Consultor, Formador, Speaker e Fundador de vários projetos nacionais e internacionais. Google Certified Professional, com diversas certificações internacionais de SEO, Web Development e Marketing Digital, áreas em que é Consultor.

Windows Live Essentials – Nova Versão Gratuita Já Disponível Para Download

A Microsoft já lançou a nova versão do Windows Live Essentials, que é um pack gratuito de software que está disponível para todos fazerem download a partir do site da Microsoft.

Esta nova versão do Windows Live Essentials, inclui vários programas como o Movie Maker, Photo Gallery, Writer, Messenger, Mail, Family Safety e o Sync.

Curiosamente, comprei um iMac de 27” recentemente e, apensar de ainda ter um portatil com o Windows, utilizo cada vez menos software da Microsoft, mas achei que seria interessante colocar aqui o post e o link pois, a grande maioria de utilizadores tem PC’s e não Mac’s.

O Windows Live Essentials está disponível apenas para utilizadores que tenham o Windows Vista ou o Windows 7 instalados no seu seu computador.

Podem ver aqui os requerimentos de sistema para a sua instalação.

Em termos de línguas disponíveis, para já, apenas está disponível uma versão em Português, que é em PT-BR. Em PT-PT ainda não foi disponibilizada nenhuma versão, nem sei se algumas vez será.

Pode fazer aqui o download gratuito do Windows Live Essentials. (link para o site oficial)

Primeiro Aniversário do Web Marketing PT!

Pois é, chegou o mês em que o Web Marketing PT celebra o seu 1º Aniversário!

Tem sido uma experiência muito interessante para mim, pois é o resultado de uma vontade de partilha de informação útil e pertinente que falou mais alto e que fez com que eu iniciasse este projecto.

Um ano depois, em tom de celebração, decidi assinalar a data com algumas alterações que espero que sejam do seu agrado, pois como já tive oportunidade de dizer, este é um espaço comum partilhado por mim e por todos os leitores e seguidores do blog.

1º Aniversario do blog

Primeiro pensei em fazer um passatempo ou um concurso, mas depois decidi fazer algo mais diferenciador e que resultasse numa maior mais valia para todos os leitores e visitantes do blog e não apenas para alguns, por isso resolvi fazer uns investimentos para melhorar o seu desempenho e dar uma nova vida ao blog.

O Web Marketing PT migrou para outro servidor de alojamento com melhores condições e tem agora um novo look, mais “moderno” e ainda mais clean.

O blog aparece agora de “cara lavada”, cujo novo visual espero que seja do seu agrado, sobre o qual, aliás, gostava de ter a sua opinião nos comentários. (ainda falta ultimar alguns ajustes)

Em tom de balanço, partilho consigo algumas estatísticas do blog referentes a este primeiro ano de vida.

  • 89 artigos publicados
  • 10 vídeos publicados
  • 1.834 comentários
  • 1.240.783 pageviews
  • 411 assinantes da newsletter

No entanto, como sempre disse e digo, mais que quantidade, interessa-me a qualidade!

Estou muito satisfeito, pois com todas as limitações que tenho em termos de tempo, para dedicar a este projecto, considero que atingi os objectivos a que me propus no seu lançamento, os quais assentavam essencialmente em 2 aspectos, que para mim eram muito claros:

1. Conteúdos Úteis e de Real Valor

Publicar conteúdos úteis e de real valor acrescentado para quem está interessado em criar ou melhorar os seus projectos na internet. Com uma linguagem acessível, que permita tanto a entendidos como a pessoas que não têm tantos conhecimentos nestas áreas, ler, perceber e implementar os conhecimentos aqui recolhidos em seu benefício, dos seus negócios, ou da sua empresa.

2. Criar Um Lugar de Referência

Criar um lugar de referência no nicho de Web Marketing e SEO em português.

E muito embora, ao abordar estes tópicos, eles estejam intimamente relacionados com tantos outros, como; blogging, ganhar dinheiro, etc, parece-me limitativo publicar conteúdos destinados apenas a marketeers, ou a bloggers, ou a empresas. Por isso, creio que a minha abordagem tem sido também diferente no que respeita ao tratamento dos diversos assuntos.

A minha teoria é que você não tem de ser um especialista em nenhum destes tópicos, mas deve sim, tentar compreendê-los, reconhecer a sua importância, saber implementá-los, e com isso, fazer mais e melhor, com mais e melhores resultados, pois cada vez mais existe uma maior necessidade de compreender e estar informado sobre este temas.

Quero agradecer a todos os visitantes do blog, mas acima de tudo, a todos os leitores e assinantes do blog, pois por melhores que fossem os conteúdos aqui publicados, sem leitores e seguidores assíduos, ele não se teria tornado na referência que considero que se tornou.

Que tenhamos todos saúde e a possiblidade de fazer o que gostamos é o meu desejo para o futuro!

Como é hábito, o seu comentário é sempre muito bem-vindo, e aproveito para deixar o meu obrigado por participar nesta “festa”, com o desejo que continue a acompanhar o blog por muito mais tempo e a referi-lo aos seus colegas e amigos.

Obrigado!

<p style=”text-align: justify;”><img class=”alignnone size-full wp-image-882″ title=”wordpressv30″ src=”https://www.webmarketingpt.com/wp-content/uploads/2010/06/wordpressv30.jpg” border=”1″ alt=”wordpressv30″ vspace=”10″ width=”570″ height=”180″ /></p>

NOVO WordPress 3.0 – Guia Completo do WordPress 3.0

O WordPress 3.0 foi finalmente lançado, após a sua data de lançamento ter sofrido alguns ajustes fruto da necessidade de correcção de alguns bugs que aparentemente ainda estavam pendetes de resolução.

O WordPress tem servido o propósito de muitos milhares de utilizadores em todo o mundo fruto da facilidade de instalação, personalização e utilização.

Seja como for, já está aí a nova versão disponível para download no site do WordPress.

As mudanças ainda são bastantes, e aparentemente, muito úteis! Veja aqui o que mudou e como o wordpress se apresenta nesta nova versão.

 

wordpressv30

Criação do Admin na Instalação

A nova versão do Wordpress disponibiliza agora a opção de se criar um nome de utilizador para o administrador diferente de "admin", como era hábito até aqui. Este factor, vem melhorar a segurança da instalação, pois além da password, agora tambném o username é uma variável.

 

Novo Template Default

O template default do WordPress mudou (e ainda bem!). Aquele template azul e branco, não era apenas "old news", mas também já cansava um pouco a vista cada vez que se fazia uma instalação. O Novo template chama-se Twenty Ten (2010) e vem por default já com algumas funcionalidades interessantes, como são a costumização da imagem do header (cabeçalho) do blog/site, alteração do background (imagem de fundo do blog/site) e suporta menus drop-down.

 

Menus Personalizados

Esta para mim é uma excelente inovação, uma vez que até hoje, tive que recorrer a plugins para personalizar os menus dos meus sites que usam o WordPress. Agora deixou de ser problema, uma vez que através do painel de adminsitração do WordPress é agora possível alterar e personalizar o menú, indicando quais são as páginas/links que nele devem constar, e simultaneamente ocultar outras páginas que podem ser incluídas na barra lateral ou no footer do site/blog.

 

Templates Personalizados por Autor

No WordPress 3.0, todos os autores têm uma identificação (ID), à semelhança dos posts e das categorias, e esta identificação permite agora também a criação de templates/layouts de páginas personalizadas consoante o autor. Isto ermitirá que, em blogs com mais que um autor, cada autor poderá ter o seu layout de página personalizado e diferente dos restantes..

 

Funcionalidade Multi-Sites

A funcionalidade multi-sites veio trazer outra grande novidade para os utilizadores, pois veio permitir a criação de vários sites em WordPress, com base em apenas uma única instalação do programa.

Esta funcionalidade não vem activa por defeito. Para activá-la, é necessário adicionar a seguinte linha de código ao ficheiro wp-config.php:

define('WP_ALLOW_MULTISITE', true);

Após adicionar esta linha ao ficheiro, aparecerá uma nova Tab no painel de Adminsitração do WordPress, na opção "Ferramentas".

 

Tipos de Conteúdos Customizados

Algo que já vinha a ser uma funcionalidade bastante desejada pela comunidade era a possibilidade de criação de tipos de conteúdos customizados e diferentes de posts e páginas. Esta nova funcionalidade irá permitir uma ainda maior flexibilidade do WordPress na criação de sites

 

Algumas Considerações

Esta nova versão veio demonstrar que o empenho que tem caracterizado o desenvolvimento desta aplicação mantém-se, se é que não aumentou. Isto são óptimas notícias para todos aqueles que utilizam esta plataforma para a criação e desenvolvimento de sites e blogues. E também para todos aqueles que a começarão a usar no futuro.

Um dos aspectos a considerar quando se opta por um determinado CMS (Content Management System – Sistema de Gestão de Conteúdos), é a confiança no seu desenvolvimento e apoio, bem como a sua credibilidade, e sem dúvida que esta nova versão do WordPress, veio tornar esta aplicação mais credível e actual.

Embora já fossem conhecidas as novas funcionalidades antes do seu lançamento, é sempre conveniente aguardar pela versão final, agora publicada para ver efectivamente como ficou. E na minha opinião, ficou muito bem mesmo!

Gostou destas novidades? Acha que irão ser benéficas para os seus projectos?

Partilhe a sua opinião comigo e com os outros leitores, deixando o seu comentário!

Google Lança Google Caffeine – O Novo Motor de Indexação

O Google lançou o Google Caffeine, que para os menos informados, é o novo motor de indexação de conteúdos da Google.

Isto para alguns pode não quere significar muito, mas pode vir a ser determinante no que respeita à forma como o seu site está ou pode vir a estar indexado no Google.

Fala-se que o lançamento neste momento estará relacionado com a crescente presença do Bing como alternativa ao Google. Não sei se será mesmo por isso ou não, mas é um facto que está aí.

Mesmo que não tenha muitos conhecimentos técnicos, é importante ter uma noção do impacto desta mudança.

google-caffeine

Carrie Grimes, Software Engineer da Google, diz que:

Caffeine provides 50 percent fresher results for web searches than our last index, and it’s the largest collection of web content we’ve offered.

Aparentemente, será um motor que indexará os conteúdos com uma velocidade superior em 50x ao motor actual.

Ela diz ainda:

We’ve built Caffeine with the future in mind. Not only is it fresher, it’s a robust foundation that makes it possible for us to build an even faster and comprehensive search engine that scales with the growth of information online, and delivers even more relevant search results to you. So stay tuned, and look for more improvements in the months to come.

Sinceramente, apesar de já ter lido bastante sobre este tema, não sei se isto tudo será bom se será mau, mas estaremos cá para ver. Isto porque, irá ter impacto nos rankings certamente, isto é, na forma como os conteúdos são indexados, logo terá impacto também, no posicionamento dos sites nos resultados das pesquisas.

Agora a questão que coloco é: Qual será o impacto?

Se for ligeiro, e apenas indexar conteúdos mais depressa, poderá apenas dizer que um determinado conteúdo pode estar menos tempo na primeira página do Google.

Mas se mais está para vir, ou se o impacto for maior…

caffeine-designPessoalmente, penso que não passará muito de uma rapidez maior na indexação de conteúdos, e que não terá grande impacto nos rankings. Isto porque, penso que a Google não estará para arriscar muito a sua posição, pelo mesno agora que tanto se fala que o Google começa a ser ultrapassado pelo YouTube e pelo Facebook.

Mas esta é apenas a minha opinião… O que é que você acha? Será mesmo assim?

Como Ultrapassar a Sua Concorrência – Plano de Marketing Digital

Ao executarmos um plano de marketing digital, e depois de concluirmos os 3 primeiros passos; definir os objectivos, analisar o nicho de mercado e analisar a sua concorrência, chegamos à parte fundamental; “Como Ultrapassar a Sua Concorrência?“, em que é fundamental definir exactamente como vamos fazer, seja para penetrar num mercado já existente, ou para ultrapassar os seus actuais concorrentes.

Todo o trabalho feito nos passos anteriores, além de lhe fornecer informação muito útil, são os factores que servem de base e que o vão ajudar a delinear aquilo que podemos chamar de “plano de ataque”, que não é mais que o plano de acções que irão ser implementadas de forma a aumentar as suas hipóteses de sucesso.

Aqui entram em análise inúmeros factores, e o plano a ser desenhado será fruto da conjugação desses mesmos factores, bem como os elementos gerados pela Análise SWOT, realizada no passo anterior na fase de análise da concorrência.

planomarketing-usl

O mais importante de tudo, é que, independentemente do seu objectivo, consiga a sua fatia de negócio online, ou através da venda dos seus produtos ou serviços, ou mesmo através da promoção de programas de afiliados ou de outros métodos de ganhar dinheiro na internet.

Supondo que estamos a penetrar num mercado online que tem a sua concorrência bem identificada, podemos, conhecendo os seus pontos fortes e pontos fracos, utilizar as oportunidades para concluir qual será a melhor forma de o fazer (ambos os elementos identificados nas fases anteriores).

O “segredo” para ser bem sucedido na conclusão e implementação do seu plano de marketing digital, está neste factor: Tem de criar o seu USP!

USP são as siglas para “Unique Selling Point” ou “Unique Selling Proposition”, e quer exactamente isso, isto é, mesmo que esteja a comercializar algo que também é comercializado por outros, o segredo para o sucesso é criar o seu ângulo único de venda/apresentação dos seus produtos/serviços.

Em qualquer nicho de mercado, deve sempre pensar na melhor forma de entrar nesse mercado, sem que pareça e que seja visto como apenas “mais um”.
No caso de se tratar de um nicho com um nível de concorrência mais alto, aumenta a necessidade de utilizar esta abordagem e aumenta também a sua eficácia.

A forma de criação do seu USP, depende dos factores “em jogo”, no nicho que estiver em particular, pois não há 2 abordagens iguais. Há sim, abordagens que podem ter declinações para outros nichos, mas existem sempre particularidades a ter em consideração.

O seu USP, pode basear-se:

  • na apresentação do produto (packaging, visual, etc)
  • na criação de bundles de produtos/serviços (junção de 2 ou mais produtos/serviços com um preço diferente)
  • na criação de bundles complementares (junção de acessórios que tornam a oferta única e ainda mais atraente)
  • na comunicação da oferta (comunicar o mesmo produto de forma não apenas diferente, mas distinta)
  • na oferta de informação/produtos/serviços acessórios ou complementares
  • na conjugação de vários factores acima referidos

A capacidade de criar o seu USP, dar-lhe-á uma vantagem competitiva considerável, o que, por sua vez, lhe dará a distinção que é necessária para não ser visto como apenas “mais um”, e em complemento, uma imagem diferente perante os seus concorrentes aos olhos dos seus prospectos e clientes, ou até mesmo, dos visitantes do seu site.

Todos nós já vimos dezenas de sites que tratam o mesmo assunto da mesma forma, e por isso, são apenas “mais um”, e este é o motivo pelo qual não conseguem sobresair no seu nicho.
Também já vimos alguns, que, embora abordem os mesmos assuntos, ou assunto similares, distinguem-se dos restantes por fazerem algo diferente, e é este algo (o seu USP) que faz com que os seus visitantes subscrevam a sua newsletter ou RSS feed, o visitem regularmente, se lembrem dele com facilidade, o refiram a terceiros, e o distingam dos outros com facilidade, mesmo havendo outros pontos comuns.

Espero que tenha gostado deste conceito, pois na prática, ele é de facto muito útil, e FAZ realmente a diferença!

Já conhecia este conceito ou se já alguma vez o utilizou?
Gostava de ter o
seu comentário!

Google Wave Agora Disponível Para Todos

O Google Wave, que até agora estava disponível apenas para alguns, está agora disponível para todos os que o quiserem utilizar.

Para quem não sabe o que é o Google Wave, trata-se de uma ferramenta muito interessante, que inclui várias funcionalidades relacionadas com partilha, colaboração, e não só, num único sítio.

Desde agendamento de tarefas, partilha de documentos, troca de informação em real time, etc, o Google Wave veio preencher uma lacuna na internet no que respeita a ferramentas de trabalho em grupo ou de partilha de informação, acrescido de outras funcionalidades.

Partilhar informação e trabalhar em colaboração com outras pessoas remotamente, ficou agora mais fácil e ainda por cima, gratuito!

Pessoalmente não conheço outras ferramentas idênticas que não sejam pagas, e algumas bem caras. Até agora…

Deixo-lhe aqui um vídeo de introdução ao Google Wave para ficar com uma ideia do potencial e da utilidade desta “nova” ferramenta do Google.

Depois de ver uns vídeos e de aceder à minha conta do Wave, fiquei interessado em explorar mais ainda e de começar a usar em alguns projectos.

E você já conhecia o Google Wave ?

Como Analisar a Sua Concorrência – Plano de Marketing Digital

O próximo passo na elaboração do Plano de Marketing Digital, logo após definir os objectivos e analisar o nicho de mercado, é analisar a sua concorrência.

Porquê analisar a concorrência?

Pense nas vantagens que podem daí advir!

Todas estas vantagens entre outras, são notavelmente importantes, para lhe mostrar o caminho para o sucesso do seu projecto!

analise-swot

Além disso, conhecer bem a sua concorrência, vai-lhe permitir realizar uma Análise SWOT melhor, mais eficaz e que se traduz em resultados mais concretos.

A análise SWOT é uma representação ilustrativa de vários aspectos relacionados com o seu negócio e com a concorrência, e que lhe permite de forma visual ter uma melhor percepção de onde estão os seus pontos fracos e pontos fortes face aos seus concorrentes, assim como pontos importantes que representem ameaças ao sucesso de seu projecto, e também oportunidades que poderão mostrar-lhe onde poderá fazer a diferença em termos de evolução e crescimento.

A realização desta análise vai-lhe permitir ficar com uma ideia mais real e concreta do caminho certo a seguir, bem como, na atribuição de prioridades às medidas que são importantes implementar, para melhor conduzir o seu negócio ao sucesso.

Em qualquer negócio online, de qualquer natureza, seja venda de produtos próprios, revenda de produtos ou serviços, promoção de programas de afiliados, é, na minha opinião, muito importante saber quais são os seus pontos fracos e pontos fortes, bem como o que poderá ameaçar o seu sucesso, e as oportunidades que poderá identificar para tornar mais fácil o seu caminho para aumentar as vendas e/ou ganhar mais dinheiro.

Já conhece este método de análise? E já o utiliza?

Como Analisar um Nicho de Mercado – Plano de Marketing Digital

Após definir os seus objectivos para o seu Plano de Marketing Digital, é altura de analisar o do nicho/mercado online.

Este é um passo extremamente importante para lhe dar uma ideia concreta, por um lado, da viabilidade do seu projecto, e por outro, da dificuldade de penetrar no mercado já existente e conseguir fazer negócio e ganhar dinheiro.

Tentar ver onde voce está/deseja estar posicionado face a vários aspectos, nomeadamente, a procura e oferta existentes, vai detemrinar as medidas a implementar para conseguir vingar no seu nicho.

analisarmercado

1 – Analisar a Procura

Por mais inovadora que seja a sua ideia ou o seu projecto, é absolutamente crucial que haja procura para as suas ofertas. De nada lhe serve, querer vender headphones para peixes, porque simplesmente ninguém os iria comprar. Quem diz isso, diz, criar um blog sobre o mesmo tema, pois seriam muito poucas as pessoas (se é que algumas) a procurar informaçao sobre este assunto. (deixo aqui a possibilidade de haverem algumas, porque há malucos para tudo :))

Além disso, havendo procura, tem de analisar não só a quantidade, mas também a qualidade dessa procura.

Para efeitos deste tutorial, eu vou utilizar apenas ferramentas gratuitas que estão ao alcance de todos, muito embora hajam algumas ferramentas pagas, que facilitam a análise de nichos online e que tornam esta tarefa mais fácil e rápida.

A título de exemplo prático, vou escolher um nicho para analisar. Como estamos em crise, vamos então considerar que eu tenho uma empresa ou um negócio ou até um blog na área do emprego/recrutamento.

Uma das ferramentas gratuitas mais utilizadas para este tipo de análises é a Google Adwords Keyword Tool. No entanto não é a única, nem tão pouco a única que eu pessoalmente recomendo. No entanto, vamos começar por aí.

Através do Google Adwords Keyword Tool, vamos então analisar a procura existente para este nicho, recorrendo à utilização de várias keywords relacionadas. Se pesquisarmos por emprego, vemos que os resultados são muito concludentes, o que não é surpresa dada a condição actual do país e não só, e que existe uma procura muito grande para termos relacionados com emprego. Por exemplo, só o termo “ofertas de emprego” tem cerca de 90.500 pesquisas por mês, provenientes apenas de Portugal. 90.500 pesquisas!!!

Vejamos os resultados para 3 keywords (emprego, ofertas de emprego e recrutamento)

– emprego – 40.500 pesquisas/mês

– ofertas de emprego – 90.500 pesquisas/mês

– recrutamento – 2.900 pesquisas/mês

Dada a natureza deste nicho, é mais fácil concluir, sem grandes análises, que as pessoas procuram emprego mesmo, e não apenas informação sobre emprego. No entanto, é importante analisar este aspecto em qualquer nicho que se analise.

2 – Analisar a Oferta

Tradicionalmente, onde existe muita oferta, será mais difícil penetrar nesse mercado. No entanto, é possível ultrapassar essa dificuldade facilmente, recorrendo à utilização keywords alternativas ou de sub-nichos.

Vejamos o exemplo: continuando com o exemplo do emprego e recrutamento, se formos ao Google e procurarmos por várias keywords relacionadas, (emprego, ofertas de emprego e recrutamento), recebemos os seguintes resultados:

– emprego – 22.500.000 resultados – 8 anunciantes

– ofertas de emprego – 798.000 resultados – 7 anunciantes

– recrutamento – 2.130.000 resultados – 5 anunciantes

De referir que, numa situação real, a pesquisa e análise deve ser muito mais intensiva e rigorosa do que esta, mas estou a tentar dar um exemplo simplificado, para facilitar o compreensão do conceito pelos menos entendidos nestas matérias.

3 – Combinar a Procura e a Oferta

Se por um lado, seria de esperar que o termo mais generalista como emprego, tivesse mais pesquisas, a realidade é que, não só é o termo que tem maior concorrência, como tem menos procura que o termo “ofertas de emprego”.

Se analisarmos então estes 3 termos em termos de procura vs oferta, apenas com base nestas ferramentas, podemos então concluir que um dos termos mais interessantes seria “ofertas de emprego”, pois tem muitas pesquisas, quando comparado com os resultados de outros termos e a concorrência é menor. Também devemos ter em consideração que esta poderá ser considerada uma keyword longtail (keyword composta por 2 ou mais termos), e isso teoricamente, também aponta para menos concorrência, mas longtail ou não, é a minha eleita para este exercício.

Isto significaria que, eu tenho agora na minha posse, uma keyword com grande potencial de retorno, e que seria certamente uma das minhas apostas mais fortes, caso fosse delinear uma estratégia para penetrar neste mercado e rapidamente ultrapassar muitos concorrentes.

Este tipo de análises, serve tanto para as empresas melhor perceberem como entrar ou como se posicionarem melhor no seu nicho, ou para quem está interessado em lançar sites ou blogues com a intenção de ganhar dinheiro com eles, uma vez que também podemos ver que a keyword escolhida é das que tem mais anunciantes entre as analisadas. E, havendo anunciantes, há a possibilidade de ganhar dinheiro com o Google Adsense.

Espero que tenha gostado deste artigo e se tiver comentários ou dúvidas, deixe o seu comentário!

Se não tiver, deixe o seu comentário na mesma 🙂

Como Fazer um Plano de Marketing Digital

Para fazer um plano de marketing digital, ter alguns conhecimentos de marketing e internet é algo que, sem dúvida, influencia o resultado para melhor.
No entanto, vou tentar passar alguns conceitos essenciais para que possa ter uma ideia mais prática e menos técnica de como o pode fazer por si, e com isso, melhorar o desempenho do seu site actual ou de projectos futuros.

Fazer um plano de marketing digital não é algo que esteja fora do alcance do “comuns dos mortais”.
Claro que, quando feito por um alguém entendido na matéria, a possibilidade de termos um trabalho de qualidade superior é considerável, mas isso não quer dizer, que você não possa tentar fazer um à dimensão do seus conhecimentos, e ir aprendendo e afinando as coisas à medida que vai implementando e vendo os resultados a melhorar.

Vou então abordar os pontos essenciais na criação de um plano de marketing digital. Nesta altura, seria aconselhável, tomar as suas primeiras notas.

planomarketingdigital1

Neste artigo, vou falar do ponto 1, que será o ponto de partida para tudo o resto.

Definir Claramente Os Seus Objectivos

Muito embora, pareca algo básico, é absolutamente fundamental que tenha traçado as metas que pretende atingir com o seu projecto.
Tudo os restantes itens do seu plano de marketing, vão ter SEMPRE em consideração, as metas que pretende atingir. Logo, seja aumentar as vendas, fidelizar os seus clientes, aumentar a notoriedade, aumentar as visitas do site, captar leads, criar/melhorar a sua reputação, etc.

A abordagem, os métodos e os meios que se utilizam para divulgação de um site ou blog, mesmo podendo ter alguns pontos comuns, podem também necessitar alguns ajustes de forma a retornarem melhores resultados.

Este aspecto é particularmente importante, quando estamos a falar de sites comerciais.

Tendo bem claros quais são os seus principais objectivos, vai ser possível criar um plano mais eficaz, que passará naturalmente, pelos métodos utilizados, meios escolhidos, abordagens de comunicação, etc.

É fundamental que a sua comunicação seja dirigida ao seu target para que surta efeito.

Um método que poderá utilizar para tentar que o seu plano seja mais fluido e fácil de implementar, será a criação de objectivos ou metas intermédias, tal como eu refiro no ponto 5 do artigo como planear o ano de 2010.

A implementação de metas intermédias, será algo que, não só o pode ajudar na implementação do seu plano de marketing, como o mantém mais motivado, à medida que vai atingindo essas metas menores, e, caso algo não esteja a correr tão bem quanto o esperado, irá também permitir-lhe perceber com maior facilidade onde poderá estar o problema, e resolvê-lo mais rapidamente.

Supondo que o seu objectivo principal seria ganhar mais dinheiro aumentando as suas vendas, naturalmente que, para isso teria também que aumentar as visitas ao seu site. Logo, é importante que tenhas todas essas metas no papel, ordenadas por importância e com uma sequência lógica.

É sempre conveniente, ter essas metas muito claras e listadas por ordem de prioridades, caso sejam mais que uma.
Volto a dizer, é absolutamente fundamental que, pense bem neste ponto, pois todo o plano irá ser criado com base nele, e com o objectivo de atingir as suas metas.

O melhor conselho que lhe posso dar, é, não descurar a importância de definir claramente os seus objectivos, pois o preço a pagar pode ser muito alto, tanto a curto como a médio prazo.

No próximo artigo, irei abordar o ponto 2 – Como Analisar o Mercado Online – Procura vs Oferta vs Concorrência

O que é um Plano de Marketing Digital e Suas Vantagens

Um Plano de Marketing, como o próprio nome diz, é um plano que é delineado e que se propõe a atingir determinados objectivos comerciais e de marketing.
Nada de novo até aqui.

Um pequena nota:
não pretendo com este artigo fazer uma aula de marketing cheia de teoria. O que pretendo realmente, é, tentar transmitir o potencial de um plano de marketing digital, e como ele pode dar um novo rumo ao seu negócio, ao seu site ou blog, ou a futuros projectos.

De facto, pode ser muito interessant para si, a possibilidade de utilizar o plano de marketing digital para traçar uma estratégia de sucesso, que lhe permita ultrapassar os seus concorrentes e dominar o seu mercado, ou pelo menos, ter uma posição relevante ou de referência.

planomarketingdigital

O plano de marketing digital, tem inúmeras vantagens imediatas. Entre elas, permite-lhe conhecer melhor o seu mercado, em termos de concorrência, procura, tendências do consumo e dos consumidores,etc, e a sua posição nesse mercado (posição dominante, aspirante a dominante, posição dominada).

Um dos erros mais comuns, mais graves e mais prejudiciais, é o desprezo total.
Desprezo total pelo mercado, pela concorrência e pelos consumidores/utilizadores.

Este é sem dúvida, o erro mais comum e o que mais prejudica o sucesso dos projectos online, sejam eles, sites ou blogues de empresas ou de particulares.

É óbvio que:

  • ter um site não é suficiente para ter sucesso.
  • havendo tanta informação publicada, deveria haver mais sensibilidade para os aspectos a ter em conta quando se lança um projecto.
  • não é suposto as pessoas saberem isso desde sempre.
  • erros. é suposto que, depois de lerem artigos como este (e outros), não cometerem ou voltarem a cometer estes.
  • que é possível fazer um plano de marketing à dimensão de cada projecto
  • as vantagens e retorno de fazer um plano de marketing digital são muitas, além de muito influentes no sucesso dos projectos

Lançar sites ou blogues para a Internet, sem fazer ideia do que se vai fazer depois, é mais ou menos como agarrar numa bazuca e dar um tiro nos pés.

A mim não me afecta em nada. Quanto muito aumenta-me a concorrência nesse nicho de mercado.
Mas sem planeamento, será, sem dúvida, uma concorrência fácil de bater. 🙂

Tal como na vida, o que é planeado tem uma probabilidade bastante mais alta de ser bem sucedido do que algo que é feito no calor do momento e não tem qualquer reflexão sobre as suas consequências.

Ainda hoje, pasma-me o número de pessoas e empresas, que pensam que basta colocar um site online para começarem a ganhar dinheiro na internet ou para aumentarem as suas vendas.

Na cabeça destas pessoas, e por alguma razão que eu desconheço em absoluto, a internet é a galinha dos ovos de ouro ainda está por descobrir para o resto do mundo. Só eles é que pensaram nisso, portanto se colocarem um site online, o dinheiro começa logo a entrar. (desculpem lá o sarcasmo)

Muitas pessoas não têm qualquer noção, e até aí eu compreendo, pois não é suposto, de todo, todos termos o mesmo nível de conhecimento sobre todos os assuntos. Mas não valorizarem o conhecimento e experiência de quem sabe o que está a fazer, porque meteram na cabeça que isso são é importante, é que sinceramente, não compreendo. É muito fácil perceber quem fica a perder…

Seja como for, está na altura de se encarar definitivamente a nova realidade e adoptar uma postura mais pró-activa, pois a realidade certamente não vai voltar a ser o que era. E quanto mais tempo passar, mais atrasados vão ficar em relação aos que derem o passo em frente.

Por este motivos, o plano de marketing digital é muito importante!

Entre outras coisas, vai ajudá-lo a:

  • clarificar a sua posição no seu nicho de mercado
  • identificar e atingir o seu target
  • “espiar” a sua concorrência
  • identificar novas oportunidades
  • identificar fontes de tráfego para aumentar as visitas ao seu site
  • melhorar o seu posicionamento
  • aumentar o seu negócio
  • identificar os passos necessários a seguir para atingir os seus objectivos

Quanto mais conhecedor destes aspectos, melhor estará preparado para enfrentar as dificuldades que irão surgir, e conseguir atingir o sucesso online.

De uma forma prática e objectiva, vou detalhar, em artigos futuros, alguns métodos que poderá utilizar para fazer o seu plano de marketing digital.

Espero que tenha achado este artigo útil e que este venha a contribuir para o aumento do reconhecimento da importância de melhor planear os seus projectos, caso não o faça já actualmente.

E você, como é que você planeia os seus projectos?

Partilhe a sua experiência comigo e com os outros leitores!

Como Escrever Artigos Optimizados Para Captar Mais Visitas! | Vídeo

A optimização de artigos é um ponto muito importante para que consiga aumentar as visitas provenientes dos Motores de Busca, e por isso resolvi fazer este vídeo.
O simples facto de não optimizar um artigo, pode significar a diferença entre ter 10 visitas por mês ao seu blog ou site devido a esse artigo, ou de ter 300 visitas, ou mais.

Este vídeo ajuda a desmistificar o significado da optimização de artigos, uma vez que, há muitas pessoas que escrevem artigos para o seu blog ou site, e sentem alguma dificuldade quando chegar a hora de optimizar esse conteúdo.

E já que se fala tanto de SEO ou optimização para os motores de busca, é importante perceber que não basta implementar os passos fundamentais da optimização on-page e optimização off-page, pois o processo não termina aí.
E, diga-se, não é um processo complicado, de todo!

Veja este vídeo, onde eu utilizo um caso prático aqui do Web Marketing e que estou certo que o irá a judar a compreender melhor a diferença entre optimização de artigos (da forma que eu considero correcta) e seus benefícios e não optimização ou a até a colocação aleatória de palavras-chave (keyword stuffing).

(Devido ao YouTube não permitir o upload de vídeos de duração superior a 10 minutos, dividi o vídeo em 2 partes)


Espero que tenha gostado dos vídeos, mas acima de tudo do seu conteúdo!

Deixe o seu comentário, que é sempre importante também para partilhar com os outros leitores!

Onde Clicam Os Utilizadores No Seu Site? – Vídeo

Saber onde os utilizadores do seu site clicam no seu site é uma informação que pode fazer muita diferença. De tal forma que, poderá permitir-lhe entre várias coisas, perceber como o seu site é “usado” pelos seu visitantes.

Quando o site é nosso, quer queiramos quer não, a nossa visão nunca será a mesma que a de um terceiro alheio ao site, pois está compromotida por isso mesmo, o site é nosso.

E quando o site é nosso, mesmo que algo não esteja muito bem, para nós parece sempre (ou quase sempre) que está. Por este motivo é que, como eu já disse aqui no Web Marketing, por vezes temos de nos distanciar para recuperar uma visão mais clara e objectiva, ou também podemos pedir a opinião de terceiros que não têm ligação ao projecto, para nos darem a sua opinião e ajudar a identificar possíveis problemas, falhas ou obstáculos.

É apenas natural que elas existam. Por este motivos, se conseguirmos ver onde e com que frequência os utilizadores do nosso site ou blog clicam, é um excelente indicador para nos ajudar a perceber o que está bem e o que está menos bem em termos de usabilidade, navegação ou colocação de publicidade, de forma a podermos melhorar o que for necessário e, com isso, ter melhores resultados.

Por este motivo, resolvi fazer um curto vídeo, onde lhe mostro, como consegue ver onde os utilizadores/visitantes do seu site clicam e com que frequência, utilizando para isso uma opção da ferramenta gratuita Google Analytics.

O vídeo é muito curto e “to the point”, pois a minha intenção era apenas demonstrar como pode ter acesso a esta informação de forma fácil e rápida.

(os assinantes do blog têm de clicar no link para poderem ver o vídeo, já que não é possível mandá-lo por email 🙂 )

Espero que goste do vídeo, e, já agora, deixe o seu comentário!

O Barato Sai Caro!

Esta é uma expressão muito conhecida, e todos ou quase todos certamente já a ouviram em algum momento.

O Barato sai Caro“, quer dizer exactamente isso, que muitas vezes, aquilo que a primeira vista é mais barato, acaba por sair caro, ou porque se avaria com facilidade, porque não nos dá os resultados que estávamos a espera, ou porque temos de comprar mais quantidade para que faça o efeito esperado, enfim, no fim das contas, a realidade é que acabamos por gastar mais dinheiro, do que se comprarmos logo algo que aparentemente é mais caro mas terá mais qualidade.

barato

Não sei se já você reparou, mas é curioso como, na internet existe uma procura intensa por coisas grátis, seja produtos, serviços, software, etc.

Provavelmente algumas pessoas que forem ler este artigo, estão também incluídos no grupo de pessoas que procura coisas grátis na internet. E se for esso o caso, seria interessante lerem este artigo até ao fim.

É importante perceber que, o preço e a qualidade estão muitas vezes interligados, isto é, muito embora não seja sempre assim, muitas vezes o preço mais alto é reflexo de melhor qualidade. Repare que eu disse, que não é sempre assim.

No entanto, é um facto sobejamente assumido que a internet veio disponibilizar muitos produtos e serviços a preços mais competitivos. Chame-se fruto da globalização ou efeitos da evolução das comunicações, o facto é que hoje é possível obter tudo ou quase tudo a partir da internet.

Isto não quer dizer que, não hajam pessoas “do outro lado” a providenciar esses produtos ou serviços. Claro que muitas vezes são processos que são automatizados para que se consigam comercializar a baixo custo, e com isso ganhar clientes e mercado. Mas, onde quer que seja, existirá sempre alguém por trás desse automatismo.

Agora, sinceramente, você que é ambicioso e quer naturalmente atingir certos patamares de sucesso, incluindo financeiro, acha que essas tais pessoas que estão do outro lado, trabalham apenas por gosto? ou, como se costuma dizer, trabalham para aquecer?

Não terão essas pessoas também direito a serem remuneradas pelo trabalho que fazem? especialmente se for um trabalho de qualidade?

Eu acredito que sim, e é minha prática comum, pagar para utilizar algo que tem qualidade e que me dá os resultados que eu espero. No entanto, fico, não digo pasmado porque isso talvez seja demais, mas diria algo admirado, quando vejo que as pessoas esperam que as outras trabalhem de graça para elas, sabe-se lá porquê…

Não sei sinceramente o que estas pessoas pensam, ou o que lhes vai na cabeça, quando pedem ou encomendam um produto ou serviço e lhes é pedido dinheiro em troca. Esta é a lei mais básica da economia, e na qual assenta a economia mundial.

Será que estas pessoas trabalham de graça? Se não, então porque é que esperam que os outros o façam?

Custa-me um pouco a compreender porque é que têm este comportamento, e mais ainda quando levado a extremos.

Mas ao pensar melhor neste assunto, cheguei a uma conclusão. É que, essas pessoas não sabem o que perdem e o que deixam de fazer, só porque fazem questão de não comprar nada ou não pagar por nenhum produto ou serviço.

Na realidade, elas não sabem sequer ao que se estão a privar, e muito possivelmente às vantagens que poderiam vir a tirar se soubessem analisar melhor as suas opções, sem que o grátis fosse uma condição obrigatória para fazer alguma coisa.

No que respeita à minha experiência, eu tanto utilizo serviços gratuitos, como serviços pagos, desde que sirvam e cumpram com os meus objectivos, e cada vez mais me convenço que, salvo alguns casos em que não justifica o investimento, ou porque existe um serviço que me satisfaz em pleno, ou porque não é algo que eu necessite mesmo, pagar por um serviço, tem-me trazido muitas vantagens e excelentes resultados, não só quantitativos, mas também qualitativos.

Muitas vezes estamos a falar de valores que não cobrem o que se gasta numa noite de folia com os amigos, numa jantarada, ou num fim de semana, e são na realidade investimentos, e não gastos como são estes exemplos. E acreditem, (agora não, mas) noutros tempos, eu já gastei muito dinheiro em jantaradas, fins de semana e noitadas com os amigos.

Para terminar, gostava de deixar as seguintes conclusões (minhas, claro):

  • não por algo ser “o mais caro” que é “o melhor”
  • não é por algo ser grátis que com isso se consegue os mesmos resultados que com algo pago
  • muitas vezes gasta-se muito dinheiro “mal gasto”, e não se dispende de uns trocos para pagar um produto ou serviço, porque se acha que deveria de ser gratuito
  • uma pessoa ou uma empresa não deve limitar as suas capacidades, os seus projectos e os seus resultados à utilização de “coisas” gratuitas, pois tenderá a arrepender-se mais tarde
  • saber analisar bem as situações, os seus benefícios e inconvenientes, pode significar uma decisão fundamental no caminho para o sucesso. Seja em que área for.

A minha opinião é formada na minha experiência pessoal e na de outras pessoas que partilharam as suas experiências comigo. E você, qual é a sua opinião?

Fórum Como Ganhar Muito Dinheiro

Embora este não seja o “típico” artigo do blog, hoje vou falar sobre um recurso interessante para quem está interessado ganhar dinheiro na internet.

Embora numa vertente mais particular, o ganhar dinheiro na internet (MMO ou Make Money Online) não deixa de ser uma opção a considerar para aumentar os seus recursos financeiros.

cgmd

Apresento-lhe a comunidade Como Ganhar Muito Dinheiro ou CGMD!

O CGMD que foi constituído em Maio de 2009, baseia a sua essência num fórum, onde se trocam experiências e conhecimentos sobre os vários métodos que podem ser utilizados para este fim, ganhar dinheir na internet. Nomeadamente:

-Programas Paid To (PTC/PTR/PTP,etc..)

-Rentabilizaçao de Blogues/sites

-Web design e Freelancing

-Compra e venda de domínios

-HYIPs – Investimentos de Alto Risco

-Mercado FOREX

-Apostas Desportivas

-Outros negócios

Da visita que fiz ao CGMD, reparei que conta já com mais de 32.000 mensagens e destaco que gostei bastante do laytout e legibilidade do fórum. Achei também que estava muito bem organizado e separado por tópicos, o que facilita não só a leitura, mas também a navegação.

O CGMD tem também alguns sorteios que são efectuados entre os membros, o que contribui para uma maior animação e interacção entre os membros da comunidade:

– Membro do mes (10€)

– Acerta em Cheio – Basta escolher 1 número de 1 a 49 e habilitar-se a ganhar 1€ todas as semanas.

Se estiver interessado em aumentar os seus ganhos online, faça uma visita do CGMD!