Consultor, Formador, Speaker e Fundador de vários projetos nacionais e internacionais. Google Certified Professional, com diversas certificações internacionais de SEO, Web Development e Marketing Digital, áreas em que é Consultor.

SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 5 de 6

Mini-Curso de SEO – Como Optimizar o seu blog ou Site para o Google – Parte 5

Se ainda não leu os artigos anteriores, recomendo que os leia também.
Pode encontrá-los aqui:
– SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 1 de 6
– SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 2 de 6
– SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 3 de 6
– SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 4 de 6

Neste quinto artigo do Mini-Curso de SEO, vou falar sobre Redireccionamentos, URL’s e Sitemaps. Todos eles aspectos importantes no processo de optimização de um site.

SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 5 de 6

Redireccionamentos
Se moveu ou vai mover alguma página de sítio, é conveniente utilizar um redireccionamento para não perder os rankings que já havia ganho com a página até à data.
Para isso, existem vários tipos de redireccionamentos que podem ser utilizados, cada um com a sua finalidade específica.
Se a alteração tem carácter definitivo, então deve utilizar um redireccionamento 301, se for temporário, um redireccionamento 302.
Por exemplo, imagine que tinha uma página que se chamava “contacto.html”, e que ao remodelar o seu site, a página dos contactos mudou de nome para “contacte-nos.html”. Então, deve configurar um redireccionamento 301 do endereço antigo “contacto.html” para o novo “contacte-nos.html”.

Com WWW ou Sem WWW
Pode parecer que não é muito importante, mas a verdade é que é sempre conveniente ter o endereço do seu site bem definido, para evitar estar a dividir Page Rank ou importancia perante o Google.
Se o endereço do seu site for www.omeusite.com, a verdade é que o Google pode estar a dividir page rank entre a versão com o “www” e a versão sem o “www”. Daí que é muito importante, definir um para se manter e efectuar um redireccionamento permanente
no endereço da versão que você não quer. Neste exemplo, se tivesse escolhido a versão www.omeusite.com, então deverá configurar um redireccionamento do endereço omeusite.com para o www.omeusite.com.

URL da Homepage
Nunca tenha mais de um url para a homepage do seu site ou blog.
Quando existem mais do que um url para a homepage o Google olha para eles de forma independente.
Imagine que “www.omeusite.com” e
“www.omeusite.com/index.html”
vão para a homepage. Neste caso, apesar de ambos o url’s irem para a mesma página, o Google vê-os como páginas separadas.
Aqui, deve aplicar o mesmo princípio do redireccionamento 301, de forma a consolidar os seus url’s e aumentar as chances de ter melhores rankings.

XML Sitemaps
os Sitemaps XML são uma excelente forma de permitir aos motores de busca em geral e ao Google, em particular, “tirar uma fotografia” ao seu site.
Enquanto que um Sitemap XML não ajuda na obtenção de melhores rankings, ajuda o Google a detectar alterações em termos de SEO com maior facilidade e rapidez, o que por sua vez, também é benéfico.

Tenho algum receio de estar a utilizar linguagem um pouco mais técnica, que possivelmente poderá não estar ao alcance de todos. Se for esse o seu caso, não tenha problemas e coloque a sua questão através dos comentários.
Lembre-se: perguntar não é sinal de burrice, é sinal de inteligência!

Até ao próximo e último artigo deste Mini-Curso!

Próximo artigo desta série:
SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 6 de 6 – Robots.txt, Duplicação de Conteúdo e outras considerações

SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 4 de 6

Mini-Curso de SEO – Como Optimizar o seu blog ou Site para o Google – Parte 4

No quarto artigo deste Mini-Curso, vou falar sobre o Google Webmaster Tools.

O Google Webmaster Tools pode ser uma ferramenta muito útil para o auxiliar nos seus esforços de optimização do seu site.
Não o ajudará directamente a melhorar os seus rankings, mas dá-lhe uma ajuda preciosa se estiver a deparar-se com problemas. Além de que, também o ajuda a identificar e selecionar URL’s que você não quer indexados, assim como outras preferências, tipo: crawl rate e o target em termos geográficos.

SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 4

XML Sitemaps
Esta é a razão mais comum porque as pessoas recorrem e utilizam o Google Webmaster Tools, pois permite a submissão do seu XML Sitemap. Enquanto que pode utilizar o seu ficheiro robots.txt para fazer com que o Google encontre o seu XML sitemap, ao submetê-lo ao Google poderá acompanhar o seu status.

Verificação de Erros
O Google Webmaster Tools também pode ser muito útil na identificação de erros que o Google tenha notado. Ao consultar a opção Diagnostics > Web Crawl, poderá ver se o Google identificou algum erro e corrigi-lo, aumentando, desta forma, as suas hipóteses de melhorar o seu ranking.

Status de WWW
Certifique-se que selecciona uma opção no menu Tools > Set Preferred Domain. Esta opção é muito importante. Defina se o seu domínio deve incluir o “www” ou não, e mantenha-se fiel a essa escolha. Caso contrário pode estar a dividir rankings entre uma versão e outra (com e sem o “www”).

Links
Através da visão que consegue obter através do Google Webmaster Tools, consegue ter uma percepção muita mais “afinada”, sobre quais são os sites que o Google identifica como tendo links para o seu, e, se for caso disso, investir algum trabalho numa estratégia de link building.
Os links para o seu site desempenham um papel muito importante na determinação do seu ranking. Certifique-se que implementa uma estratégia de Link Building consistente, e que lhe permita, agora e no futuro ter fundações sólidas para apoiar o seu ranking.

Se tem alguma questão, ou algum contributo a dar a este artigo, deixe o seu comentário!

Próximo artigo desta série:
SEO – Como Optimizar o seu Site ou Blog para o Google – Parte 5 de 6 – Completando a Optimização