Como Aumentar as Visitas ao Meu Blog ou Site – 1 de 9 – Optimizar o Meu Site (SEO)

Após ter escrito o artigo como aumentar as visitas ao seu site ou blog gratuitamente, fique com a ideia que valia a pena entrar em maior detalhe sobre cada uma das forma de aumentar as visitas que analisei nesse artigo, por isso resolvi iniciar uma série de 9 artigos que penso serem muito interessantes para quem está interessado em saber como pode aumentar as visitas do seu site ou blog, e nos quais vou abordar cada um dos itens falados nesse artigo, mais 2 que adicionei entretanto.

A Optimização de Sites para os Motores de Busca, é, sem dúvida, o tema que aborda aspectos mais técnicos entre os temas abordados nesta série de artigos. No entanto, é importante que esteja ciente do poder e dos efeitos da aplicação desta técnica.

seo

Como é óbvio, não irei entrar em grande detalhe sobre SEO e a sua aplicação, até porque publiquei aqui no blog há bem pouco tempo um Mini-Curso sobre como optimizar o seu site ou blog para o Google, mas tentarei, de forma sucinta, abordar os seus principais aspectos, para que possa ter uma ideia mais concrecta das suas vantagens.

Como referi em artigos anteriores, ao abordarmos o tema de SEO, temos de considerar 2 aspectos distintos, mas que se complementam:
– factores “on-page”
– factores “off-page”

Uma vez que já expliquei o que cada um representa, vou então entrar em algum detalhe, sobre como utilizar estes factores para aumentar o factor de optimização do seu site.

Factores on-page:

– A(s) keyword(s) de optimização, são as palavras para as quais pretende ter o seu site optimizado, logo deve considerar colocar essa(s) keyword(s) nos pontos chave do seu site.

a) Tag <Title>:

– o título do site (título da página que é visível no browser). No código do site corresponde à Tag <Title> deve conter a(s) keyword(s) de optimização. A Tag <Title> deve ser a primeira Tag imediatamente a seguir à Tag <Head> (cabeçalho).
– a densidade ou peso da Keyword na tag <Title> (keyword density) na tag <title>, deve ser equilibrada de forma a que os motores de busca reconheçam a importância da keyword para o seu site, mas sem exageros, pois corre o sério risco do excesso de utilização de uma keyword ser encarado como SPAM por parte dos motores de busca. Se isto acontecer pode ser bastante penalizado. Por isso aconselho alguma cautela.

b) META Tags:

Há quem discorde da importância das META Tags, mas independentemente disso, na minha opinião, apesar de não terem a importância que já tiveram no passado, continuam a ser um aspecto a considerar.
As Tags META, são constituídas pelas tags META keywords e META Description. A primeira diz respeito às keywords relaccionadas com o tema do site, e a segunda, com a descrição do mesmo.
Em abmos os casos, também há que considerar a utilização inteligente da(s) keyword(s) de optimização, pois, se uma utilização escassa da keywork pode ser insuficiente, uma utilização excessiva com diversos prefixos ou sufixos, vai resultar na diminuição do peso e densidade da keyword.

c) Texto do Conteúdo do Site

Os motores de busca consideram o conteúdo do site, tudo o que está presente entre as tags <body> e </body>.
À semelhança dos pontos anteriores, aqui também é importante a utilização inteligente da(s) Keyword(s) na medida adequada.
Segundo alguns experts, o peso da keyword no corpo do site deve estar algures entre 4% e 7%, de forma a ser representativa, sem se tornar excessiva ou com uma utilização descabida ou “anormal”.
Aqui há que ter alguma atenção às variantes (termos relacionados) da keyword. Por exemplo, se se trata de um site de web hosting, os motores de busca, consideram também variantes como, host, webhost, etc.
Se for possível, também é aconselhável ter a presença da keyword junto ao início e ao fim das tags <body> e </body>, respectivamente.

d) Links Internos

A presença de links internos, ou seja, links para outras páginas dentro do mesmo site, é importante para informar os motores de busca da relação da keyword com outras páginas e conteúdos do site.
É importante que tenha links internos, mas que saiba usá-los efectivamente.
Para isso, utiliza-se o “Anchor Text” ou texto âncora.
O texto âncora é o texto que tem a hiperligação.
Imagine a frase: “Para saber mais sobre mesoterapia, clique aqui”, em que as palavras “clique aqui” é que têm a hiperligação para outra página. Neste exemplo, o texto âncora é “clique aqui”.
A não ser que pretenda optimizar o seu site para o termo “clique aqui”, é uma opção inteligente alterar o texto âncora.

e) Optimização das Imagens do Site

Num vídeo recente, demonstrei o poder que a optimização das imagens tem, podendo até, colocar o seu site na primeira página do Google.
No exemplo que analizei nesse vídeo, ao fazer uma pesquisa pelo termo “sacos de papel”, no 4º resultado, o Google colocou resultados de imagem para sacos de papel. Clicando na primeira imagem desses resultados, fui direccionado para um site, que não estava presente noutro resultado na primeira página, a não ser através desse registo da imagem. Ao visitar o site e ao analisar a imagem, pude mostrar que esta tinha sido optimizada para o termo que pesquisei, daí o Google tê-la incluído nos resultados da minha pesquisa.
A relação entre o ficheiro de imagem e o conteúdo da imagem, é feita através da Tag <ALT>. Deve aproveitar esta tag para colocar o texto a que a imagem diz respeito, eventualmente com a presença da keyword.

Tem contemplado todos estes aspectos no seu site ou blog?

Como Ganhar Dinheiro na Internet – Vídeo

Omês passado escrevi um artigo onde abordava as principais formas utilizadas para ganhar dinheiro na Internet.

Com o intuito de explicar um pouco melhor o conteúdo do artigo, resolvi fazer um vídeo onde falo um pouco sobre cada uma delas. O objectivo do vídeo não era tanto entrar em detalhe sobre cada uma, mas sim, explicar um pouco melhor e de forma mais interactiva o conteúdo do artigo.

Se já leu o artigo que fala sobre como ganhar dinheiro na Internet, provavelmente não terá muito a ganhar ao ver este vídeo, a não ser que tenha ficado com alguma dúvida. Caso contrário, vale a pena ver.

Espero que goste!

Gostava de ter a sua opinião sobre o conteúdo do vídeo. Deixe o seu Comentário!

Como Escolher as Melhores Keywords – Guia Passo a Passo

Quando está a pensar lançar um blog ou site num determinado nicho de mercado online, deve fazer algumas pesquisas e análise de keywords (palavras-chave) para avaliar a sua viabilidade, antes de se lançar de cabeça.
Além da análise da concorrência já existente nesse nicho, que deve ser um passo obrigatório, pois é importante perceber o que é que já existe, qual a sua dimensão, etc, a análise de keywords pode ser muito importante para o desempenho do seu blog ou site.

Saber pesquisar e escolher as keywords pode ser uma vantagem, que pode colocar o seu blog em pouco tempo na primeira página do Google.

Como Escolher as Melhores Keywords - Guia Passo a Passo

1 – Faça uma Lista Inicial
Tente fazer uma listas das keywords que lhe interessam e que estão relacionadas com o nicho que está a estudar. Escolha bem as keywords, de forma a que não sejam genéricas demais, mas simultaneamente tragam um volume significativo de tráfego para o seu site.
Igualmente importante é que essas keywords tragam tráfego de qualidade. Muito, não significa bom.

Usando o exemplo do termo “telemóveis”, possivelmente não faria muito sentido pois é uma keyword muito genérica e com muita concorrência, mas se optar por uma keyword mais específica como “telemóveis Nokia” ou “Nokia N97”, as probablidades de conseguir um bom ranking, assim como de atingir uma audiência mais qualificada, é bastante superior. O exemplo não é o mais feliz, mas serve para ilustrar o que quero dizer.

2 – Pesquise e Analise
Faça pesquisas no Google por todos os termos relacionados. Preste atenção aos resultados que encontra na primeira página, analise o conteúdo desses resultados para ficar com uma ideia mais precisa sobre o tipo de conteúdos já existentes.

Esta informação vai-lhe ser útil, por 2 motivos:
– permite-lhe perceber o tipo de conteúdos que estão bem posicionados para os termos que está a analisar
– permite-lhe saber que conteúdos já existem para não correr o risco de fazer exactamente a mesma coisa, já que isso não lhe trará nenhuma vantagem, até pelo contrário. Se for igual ao que já existe, dificilmente vai conseguir boas posições nas pesquisas e também será muito difícil atrair pessoas ao seu blog, uma vez que é apenas mais do mesmo.

3 – Recolha o Volume de Pesquisas
Tome nota do volume dos resultados que o Google lhe apresenta e que pode ver no canto superior direito.
Este indicador é importante, na medida em que, dá-lhe uma ideia da dimensão de resultados que o Google considera para cada termo
que você está a procurar.

4 – Analise o Volume das Pesquisas
Agora que está na posse da informação sobre o mercado, utilize o Google Keyword Tool para ver o volume de pesquisas que esses termos recebem, assim como, a dimensão da concorrência nesse nicho.
Os temros que tiverem um volumen muito baixo, não são uma boa aposta. Tenha cuidado com este aspecto para não acabar a falar sozinho, pois se não houver procura, muito provavelmente é o que irá acontecer.

5 – Utilize o Google Insights for Search
Utilize o Google Insights for Search para perceber a tendência das pesquisas que são feitas por esses termos. Se for uma tendência crescente tanto melhor, caso contrário, tenha alguma cautela, pois poderá ser algo que está a cair em desinteresse de uma forma geral, e este será um bom indicador no sentido de não se lançar nesse nicho.

6 – Escolha o Domínio para o seu Blog ou Site
Na posse da lista de keywords, bem como de toda a informação que recolheu anteriormente, pode agora, proceder ao registo do domínio.
Pessoalmente, não aconselho que faça o registo no início do processo, o que por acaso, até é um erro crasso que me parece que muita gente ainda faz.
Registar um domínio sem saber o suficiente sobre as keywords e o nicho em si, pode ser um perda de tempo., uma vez que, a colocação de uma boa keyword no domínio, embora não sendo obrigatório (porque não é), juntamente com outros factores, pode ajudá-lo a obter boas posições nas pesquisas que forem efectuadas nos motores de busca.

Seja prudente, e analise bem as keywords e os respectivos números, antes de se lançar de cabeça.
Uma boa preparação pode ser meio caminho para o sucesso.

Boa sorte!