O Que é Malware e Como o Malware Influencia o SEO

Otimizar dá trabalho, e muito, só quem passa muito tempo esmiuçando todas estas técnicas sabem o quanto podem ser dificultoso gerar conteúdo de relevância e importância para os usuários (ou que pelo menos seja assim considerado pelo robôs do Google). Então imagine se depois de todo esse trabalho você consegue atingir um posicionamento satisfatório nos mecanismos de busca e de repente este posicionamento cai, e a relevância do seu site despenca junto.

malware-seo

Quando isso acontecer e você verificar uma queda busca nos rendimentos, você pode pensar que de fato seu conteúdo perdeu a relevância e trabalhar maciçamente mais para conseguir melhorar seu posicionamento parece uma boa saída não é mesmo?

Este artigo é da autoria de Adriano Luz do Afiliados na Web.

Mas e aí você otimizou novamente, reviu seus conceitos, se atualizou, trabalhou tanto e procurou as novidades mais interessantes e publicou e mesmo assim seu site continua despencando cada vez mais. O que fazer então?

Já cogitou a ideia de um malware desenvolvido para atingir diretamente a otimização de seu site?

Talvez pareça um tanto ilógico, se você nunca parou para pensar sobre esta situação, mas de fato há. E nossa intenção aqui é alertar você quanto a estes inimigos da otimização.

O QUE É UM MALWARE

A palavra Malware tem origem inglesa, que provem do termo malicious (mal) e software(ware), ou seja podemos classificar com um software desenvolvido com intenção de prejudicar um sistema computacional, a fim de causar dano ou roubo de informações , alem de poderem altera conteúdo de paginas.

Vale citar também que qualquer programação desenvolvida legalmente que por ventura teve falha (seja esta intencional ou não) que passa a desempenhar o papel classificatório de malwares, também se torna um. Entre os malwares consideraremos vírus, worms, spywares e cavalos de Tróia.

OS MALWARES INFLUENCIANDO O SEO

Há dois tipos de malwares que são direcionados diretamente para influenciar a otimização do seu site, são eles:

A invasão com objetivo de criar conteúdos ou links que gerarão direcionamento para outros sites, este tipo de malwares pode ser invisível por serem direcionados principalmente a paginas e menor relevância ou acesso do site.

O outro é o direcionamento de usuários a outras paginas e ate mesmo (o que é pior) sites maliciosos, este tipo de situação é mais visto em sites de grande numero de acessos, pois a intenção é além de criar os direcionamentos citados, é também de roubar senhas de acesso e outros dados de usuários.

Ambas as invasões são  imperceptíveis e rápidas e como os algoritmos desenvolvidos pelo Google possuem meios de rastreamento de estes links maliciosos , quando identificados o próprio Google realiza bloqueios internos que resultarão na diminuição de relevância de seu site impactando diretamente nos seus méritos.

O Google Webmaster possui capacidade de rastreamento destes malwares e assim que identificados envia mensagem automática ao seu painel alertando quanto a possibilidade deste tipo de invasão, caso isso ocorra siga os passos informados, mas ainda sim você mesmo pode realizar este tipo de analise manualmente, pelo menos uma vez ao mês ficando atento a plugins que possam ter sido adicionados ocultamente , atente-se também a javascripts desconhecidos alertando-se a termos usuais neste tipo de código que comumente são apresentados como “eval”, “decode” e “escape”.

Estas são as características de ações dos Malwares que podem o levar a perder preciosas posições nos resultados das buscas. Fiquem atentos!

GOSTOU DESTE CONTEÚDO?
ASSINE GRATUITAMENTE E RECEBA TODOS DICAS NO SEU EMAIL!

A sua privacidade é garantida a 100%!