A Realidade Aumentada no Futuro das Vendas

A realidade aumentada é uma ferramenta que hoje em dia ainda não se conseguiu estabelecer na vida de todos os dias – ainda são poucos os que sabem trabalhar com os Códigos QR (Códigos que permitem a leitura da R.A. por dispositivos eletrónicos) e ainda menos os que se interessam por aprender. No entanto, começam a surgir ideias que demonstram o peso que esta tecnologia terá num futuro próximo.

Realidade Aumentada

Este é um guest post da responsabilidade de Rui Carreira – Gestor de Comunicação BeProLine

Ficam três ideias pioneiras interessantes:

O museu de Londres criou e publicou uma aplicação que utiliza a Realidade Aumentada para mostrar ruas de antigamente – Uma viagem no tempo que brevemente será possível em todo o mundo. Se esta tecnologia fosse utilizada em Portugal, imagine estar a ver Fernando Pessoa a beber café na Brasileira ali ao seu lado, passear nas ruas antigas de Lisboa etc… Uma verdadeira experiência única.

Por outro lado, de um ponto de vista mais prático, a Zugara criou o amplamente premiado WSS (Webcam Social Shopper) que fez sucesso como ferramenta de visualização para lojistas on-line. Esta tecnologia permite que o utilizador interaja com os produtos – que possa experimentar roupa, colocar chapéus e ver como fica com aqueles óculos de sol caríssimos antes de os comprar.

O software, além de ser bastante útil para os clientes, é também útil para os retalhistas, que o podem configurar em menos de um dia e precisam apenas do programa e de uma webcam.

A título de curiosidade, experimente uma roupinha, a Zugara disponibilizou um demo gratuito aqui.

Por último, a BMW está a preparar um programa de Realidade Aumentada que é de ficar de boca aberta – veja como ficará no seguinte vídeo:

As possibilidades são muitas e, como todas as tecnologias na sua fase inicial, ainda não se sabe até que ponto se pode “esticar a corda” com ideias radicais, mas os pioneiros decerto farão com que a sua marca ou mesmo a sua identidade pessoal se destaquem utilizando esta espantosa ferramenta.

Por agora, se estiver constantemente a utilizar o seu leitor de QR do iPhone e Androids, espero que a sua bateria não esteja viciada, o consumo é ainda uma grande limitação.

Ficou entusiasmado? É mesmo caso para isso, prevê-se uma revolução visual para breve.

Não se pára o progresso, e como neste espaço o progresso é tema central, serão certamente de se esperar mais publicações com este tema.

Ficou com alguma dúvida em relação à Realidade Aumentada?

Contacte-me:
marketing.dep@beproline.com

Rui Carreira – Gestor de Comunicação BeProLine – www.beproline.com