Bla Bla Blaving – Nova Geração de Rede Social

O Blaving é uma nova rede social, que adiciona um novo fator ao jogo do Social Media: a voz!

Muito semelhante ao Twitter, o Blaving, mas ainda em versão Beta, veio mudar a forma como abordamos as redes sociais, ao permitir-nos partilhar curtas gravações de voz como mensagens.

Ao contrário do Twitter que funciona com base na escrita, o Blaving funciona através de voz. Desta forma, podemos gravar curtas mensagens de voz e partilhá-las tanto no Blaving como nas outras redes socias, pois o Blaving já disponibiliza os respetivos botões para partilha no Twitter, Facebook e Orkut.

Dispõe de uma versão em Português (BR), o que dá sempre jeito para os utilizadores que estão menos à vontade com o inglês e já dispõe de apps gratuitas para telemóveis Iphone, BlackBerry, Nokia, etc, de forma a poder gravar e postar as suas mensagens através do telemóvel, o que, na minha opinião, muito interessante.

Encontrei este vídeo no site deles onde explicam como se utiliza o Blaving e que achei interessante partilhar aqui:

Infelizmente não se encontra muita informação sobre os responsáveis do Blaving no próprio site, pelo que não encontrei nada de informativo que possa partilhar aqui consigo, no entanto, posso adiantar que é muito fácil de usar, e embora ainda não tenha gravado nenhum blav, já me inscrevi (o meu perfil aqui) e vou testar muito brevemente.

Já agora, dispõe de uma funcionalidade muito interessante que está relacionada com a personalização do seu url no Blaving, isto é, o seu nome de utilizador passa a fazer parte do url, tal como no Twitter, o que facilita a sua memorização. (exemplo: http://www.blaving.com/WebMarketingPT )

Já conhecia o Blaving? O que acha desta rede social?

Egípcio Chama Filha de Facebook e Conferência Ser Freelancer em Portugal

Um egípcio resolveu chamar a sua filha de Facebook!

Após os tumultos que se verificaram no Egipto, e que resultaram no afastamento do “presidente” Hosni Mubarak, um egípcio resolveu dar um nome à sua primeira filha um pouco diferente do “normal”.

Tem uma explicação, que é curiosa, mas não deixa ser um caso insólito.

Enquanto duravam os protestos no Egipto, as pessoas estavam a utilizar as redes sociais (Twitter e Facebook) para partilhar informação, organizar protestos e manifestações e mobilizar pessoas. Como tentativa desesperada de não permitir esta partilha de informação, o regime da altura implementou um bloqueio generalizado à internet em todo o país.

Como forma de celebração pela vitória da revolução e queda do regime, um egípcio decidiu chamar a sua filha de Facebook Jamal Ibrahim.

Parece que já estou a imaginar quando chegar a hora do jantar lá em casa:

“Facebook, chama o Twitter e venham os dois para a mesa!” 🙂

Conferência Ser Freelancer em Portugal

O Ser Freelancer, um site já divulgado aqui no Web Marketing, através da sua mentora Ana Martelo, que venceu o Passatempo de Natal 2010, vai organizar um Workshop em Aveiro que se destina a provar que é possível criar o próprio emprego, mesmo em tempos de “crise”, e com isso ultrapassar as dificuldades financeiras.

O seguinte texto consta do email que me foi enviado a dar conhecimento do evento e é da exclusiva responsabilidade da remetente (Ana Martelo):

O SerFreelancer.com (nomeadamente, a sua administradora, Ana Martelo) vai realizar um Evento, em Aveiro, que tem como principal objectivo mostrar que não é impossível criar o seu próprio emprego numa altura em que a conjuntura nacional se mostra negativa.

Este é um evento que vai reunir 8 profissionais de áreas distintas, mostrando assim que quando há empenho e dedicação é possível tornar-se um excelente profissional da área desejada em Portugal e ainda tirar muitos frutos disso.


Objectivos do Workshop:

Com o objectivo de dar a conhecer um pouco mais do Mundo Freelancer a todos os possíveis interessados, a proposta da conferência vem no sentido de informar e retirar todas as possíveis dúvidas relativas ao início de actividade, em 8 áreas distintas.

Como o Mundo Freelancer abrange diversas áreas, o melhor mesmo seria encontrar uma forma de abranger o máximo de áreas possível, não deixando assim qualquer interessado sem ajuda. Por isso, reuni 9 profissionais para darem a conhecer os passos base para quem quer começar em cada área (sendo estas: Programação Web, Blogging, Formação, Fotografia, Jornalismo/Produção de Conteúdo, Tradução, Design e Contabilidade).

O orador da área de contabilidade, tem o principal objectivo de explicar passo a passo as legalidades de se tornar Freelancer em Portugal, estando disposto ainda a tirar todas as dúvidas que possam existir sobre esta questão legal.

Os oradores, de áreas completamente distintas, têm como principal objectivo ajudar todos os interessados a iniciar a sua carreira, isto é, dar as indicações necessárias para saber por onde começar e quais os cuidados iniciais, assim como onde será possível encontrar clientes ou procurar trabalhos e até mesmo ideia geral dos preços praticados no panorama nacional.

Local: Auditório do IPJ – Aveiro
Dia/Hora: 2 de Abril de 2011 – 10h-19h
Inscrições: 35€/40€ (www.freelancerportugal.com)

Tem um evento para divulgar?

Contacte-me e forneça-me a informação necessária, de forma a poder divulgá-lo no Web Marketing.

Desejo todo o sucesso à Ana Martelo e ao SerFreelancer para este evento e a todos uma excelente semana!

Social Media: Porque é Que As Pessoas Seguem Os Sites, Marcas ou Empresas

Não é novidade que divulgar sites, empresas, marcas ou serviços através das redes sociais, é uma boa estratégia, não só em termos de captação de tráfego para um site ou blog, como em termos de negócio direto ou decorrente desse tráfego proveniente dessas redes sociais.

No entanto, é importante perceber como se deverá fazer uma abordagem correta em Social Media, antes de avançar com uma abordagem que não se traduza na concretização dos seus objetivos.

Sejamos francos, as pessoas estão nas redes sociais porque gostam, os webmasters e bloggers porque querem dar a conhecer os seus projetos e captar tráfego para os mesmos, e as marcas porque querem gerar negócio e notoriedade. Mais coisa aqui, menos coisa ali, mas este é o Bottom Line!

Podemos analisar várias formas de entrar e de estar presente nas redes sociais, os seus benefícios e inconvenientes, mas a realidade é que, se não souber como atingir o seu objetivo, não só se traduz numa enorme perda de tempo, como ainda pode sair prejudicado, por ter escolhido o caminho errado.

As redes sociais não são tecnologia, não são o site A ou o site B, as redes sociais são pessoas!

Por isso, mais que saber como funcionam as redes sociais, é importante saber como funcionam as pessoas.

Por mais ou menos tecnologia que tenha no seu arsenal, por mais ou menos orçamento, por mais ou menos conhecimento, serão sempre as pessoas que ditarão o sucesso ou insucesso da sua iniciativa.

O “segredo” do sucesso nas redes sociais, é perceber exatamente isto e basear toda a sua abordagem a pensar nas pessoas.

Para dar uma ajuda para aumentar esta perceção, recolhi um gráfico que ajuda a perceber um pouco o que move as pessoas para seguirem as marcas ou empresas, e que serve para os sites também.

Além do óbvio, que é o fato das pessoas terem interesse num determinado tema que seja abordado por um site, marca ou empresa, existem mais alguns fatores que podem fazer toda a diferença no resultado da sua abordagem em Social Media.

Porque é que as pessoas se tornam fãs ou seguem as Marcas/Empresas

Como pode ver no gráfico, existem alguns pontos que pode juntar na sua receita de Social Media, de forma a que o sucesso da sua estratégia fique mais acessível e minimize o risco de insucesso.

Claro que, como já disse inúmeras vezes, na base de tudo, deverá estar sempre o propósito de acrescentar valor.

Acrescentar conhecimento, valor, algo que beneficie os interessados no seu tema, algo que lhes melhore a vida, de forma que eles sintam que valeu a pena dedicar-lhe aquele tempo e lhe reconheçam valor a si.

Não interessa dar muito, o que interessa é que o se dê, seja o que as pessoas querem receber.

Com isto, espero ter ajudado a melhor clarificar algumas questões importantes sobre a abordagem às redes sociais, e que reconheça valor neste artigo também 🙂

Se tiver dúvidas ou questões sobre este tema, deixe um comentário, que eu – como sempre – respondo com todo o gosto!

Google e Facebook com Novidades

O Facebook e o Google presenteia-nos com novidades mais ou menos em simultâneo.

Facebook lançou recentemente novidades no que diz respeito ao layout das páginas, bem como algumas novas possibilidades.

Confesso que ainda não tive oportunidade de explorar todas estas novidades à data de publicação deste artigo, mas vou certamente fazê-lo muito brevemente.

Novo Layout e Funcionalidades para as Páginas do Facebook

Comecemos pelo Facebook. O Facebook lançou recentemente um novo layout para as páginas, juntamente com novas funcionalidades, com o objetivo de aumentar as possibilidades de interação com os fãs.

Confesso que uma desta novidades era algo que eu sempre achei básico e fundamental para que facilitar/melhorar o trabalho de quem mantém uma página no Facebook. Refiro-me à primeira da lista que se segue.

As novidades são as seguintes:

  • envio de notificações para o titular da página, quando os fãs interagem com a sua página ou com as suas publicações
  • criação de um local para colocação de fotos no topo da página
  • um feed de notícias para a página (até agora era possível, mas apenas através de aplicações específicas para o efeito)

Quem tiver páginas no Facebook, tem a opção de mudar a sua página antecipadamente, pois a 10 de Março todas as páginas serão alteradas para o novo layout e terão todas as novas funcionalidades.

Parecem boas notícias, já que sempre achei e ainda acho que existem muitas restrições. Algumas conseguem ultrapassar com a utilização de aplicações do Facebook, outras já não.

Já agora, não consigo confirmar que todas estas alterações já estejam disponíveis para todas as páginas na data de publicação deste artigo.

Dupla Autenticação das contas Google

Já o Google, disponibiliza a todos os utilizadores que têm conta no Google, seja por usar o Gmail, Webmaster Tools, Google Analytics, etc, um nova funcionalidade para aumentar a segurança de acesso a estas contas.

Chama-se two factor authentication, ou 2 step verification, e é uma nova funcionalidade que vem aumentar a segurança da sua conta do Google.

Já foram reportadas várias situações de hackers conseguirem o acesso a contas do Google, por isso foi lançada esta nova funcionalidade.

Essencialmente, o que muda é que, agora, permite-lhe aumentar a segurança de acesso à sua conta, através da adição de um segundo fator de identificação/autenticação, como por exemplo, o seu nº de telemóvel.

Mesmo que alguém consiga a sua password, isso será apenas parte do que necessitam para aceder à sua conta.

Para saber mais sobre esta nova funcionalidade do Google, pode ver a notícias publicada no blog do Google.

Espero que goste das novidades. Eu vou explorá-las melhor logo que possa.

O que acha destas novidades? Acha que são úteis?

A Timeline Das Redes Sociais em 2010

As Redes Sociais foram um dos focos mais intensos de atenção dos utilizadores da internet em 2010.

Embora o conceito de rede social não seja um conceito novo, o seu crescimento é algo impressionante, como é o exemplo do Facebook que em 2010 atingiu a marca do 500 Milhões de utilizadores. No tanto, muito mais aconteceu além disso e neste infográfico, estão ilustrados os mais relevantes acontecimentos relacionados com Social Media no ano passado. Vale a pena ver!

A compilação foi feita pelo site MindJumpers e tem bomo base várias fontes de informação. No entanto, como ilustração achei muito interessante e resolvi paratilhar com os leitores do Web Marketing.

Espero que goste, e já agora deixe a sua opinião!

Como é que você sentiu esta evolução?

Facebook Marketing: 7 Dicas Úteis Para Divulgar o Seu Site no Facebook

Como todos sabemos, o Facebook é a maior rede social do mundo com números verdadeiramente impressionantes em termos de visitas, tráfego, utilizadores, visibilidade, etc. Só em Portugal, já são perto de 3 milhões de utilizadores.

Por estes motivos, torna-se cada vez mais relevante fazer parte do Facebook e utilizar todo o seu poder para captar tráfego e negócio, e por isso mesmo, resolvi juntar 7 dicas úteis para utilizar o Facebook para divulgar o seu site e captar leads e negócio.

Facebook Marketing

1. Criar um Perfil Pessoal Aberto

Ao criar um perfil no Facebook, é possível escolher quais os itens que serão públicos e os que serão privados ou apenas para os amigos.

Considerando que estamos a pensar ganhar visibilidade, não faz sentido bloquear o acesso a informaçao. Sim, colocamos a descoberto alguma informação pessoal, mas também não precisa de aí colocar a história da sua vida. Nem tão pouco é isso que deverá ser feito.

Além disso, o tipo de informação que fica visível, é informação inofensiva, e permite-lhe dar uma breve ideia que quem está “do outro lado”.

Por outro lado, ao colocar aí alguma informação, mostra interesse em dar-se a conhecer (por pouco que seja) e abertura para conhecer pessoas e estabelecer relações e contato com outros.

2. Criar uma Página no Facebook

As páginas do Facebook, são excelentes ferramentas de marketing, quando bem utilizadas.

Permitem-lhe entre muitas coisas, estabelecer uma comunicação próxima com as pessoas que estão interssadas nos assuntos que você trata, seja através da publicação de notícias, publicação de media (vídeos, imagens, etc), realização de concursos/passatempos, outros eventos, criar uma lista de fãs/seguidores, etc.

Através da criação da sua página do Facebook, irá permitir aos seus fãs e interessados, estarem atualizados com as informações que você nela publica, mas esta informação também será publicada na página de perfil dos fãs da sua página, ganhando ainda mais visibilidade para todos os seus amigos e utilizadores que vistarem as páginas destes fãs. Veja o exemplo da página do Web Marketing no Facebook.

Aproveite e veja este artigo onde eu explico como personalizar o endereço da sua página no Facebook.

3. Divulgar a sua Página

O passo seguinte será, naturalmente, dar a conhecer ao mundo a sua página do Facebook.

Poderá ser um bom ponto de partida, começar pelos seus amigos mais próximos e depois ir alargando o alcance a outras pessoas.

Um grupo de amigos, por pequeno que seja, já poderá dar uma boa visibilidade aos seus conteúdos, uma vez que estes também serão publicados nas suas páginas de perfil, estando assim visível para os amigos dos seus amigos.

Esta componente viral, é muito importante para poder aumentar a exposição e visibilidade dos seus conteúdos, de forma a aumentar a sua lista de fãs.

4. Conseguir mais Gosto’s

O botão “Gosto” passa agora a ter muito mais relevância no seu marketing, pois é a forma dos utilizadores se tornarem fãs de uma página no Facebook e de esta ganhar mais visibilidade.

Tal como acontece no seu site ou blog, para conseguir mais assinantes, é necessário publicar conteúdo com real valor. No Facebook não é diferente.

Se publicar conteúdo com qualidade, isso será reconhecido e a probabilidade de haver mais pessoas a tornarem-se fãs aumenta exponencialmente, dando assim mais visibilidade aos seus conteúdos e à sua página.

5. Junte-se a Grupos

Outra forma de conseguir chegar até pessoas que partilham os mesmos interesses que você, ou pelo que você tem para oferecer, é através de Grupos do Facebook.

Grupos, como o próprio nome diz, são aglomerados de utilizadores do Facebook que partilham um determinado interesse.

Imagine o conceito de um fórum, mas limitado a utilizadores do Facebook. É assim que funcionam os Grupos no Facebook.

Mantendo sempre o respeito pelos restantes membros, através dos Grupos, poderá participar em discussões e adicionar valor às conversas em curso, além de que, também poderá publicar tópicos seus.

Desta forma, poderá facilmente chegar ao seu target de uma forma menos agressiva e contextualmente mais “amigável”.

Escusado será dizer que entrear por um grupo a dentro e começar a submeter informaçao à toa, irá levar a um mau desfecho, como ser banido ou ganhar a reputação de spammer, oq ue é exatamanete o contrário do objetivo que se pretende atingir.

6. Interligar o Seu Site e Blog ao Facebook

Como forma de aumentar a exposição da sua página do Facebook, bem como aos utilizadores tanto do Facebook como do seu site ou blog, é aconselhável ligar ambas as plataformas estabelecendo assim uma ponte de navegação que permitirá aos visitantes do seu site, juntarem-se a si no Facebook, e segui-lo também aí.

Nem todos os utilizadores, gostam de assinar newsletters por email, ou de utilizar os RSS Feeds, e assim você disponibiliza aos visitantes do seu site mais uma forma de subscrição e acompanhamento dos seus conteúdos, num ambiente que lhes é cómodo e familiar.

Além disso, se um visitante do seu site ou blog, quiser partilhar um determinado conteúdo que lá encontrou com os seus amigos, poderá fazê-lo de forma mais fácil, rápida e intuitiva.

7. Usar o Facebook Advertising

A publicidade no Facebook é um meio muito bom para divulgar a sua página para os utilizadores desta rede social.

Os utilizadores quando estão a ver a sua publicidade, estão nesse momento logados no Facebook, o que facilita a sua “aderência” a uma acção que envolva o Facebook, ao contrário do ponto anterior.

Seja como for, o Facebook em termos de publicidade, disponibiliza a possibilidade e segmentar o alvo da sua campanha com base em vários tipos de informação, como são, o sexo, idade, localização, gostos/interesses, entre outros.

A combinação de alguns fatores, permite-lhe criar uma campanha mais direcionada ao target que pretende chegar com a sua mensagem.

Está a utilizar todo o poder do Facebook para captar tráfego e negócio?

Como está a ser a sua experiência com o Facebook?

Face to Facebook: Resultados do Estudo Sobre as Marcas No Facebook

Depois de ter falado recentemente aqui no Web Marketing sobre o estudo Face to Facebook realizado pela Netsonda, venho agora publicar alguns resultados que tiveram a amabilidade de me enviar.

Devo dizer que são resultados muito interessantes e que nos ajudam a perceber um pouco melhor da relação entre os Facebookers (utilizadores do Facebook), e as marcas que lá estão presentes. Além de que também acho que ajuda a enquadrar a forma como nós estamos presentes com os nossos sites.

Sem mais demoras, aqui ficam alguns dos resultados:

  • 55% dos inquiridos gostam de páginas de empresas, marcas ou produtos (em Junho de 2010 este valor era de 37%);
  • 78% dos inquiridos utilizadores do Facebook estão sempre ligados ou ligam-se pelo menos uma vez por dia;
  • Facebook apresenta um nível de Top of Mind de 84% e de Notoriedade Espontânea de 99%;
  • 58,2% dos inquiridos gasta até 1h por dia no Facebook;
  • Mais de um terço (37%) dos utilizadores já utilizam o Facebook para fins profissionais;
  • 91% dos inquiridos que “gostam” de páginas de marcas no Facebook consideram-nas credíveis;
  • Mais de dois terços dos inquiridos afirmam consultar os sites das marcas que seguem no Facebook, mas não de forma regular.

Depois da primeira vaga do estudo “Face to Facebook”, apresentado em Junho deste ano, a Netsonda apresenta a segunda vaga do projecto que visa estudar o Facebook e as marcas em Portugal. O objectivo é dar a conhecer e analisar aquele que é o site com maior crescimento em Portugal, país onde já acumula quase 3 milhões de utilizadores. Dados de Perfil e de Acesso à Internet, Redes Sociais, Hábitos e Atitudes e Páginas de Marcas no Facebook são os quatro grandes temas abordados.

Hábitos e Atitudes na utilização do Facebook

78% dos inquiridos estão sempre ligados ou ligam-se pelo menos uma vez por dia ao Facebook ou estão sempre ligados, através do computador e até mesmo telemóvel. As mulheres são o grupo que mais horas dedicam a esta rede social, tanto em regularidade como no tempo dispendido em cada ligação. A utilização do Facebook através do telemóvel quase que dobrou de Junho para Novembro, passando de 10,9% para 21,1% respectivamente.

Páginas de Marcas no Facebook

As páginas de grupos, como por exemplo causas sociais, são as preferidas de 72% dos utilizadores do Facebook, seguida das páginas de associações (51%). As páginas de empresas, marcas ou produtos atraem 55% dos inquiridos (em Junho de 2010 este valor era de 37%).
Mais de metade (58%) dos inquiridos afirma que passou a “gostar” de páginas de marcas para poder receber informação regular sobre estas e mais de um terço admite que a opinião/impressão sobre essas marcas melhorou depois de terem passado a segui-las no Facebook.

Estas são apenas algumas das conclusões apresentadas na segunda vaga do estudo “Face to Facebook”, realizado em Novembro através de inquérito online junto de uma amostra com origem no Painel Netsonda, constituído por mais de 70 mil participantes. A amostra final utilizada na análise dos resultados é composta pelos 1.007 indivíduos utilizadores do Facebook.

Para mais informações contacte:
Salvador P. Gouveia | salvador.gouveia@netsonda.pt | Tel.: 214 460 392/91 91 716 91

Minha Opinião

Na minha opinião, os resultados vêm reforçar a importância, não só de estar presente no Facebook, mas de saber estar presente. Este é, para mim, o verdadeiro “segredo” para ser bem sucedido no Facebook.

Ser bem sucedido não se mede pelo número de fãs, mas sim pela relação que é estabelecida com eles.

Vou falar mais sobre este tema no futuro próximo. Entretanto, espero que tenha gostado dos resultados do estudo!

Netsonda Apresenta Face to Facebook

Press Release

A Netsonda apresenta Face to Facebook, um estudo sobre a presença das marcas na maior rede social.

A Netsonda (www.netsonda.pt), empresa de estudos de mercado, vai publicar a segunda vaga do Face to Facebook, um estudo que pretende conhecer e analisar o maior fenómeno de media da actualidade.

O estudo “Face to Facebook”, realizado ao painel Netsonda, junto duma amostra representativa dos utilizadores do Facebook em Portugal, pretende conhecer os hábitos e atitudes dos utilizadores desta rede social, assim como a sua relação com as marcas na mesma rede, sendo este o grande foco da análise.

Questões como “O que procura nas páginas de marcas”, “Motivações para seguir páginas de marcas”, “Que tipo de marcas segue (por sector)”, “Tipo e regularidade de participação nessas páginas” ou “Como se tornou fã” são algumas das muitas questões que o estudo visa responder, servindo de suporte a qualquer marca ou empresa que tenha ou esteja a planear ter uma página no Facebook como parte da sua estratégia.

De acordo Salvador Patrício Gouveia, partner da Netsonda “a primeira vaga do estudo realizou-se em Junho de 2010, e desde então o Facebook cresceu mais 500 mil utilizadores em Portugal, aproximando-se dos 3 milhões, registando-se a entrada de milhares de novas marcas para esta rede social”. E acrescenta “estes factos, associados ao facto do Facebook ser um fenómeno em constante mutação, justificam uma monitorização regular e de análise evolutiva da sua utilização por parte dos utilizadores. Por essa razão, o estudo Face to Facebook é semestral”, seguindo assim o alinhamento internacional do estudo, que também é realizado em alguns países da Europa.

What Likers Like

Além do estudo base Face to Facebook, a Netsonda oferece a possibilidade às marcas de realizarem um inquérito na sua própria página no Facebook, permitindo por um lado conhecer quem é que são os seus seguidores e por outro inquiri-los sobre hábitos de utilização de Internet, recolher opiniões acerca dos conteúdos da página, medir o impacto da página no seu comportamento como consumidores e relação com a marca (NPS – Net Promoter’s Score).

O módulo What Likers Like permitirá também realizar uma análise de benchmark, de acordo com o sector da marca em questão, incluindo ainda um módulo com recomendações, propostas pelo departamento de Redes Sociais da Netsonda, baseadas nos resultados obtidos por cada marca sobre a sua presença no Facebook.

A próxima vaga do estudo Face to Facebook será disponibilizada no início do mês de Dezembro, a tempo de suportar as estratégias finais para o Natal e, acima de tudo, o planeamento para 2011.

Para mais informações contacte:
Salvador P. Gouveia | salvador.gouveia@netsonda.pt | Tel.: 214 460 392/91 91 716 91

Este artigo é um press-release, em que todo o conteúdo é da responsabilidade do respectivo autor.

Em tom de comentário, queria avançar que solicitei à Netsonda mais informação sobre este estudo para poder passar para vocês, os leitores do blog, e também para poder construir uma opinião mais elaborada sobre o estudo. Vamos aguardar.

Como Gerir Todas as Suas Redes Sociais Com Facilidade

É um fato que as redes sociais, além da vertente pessoal, se tornaram num pilar importante de web marketing e comunicação com clientes, prospetos e interessados nos mais variados temas.

Por este motivo, é fundamental que, numa estratégia de utilização das redes sociais para aumentar as visitas do seu site e o respectivo negócio, se invista algum tempo na animação da sua presença nestas redes, e isto pode ser, e é, muito consumidor de tempo e energia. Por isso, é importante aproveitar todos os recursos possíveis para otimizar o tempo que dispende na animação da sua presença nas redes sociais, como é o exemplo do Hootsuite.

O Hootsuite é uma ferramenta gratuita que lhe permite poupar imenso tempo na gestão da sua presença em várias redes sociais.

É, sem dúvida, extremamente útil, e permite inclusive, gerir mais que um perfil em várias redes sociais, visto esse ser o caso de muitas pessoas ou empresas, que optaram por ter perfis de utilizador diferentes para diferentes finalidades ou ramos de negócio.

Neste momento, o Hootsuite supporta as seguintes redes sociais:

  • Twitter
  • Facebook
  • Facebook Pages
  • LinkedIn
  • Foursquare
  • MySpace
  • WordPress.com
  • Ping.fm

Em termos de funcionalidades, o Hootsuite apresenta algumas bastante interessantes e úteis, como são estes exemplos:

  • integração de RSS feeds automaticamente (especialmente útil para quem tem um blog)
  • gestão de vários utilizadores na mesma conta
  • estatísticas detalhadas (com possilidade de exportação)
  • upload de ficheiros para as suas mensagens
  • alertas e notificações, entre outras

O Hootsuite disponibiliza um excelente e detalhado guia de utilização que eu achei muito útil e que poderá encontrá-lo aqui. Disponibiliza igualmente uma grande série de artigos e tutoriais sobre como utilizar a ferramenta, com a mais variada informação, que poderá encontrar aqui.

Já agora, convém dizer que, o Hootsuite não é a única ferramenta deste tipo, mas é talvez uma das mais conhecidas e utilizadas em todo o mundo, por isso decidi escolhe-la para este artigo.

E você, dispende de quando tempo por dia ou semana para as redes sociais?

Já usou ou usa alguma ferramenta deste tipo?

Como Personalizar o Endereço da Sua Página no Facebook

Actualmente, estar presente no Facebook, com uma estratégia clara e bem definida, e não apenas porque toda a gente diz que é importante estar no Facebook, é um aspecto muito importante para conseguir atingir os objectivos da sua presença nesta rede social.

A divulgação da sua página no Facebook deve sempre ser feita em 2 vertentes mais ou menos óbvias: dentro e fora do Facebook. Porquê?

Porque, mesmo que você implemente acções ou campanhas dentro do Facebook para angariar fãs, muitas das pessoas que se juntarão à sua página irão encontrá-la através da divulgação que você fará dela também fora do Facebook.

À semelhança do que acontece com as regras básicas para escolher bons domínios, como mencionado neste artigo que aborda 10 erros que não se devem cometer quando se lança um site, se for possível que a sua página tenha um endereço fácil de memorizar e relacionado com o conteúdo da mesma, tanto mais será o potencial de ser facilmente lembrada e acedida pelos utilizadores que a procuram.

O endereço da sua página do Facebook, normalmente é longo e cheio de caractéres “estranhos”, tipo este:

http://pt-pt.facebook.com/people/nome-apelido/100000312163994

Ora, um endereço destes, não só é difícil de memorizar, como não tem qualquer relação com o seu conteúdo. Tanto pode ser uma página de uma pessoa qualquer, como uma página de uma fábrica de sapatos de borracha.

Agora, imagine que, o endereço da sua página do Facebook, seria algo assim:

http://pt-pt.facebook.com/webmarketingpt

Muito mais fácil e lógico, certo?
Além de que, é imediatamente perceptível o que está nesta página antes de aceder a ela.

O Facebook disponibiliza-lhe essa mesma opção, ou seja, a de personalizar o endereço da sua página do Facebook.

Para isso, deve aceder a esta página: http://www.facebook.com/username/ (necessita fazer o login para aceder ao conteúdo da página), e inserir o que quer que conste na parte do endereço que é personalizável. No caso daqui do blog, a parte do url que é personalizável está assinalada a bold:
http://pt-pt.facebook.com/webmarketingpt

Poderá obter mais informação sobre as regras das páginas do Facebook, nesta página.

Desta forma, não será apenas mais fácil para si divulgar o endereço da sua página, como aos utilizadores darem com ela.

Espero que tenha gostado desta dica e que o ajude a personalizar a sua página do Facebook.

Se quiser ver um exemplo, veja a página do Web Marketing, clicando neste link.

Canal do WebMarketingPT no YouTube – “I’ll Be Back!”

O Web Marketing PT tem um canal no YouTube desde Junho de 2009, onde são publicados todos os vídeos que tenho feito, recheados de dicas, tutoriais e outros conteúdos de interesse.

Já passou um ano desde a sua “abertura”, em que personalizei a aparência do canal para ganhar mais destaque que o visual “normal” e quero partilhar aqui no blog, esta experiência, bem como convidar todos os leitores e assinantes a subscreverem o canal do Web Marketing PT no YouTube.

canal webmarketingpt youtube

Não sou, nunca fui nem nunca serei estrela da televisão ou da rádio, mas também nunca me importei nada com isso.

Sempre pensei que seria sempre mais importante passar os conteúdos e o conhecimento para quem estivesse interessado em aprender, do que ser muito eloquente ou profissional na realização e edição dos vídeos.

Diga-se de passagem, que para fazer um vídeo de 5 minutos, entre preparação e organização do conteúdo, fazer o vídeo, editar o vídeo, publicá-lo, etc, muito raramente me toma menos de 1 hora/ 2 horas.

Mas isso é porque, eu também sou um pouco exigente, e se as coisas não me saiem minimamente em condições, prefiro gravar o vídeo outra vez.

O Vídeo Marketing é, sem qualquer dúvida, uma das melhores formas de comunicação e de web marketing que eu tenho visto e implementado, além de funcionar muito bem para captar audiências e aumentar as visitas do blog, bem como de outros projectos meus, ou de qualquer outro projecto.

Por este motivo, será também um dos temas que irei abordar em maior detalhe aqui no blog, em que passarei dicas práticas sobre como fazer vídeos, como divulgá-los, e como utilizá-los para aumentar as visitas do seu site.

canal do webmarketingpt no youtube - homepage

Entretanto, fico muito satisfeito se aceitar o meu convite e se juntar a mim, subscrevendo o canal do Web Marketing PT no YouTube.

Tal como já disse imensas vezes, é importante termos feedback do trabalho que fazemos, seja em que área for, por isso gostaria muito que me deixasse o seu feedback nos videos no Youtube.

Veja os vídeos, vote, comente e subscreva o canal que eu estarei por lá a acompanhar e a responder aos comentários, tal como faço aqui no blog, além de que podemos sempre partilhar outros vídeos de interesse entre nós.

Para os mais distraídos, deixo o aqui link mais uma vez 🙂 : Web Marketing PT no YouTube!

E como este artigo merece uma despedida cinéfila:

“I’ll be back” 🙂

Email Marketing Bate Social Media Aos Pontos

Em 2010, embora haja um crescimento muito grande das redes sociais, o Email Marketing, continua a ser a melhor ferramenta de marketing para dar a conhecer os seus sites, produtos e serviços, ou os de terceiros através de programas de afiliados.

Enquanto que o Facebook afirma que o email vai desaparecer, o facto é que, é mesmo o email que tem melhores resultados em termos de gerar negócio.

estudo email marketing

Um estudo realizado pela eConsultancy, revela que o email continua a ser o meio de comunicação preferido pelos consumidores, e que o email marketing continua a ser a técnica que melhor resultados apresenta.

Sem dúvida que as redes sociais são importantes para qualquer site ou negócio online, mas abdicar do email marketing para apostar apenas nas redes sociais é, a meu ver, um erro crasso!

Na minha opinião, são métodos que se complementam e que devem ser implementados em conjunto para que possa ter melhores resultados, tanto em termos de visitas no seu site, como em termos de negócio.

Outra questão que revelou resultados curiosos, foi quando se questionou os utilizadores, para saber quantas empresas lhe enviam emails com real valor.

Curiosamente, apenas metade destes emails são considerados de valor pelos utilizadores, o que representa ainda assim, uma oportunidade excelente para quem está realmente disposto em oferecer conteúdos de valor aos seus assinantes, e não apenas promoções dos seus produtos ou serviços ou promoções de outros produtos em troca de comissões.

Como é sabido, os utilizadores são cada vez mais exigentes – eu próprio testemunhei isso no questionário que fiz recentemente aos assinantes do blog – e, se você se empenhar apenas em “impingir” a venda de produtos ou serviços, dificilmente será visto com bons olhos, mesmo que gere algumas vendas.

O pior erro que pode cometer, é mesmo este! Não criar uma relação com os seus assinantes ou prospectos, de forma a ganhar a sua confiança e a ser visto como um parceiro, e não como um vendedor.

Pessoalmente, já utilizo os serviços de email marketing da Aweber há mais de um ano e estou muito satisfeito com o seu serviço, pelo que me sinto confortável para o recomendar. Mas seja este ou outro qualquer que você decida adoptar, é importante é que tenha consciência do seu potencial e da sua importância.

O meu conselho, é o seguinte:

Se ainda não utiliza o email marketing no seu site e no seu negócio, comece já! Não perca mais tempo a pensar que não funciona e que não apresenta resultados.

Pode visitar aqui o site da Aweber.

Google vs Facebook… Quem Ganhará?

Está oficiosamente instalada a guerra entre a Google e o Facebook!

Recentemente, um fuga de informação aponta no sentido da Google estar a prepara a sua própria rede social para competir com o Facebook, a Google Me.

google vs facebook

Foto original: Flikr

A Google reconhece assim que tem perdido terreno no campo das redes sociais e que o Facebook é o seu maior concorrente, não fosse este ter muito recentemente atingido a distintiva marca dos 500 Milhões de utilizadores em todo o mundo.

Esta notícia veio a lume através de uns comentários do CEO do Digg e de um ex-responsável do Facebook que afirmam que as suas fontes são fidedignas.

Oficialmente, a Google não confirma, mas também não desmente.

“That would be a product announcement and I won’t say,”

disse o Chief Executive da Google Eric Schmidt.

Eu acredito que seja verdade, pois como sabemos, as redes sociais são uma das áreas em maior expansão na Internet.

Por outro lado, o Facebook, está a aproveitar o seu botão “Gosto” (“Like” em inglês), para testar e organizar os resultados das pesquisa efectuadas no próprio Facebook.

Poderá o Facebook, considerar a opção de criar um motor de busca no futuro?

Seja como for, é um facto que a Google perdeu terreno no campo da publicidade para o Facebook e no campo das redes sociais para os players já existentes.

Inclusivamente, a Google já está a tomar medidas no sentido de associar as contas do YouTube às contas Google, o que poderá ser um indício da recolha e integração de informação para potenciar a sua própria rede social Google Me.

Normalmente, com a concorrência quem fica a ganhar são os utilizadores, por isso, estão criadas as condições para uma guerra interessante de seguir.

E por falar em seguir, já conhece a página do Web Marketing PT no Facebook?

A página é algo recente, por isso junte-se a mim no Facebook e marque a sua preferência com um “Gosto”!

Encontramo-nos lá! 🙂