos números, antes de se lançar de cabeça.
Uma boa preparação pode ser meio caminho para o sucesso.

Boa sorte!

GOSTOU DESTE CONTEÚDO?
ASSINE GRATUITAMENTE E RECEBA TODOS DICAS NO SEU EMAIL!

A sua privacidade é garantida a 100%!
  • Devo confessar que nunca dei muita importância às Keywords. Hoje vejo o erro clamoroso que estava a cometer.
    Não admira que estivesse tão mal colocado nas pesquisas…
    Enfim, mais vale tarde que nunca!!

    Muito obrigado pela dica.
    Um abraço.

  • Olá Filipe e bem-vindo ao Web Marketing PT!
    É verdade que para recebermos tráfego de qualidade (ou direccionado), temos de prestar atenção às keywords. Mas não se preocupe muito com o facto de não o ter feito até aqui. Agora que já sabe, vai sempre a tempo. Esta é uma das vantagens da Internet. Podemos sempre mudar as coisas em pouco tempo e com efeitos quase imediatos em alguns casos.
    Já agora, e se ainda não o estiver a fazer, aconselho-o a controlar mais de perto as keywords que lhe levam o tráfego que recebe. Se não o souber fazer, não se preocupe pois vou publicar um artigo só sobre este assunto muito brevemente. Fique atento! (ou subscreva o blog se ainda não o fez)

    Abraço,
    Joao

  • Boa tarde:
    Estou a construir um site de raiz pois o site que tinha o google estava a identificar como 35% como proddutos de limpeza e 5% como saniamento básico!!! Como eu trabalho com Suplemntos Nutricionais evidentemente que não era minimamente o que eu tinha em mente. O que estou a fazer agora é:
    Depois de analizar quais as keywords que me interessavam (usei o Keywords tools e o Insight), contrui descrição (Texto) com essas keywords embebidas. As imagens também teem isso em conta (os nomes). Evidente que me está a dar algum trabalho… gostaria se isso é correcto? (preocupei-me em fazer conteudo oroiginal)
    Selecionei alguns links de sites importantes e crediveis para colocar no site.
    Estou a pensar fazer um blog e colocar no menu do site de forma a capetar pessoas que tenham interesse em Suplemtos Nutricionais e Nutrição (de forma a ter visistas regulares ao blog aumentando assim as visitas ao Site), queria perguntar também se isso é uma boa estratégia?
    Aguardo resposta
    Rodrigo Brandão

  • Olá Rodrigo,

    Parece-me que está a ir muito bem e que está tudo encaminhado.
    Sim, é verdade que dá um pouco mais de trabalho, mas “se não plantar sementes, mais dificilmente colhe frutos”.

    Quanto às imagens, aconselho o uso das keywords nos nomes, se e apenas se:
    – corresponder à realidade do conteúdo da imagem
    – não fazer com que tenha nomes excessivamente longos

    Aconselho-o também a utilizar o atributo “ALT” para colocar a descrição das imagens.
    Em qualquer dos casos acima descritos, não exagere na colocação da keyword, coloque-a da forma mais natural possível, tendo em conta o contexto a que se refere.

    Quanto ao conteúdo original, é uma excelente opção, pois apesar de dar mais trabalho, é certamente vantajoso ter conteúdos originais e únicos, muito embora em sites de ecommerce, exista texto comum, como as especificações dos produtos. Mas em tudo o resto, seja o mais original possível. Só tem a ganhar!

    Por fim, a questão do blog, é uma excelente estratégia. Chama-se Corporate Blogging ou Blogging Corporativo e é uma estratégia muito usada por empresas para captar mais visitas gratuitamente para os seus sites.
    Algumas considerações:
    – utilize o mesmo domínio do site para instalar o blog, pois além de lhe encaminhar tráfego para o site, valoriza-lhe ainda mais o domínio do site e o próprio site (exemplo: site – http://www.webmarketingpt.com, blog – http://www.webmarketingpt.com/blog ou blog.webmarketingpt.com)
    – aproveite o blog para colocar conteúdos de interesse, com base no estudo das keywords e pesquisas dos motores de busca, mas que, acima de tudo, adicionem informação com valor a quem procura os produtos e serviços do seu nicho de mercado.
    – mais tarde, submeta o seu site e blog aos directórios em português e divulgue os conteúdos do blog em agregadores de notícias (irei publicar aqui a lista dos agregadores que uso actualmente) e redes socias.

    Espero ter ajudado. Se precisar, já sabe, esteja à vontade.
    Votos de sucesso!
    Abraço,
    JR

  • João Rodrigues:

    Muito obrigado pelas orientações.
    Mais uma vez agradeço a sua disponibilidade e aproveito para dar os parabéns pelos conteudos do seu blog. Muito acessiveis e uteis.
    Quanto aos agregadores de Noticias isso está relacionado com uma publicar artigos?
    Estou a ver isso, nos EUA existe o http://ezinearticles.com/ (e outros). Pelo que vi fazer artigos de interesse e colocar em alguns sites pode ser util e é uma ferramenta que me parece muito pouco utilizada. O que entendi é que ao publicarmos artigos com a nossa identificação (nomeadamente o nosso site) isso vai chamar a atençao (se os conteudos forem interessantes) e criar alguns seguidores e credibilidade na área.
    Aguardo então o seu novo post de agregadoes de noticias

    Abraço
    Rodrigo Brandão

  • Obrigado pelo feedback Rodrigo.
    Os agregadores de notícias estão relacionados com a publicação de conteúdos, mas no seu site ou blog, como vou ter oportunidade de explicar melhor no artigo que estou a “cozinhar”.

    Quanto aos directórios de artigos, e ideia é exactamente essa.
    Como já tive oportunidade de referir, é uma excelente (e duradoura) forma de captar tráfego, e simultaneamente, construir uma imagem de autoridade num determinado nicho.
    Publicarei no futuro próximo um outro artigo sobre as melhores práticas de publicar artigos em directórios.

    Mas para já, aconselho-o a concentrar-se na construção do site e blog optimizado, e seguidamente nos primeiros conteúdos, pois um blog só com 3 ou 4 posts dificilmente cativa a atenção dos visitantes.

    Abraço,
    JR

  • João Rodrigues:

    Ok, sem duvida que não me devo dispersar. Vou-me focar exactamente no que é prioritário.
    Aguardo os seus “cozinhados”, pois tenho a certeza que serão uma mais valia.

    Abraço
    Rodrigo Brandão

  • Sempre quando tenho alguma idéia sobre algum nicho sigo mais ou menos os passos que disse, mas na maioria das vezes chego a conclusão que tem pesquisa demais, que o cpc é muito baixo e que não vale a pena.
    Meu maior problema é justamente encontrar nichos, não tenho idéias… é uma tristeza… e também por enquanto não acho que vale a pena comprar softwares para isso…
    Um abraço!

  • Sandra,

    Eu percebo o que você quer dizer, mas há soluções para ultrapassar esses obstáculos.
    Este é um dos temas que tenho abordado no blog e vou continuar a falar no futuro, e assim até pode ser que lhe dê algumas ideias que a ajudem a resolver essas dificuldades :)

    Abraço,
    JR

  • Olá João,

    Ainda não consegui escrever um artigo e ao mesmo tempo pensar em palavras-chave. Já é tão difícil arranjar um assunto original, que quando surge uma ideia, escrevo sem me lembrar delas.

    Pesquisar, e com base nos resultados, escrever um artigo ainda não é para mim.

    Os artigos que têm levado mais visitantes ao meu blog, tem assunto que não daria para escrever outro(penso eu). Por exemplo: Os antigos pregões do Porto. Muita gente tem lido esse artigo. E agora, que mais escrever sobre isso? Não tenho ideia nenhuma!

    Ainda tenho muito para andar, não é assim?

    Obrigado pelos ensinamentos que nos proporcionou com este seu texto.

    Abraço.

  • José,
    pode sempre inverter o processo… e escrever primeiro o artigo e optimizá-lo depois :)

    Quer algumas ideias?
    Assim de repente…:
    – fazer uma breve entrevista a alguém que utilize esse tipo de linguagem
    – fazer algumas entrevistas de rua para publicar a opinião das pessoas sobre esses pregões e sua utilização ou falta dela
    – tentar descobrir a origem de alguns deles
    – explicar o que cada um significa (você só explica alguns)
    – descobrir outros pregões de outras zonas específicas e escrever sobre eles
    – etc

    Isto foi só o que me ocorreu enquanto escrevia o comentário…

    Se não aproveitar nenhuma, pode ser que o levem a ter outras ideias.

    Abraço,
    JR

  • Olá João,

    Sabe, fiquei admirado com a facilidade com que você encontrou várias saídas para artigos relacionados.

    Não há dúvida, isso deve ser o resultado de bastante prática e outro tanto de talento.

    Quem como eu passa a vida a fazer relatórios sobre a construção, tem uma certa dificuldade. Ou talvez seja falta de motivação.

    Seja o que for dou-lhe os parabéns por essa versatilidade.
    Abraço

  • Obrigado José.

    Mas agora, pense nisto:
    Se uma pessoa limitar a sua mente a pintar paredes de amarelo, quando lhe pedirem para pintar uma parede de azul, ela vai ficar meio desorientada, e embora seja capaz de pintar a parede de azul, não o vai fazer tão bem ou com tanta facilidade, como o faria se se fosse habituando a pintar de várias cores nos tempos livres.

    Eu sei, o exemplo é ridículo, mas a verdade é que é assim que funciona a mente humana.

    No seu caso, e embora não o conheça bem, arrisco-me a dizer que você pode ter capacidade para muito mais, basta que abra a sua mente a outras coisas, outros conceitos, outras práticas, e junte a isso o conhecimento que pode obter aqui no blog (e noutros sítios).
    Depois verá como eu tinha razão.

    Ninguém tem de acertar à primeira, o importante é não desistir.

    Conheço uma pessoa que diz qualquer coisa parecida com isto:
    “As pessoas não fracassam. Simplesmente desistem antes da magia acontecer!”

    Abraço,
    JR

  • concordo com a Sandra, infelizmente nosso tempo é limitado e fazer um artigo requer dedicação.
    Acho que ao escrever sobre um tema as keywords e sinonimos acabam saindo naturalmente, se tentar “forçar” o post vai parecer artificial e talvez somente robots vão passar por lá ( e puni-lo inclusive) pois leitores de carne e osso vão omeçar a ler e sentir que tem algo errado. E pior que ser punido pelos robots é ser punido pelos seus leitores e perde-los, ou não?
    abcs

  • Bruno

    Mas optimizar as keywords não é fazer black hat ou forcar o post.

    Não precisam de optimizar o texto em si, pode escrever o artigo normalmente mas depois nas metatags optimizar bem o titulo e a descrição, quando digo optimizar bem não é colocar meia dúzia de keywords repetidas mas apenas ter atenção a isso.

    Eu sou moderador de uma comunidade de ganhos online que aborda um pouco de SEO e já optimizei blogues de alguns membros mudando e optimizando as metatags, ficariam surpreendidos como isso decide posições, alterando e optimizando a meta tag do titulo e da descrição do site pode fazer com que suba 4 ou 5 posições, que suba paginas e mesmo que comece a aparecer no Google blogues que aparentemente ninguém os encontrava.

    Grande parte dos sites de nicho “vivem” do tráfego dos motores de busca portanto é indispensável optimizarem as keywords.

    O que tenho visto por parte de alguns membros da comunidade onde sou moderador é que se preocupam mais com os backlinks do que com a optimização do titulo e descrição do site, vi um caso há algum tempo em que o blogue tinha inúmeros backlinks de directórios,redes sociais,directórios de artigos mas o titulo e a descrição que o blogue tinha no Google era completamente desparatado e sem qualquer logica, por isso é que não recebia nenhum tráfego dos motores de busca.

  • @ Marcos,
    Eu percebo o que você diz e devo dizer que sou contra a criação desses textos forçados, mas o Bruno ajudou muito com a sua resposta :)

    De facto, não se trata de fazer Spam de Keywords, mas sim aproveitar alguns recursos e algumas técnicas, para optimizar os artigos e, com isso, obter melhor posicionamento nos motores de busca.
    São situações completamente distintas e com efeitos igualmente diferentes.
    Utilizando por exemplo estes 3 exemplos, o Título, a Descrição e as Metatags, o desempenho é diferente do que se não o fizer.
    Depois no corpo do artigo também pode optimizá-lo sem fazer Spam de Keywords, o que aliás eu não aconselho.

    Penso que este tema justifica mais conteúdos para clarificar algumas dúvidas e vou prepará-los para publicá-los aqui no blog.

    @ Bruno,
    Excelente exemplo para ajudar a clarificar a dúvida do Marcos.
    Parabéns!

    Abraço,
    JR

  • Olá João,

    Desculpe voltar a este assunto. Mas é só para lhe dizer que além dos seus conhecimentos técnicos, você revela-se um excelente motivador.

    Parabéns.
    Um abraço.

  • Obrigado José!

    Acho que já faz parte da minha maneira de ser e de trabalhar. :)

    Abraço,
    JR

  • Oi João!
    Nesses dias lendo seu blog e alguns outros já tive várias idéias de nichos, até já fiz um novo blog!
    Realmente está valendo a pena! Concordo com o José e você é excelente motivador! Além disso, as idéias que deu para ele foram incríveis, é incrível como você consegue tirar assuntos do que parecia não ter mais assuntos! Espero que com o tempo consiga ficar assim também!

    @Bruno: Você disse que otimizando apenas as metatags já melhora o posicionamento, mas gostaria de saber, você faz alguma pesquisa antes, para saber quais as keywords? Pois, como o José disse, eu também não consigo pesquisar e encontrar o que escrever, eu primeiro decido sobre o que escrever e depois escrevo, e não penso em keywords nem nada, só depois, na hora de otimizar que eu penso no que colocar nas metatags, mas aí vem a dúvida de quais escolher, por isso te pergunto como você faz, afinal os artigos de seus clientes já estavam escritos não é mesmo? Obrigada!
    João, vou aguardar os posts que vai escrever sobre o assunto. Ah, e que tal um novo projeto para o ano que vem: um fórum! Rs…
    Um abraço!

  • @ Sandra,
    “Espero que com o tempo consiga ficar assim também!”
    Continue sempre a acompanhar o WMPT que vai ficar sim! :)

    Quanto ao fórum, é uma ideia interessante, mas requer tempo para gerir, e 2010 vai ser um ano muito exigente para mim.
    Confesso que tenho um projecto em mente que poderá envolver um, mas ainda é muito cedo para ter a certeza.
    Abraço,
    JR

  • Oi João!
    Só falei do fórum por causa da discussão dos comentários! :-)
    Vou continuar acompanhando sim, aguardando os artigos que você prometeu, porque acho que já li todos os artigos do blog!
    Um abraço!

  • Olá Sandra,

    Já leu todos os artigos, fantástico. Agora então está chegada a hora de pressionar o João para que escreva mais alguns.´

    Já leu tudo e ainda deu-se ao luxo de criar mais um blog.
    Parabéns e Felicidades no novo blog, depois diga o nome.

    Um abraço.

  • Pingback: O Melhor Sobre Keywords e Motores de Busca – O Melhor do WMPT em 2009 | Web Marketing PT()

  • Pingback: Como Pesquisar Keywords com o Google Squared (vídeo) | Web Marketing PT()

  • Eu criei o meu Blog recentemente e estou baseando ele todo nas dicas do WEB Marketing PT , você está sendo meu “professor”. É incrivel como a cada linha me interesso mais em ler o Blog. Gostaria de parabenizá-lo(s) pelo ótimo trabalho

  • Muito obrigado Lennon, é sempre bom termos feedback do nosso trabalho.
    E se for positivo, tanto melhor!
    Este tipo de comentários dá ainda mais motivação para continuar a publicar conteúdos para vocês, leitores e assinantes do blog.
    Espero que continue a acompanhar os conteúdos do Web Marketing e que estes o continuem a ajudar nos seus projectos.
    JR

  • Luciana

    Oi João!
    Dei uma sumidinha esses dias, mas hoje voltei a estudar seu site.
    Fiquei com dúvida neste artigo:
    “Tome nota do volume dos resultados que o Google lhe apresenta […]. Este indicador é importante, na medida em que, dá-lhe uma ideia da dimensão de resultados que o Google considera para cada termo que você está a procurar”.
    Certo, mas fiz a pesquisa do termo “Quadro Maternidade” e deu o resultado 3.510.000 e quando fui no Google Keyword Tool para ver o volume de pesquisas que esse termo recebeu, o nº apareceu baixo, 590. Fiquei com dúvida se é ou não uma boa palavra chave.
    Ter o volume de resultados alto no google não significa que a palavra chave é bem procurada?
    Obrigada desde já!
    Abraço.

  • Olá Luciana,

    Estou a pensar desenvolver mais este tema no futuro, mas para já e de forma mais breve:

    Quando faz a pesquisa no Google para ver quantos são os resultados, se a keyword tem mais de uma palavra (que é o caso), deve colocá-a entre aspas (ou comas) e realizar a pesquisa assim.
    Se fizer isso, vais ver que o resultado é apenas de cerca de 141.000 resultados. (pelo menos foi o que me deu a mim)
    Considerando este número, parece-me uma keyword boa e fácil de obter bons rankings.
    Além disso, o Google exibiu imagens na primeira página, o que pode ser outra forma de conseguir bons posicionamentos, desde que tenha as suas imagens optimizadas. Veja este vídeo: http://www.webmarketingpt.com/seo/chegar-a-primeira-pagina-do-google-usando-imagens-video/

    Espero ter ajudado.
    Abraço,
    JR

  • Luciana

    Oi João!
    Agora entendi!
    Posso tirar mais uma dúvida? rsrs
    Quando vou otimizar o título e a descrição do site (fatores on-page),também devo utilizar até 3 palavras chaves? Ou isso depende da palavra chave que eu quero otimizar?
    Na verdade, gostaria de otimizar uma frase “Decoração para o quarto do bebe” (que abrange todos os produtos que eu faço e acho que seria a primeira frase que uma grávida procuraria no google), é possível?
    Aguardo.
    Abraço e obrigada novamente!

  • Oi Luciana,
    Quando falo em palavras-chave ou keywords, estou a falar de uma palavra ou conjunto de palavras que formam uma expressão.
    Neste caso estamos a falar de uma keyword apenas e não de 3.

    O que acontece é que a sua keyword é uma keyword long tail, isto é, tem mais de 2 palavras, o que, teoricamente, torna mais fácil conseguir bons rankings.

    No entanto algo genérico como decoração para quarto de bebe, deve ser uma keyword de uma página genérica, pois há-de ter categorias mais específicas dentro desse tópico, e nessas páginas então deve optimizar para esses termos mais específicos.

    Abraço,
    JR

  • Luciana

    Oi João,
    O que seria uma página genérica? A homepage?
    Abraço, Luciana.

  • Olá Luciana,
    Sim a homepage seria uma página mais genérica.

    Abraço,
    JR

  • Pingback: O Google Publicou o Google Zeitgeist 2010 | Web Marketing PT()

  • Pastor Joao Laudir Teixeira

     Rapaz! Sempre tive dificuldades em trabalhar com as Keywords. Esta tua matéria veio a me ajudar em bastante. Parabéns pela matéria.

  • @google-c6dcc11ca74db0327c80325fc536e840:disqus  Olá e bem-vindo ao Web Marketing, Pastor Joao.
    Ainda bem que o artigo lhe foi útil.
    Eu tento escrever os conceitos de forma prática, o que, a meu ver, é sempre mais produtivo para quem lê.

  • este realmente é um super tutorial!

  • Obrigado pelo comentário :)

  • SeverinoSalesdiniz

    ÓTIMAS DICAS!

  • Obrigado Severino!
    Se gostou, experimente assinar a newsletter e fica por dentro de todos os conteúdos que são publicados no WebMarketing, além de vantagens exclusivas para assinantes.