Como Aumentar a Taxa de Conversão Dos Seus Visitantes Em Clientes

Quando se cria um site, existe sempre um objetivo, e esse objetivo deve condicionar a forma como o site é apresentado ao utilizador e a forma como este funciona. Este aspecto é fundamental tanto para sites novos como para sites já construídos.

O interesse principal deverá ser maximizar o potencial de conversão desse site, afim de conseguirmos mais assinantes, vendas, clientes, fãs, seguidores, enfim, o que quer que seja o objetivo do site em questão.

Por isso, há que ter atenção vários aspetos relacionados com o design e usabilidade, estrutura e conteúdos. Mas tudo deve ser feito e pensado com o objectivo principal em mente.

Se o objectivo é converter os visitantes em assinantes, então assinar o blog deverá ser, não só, uma tarefa fácil de realizar, como deverá estar bem acessível em qualquer página do site, ou pelo menos nas páginas principais. Leia este artigo sobre o Marketing Funnel.

A acessibilidade e a facilidade de realização da tarefa (que é o seu objectivo) para os seus visitantes, é absolutamente determinante para que a conversão seja maior ou menor.

Se reparar bem, se você tiver 2 caminhos à sua frente que vão dar ao mesmo destino, o seu cérebro, instintivamente, irá optar pelo caminho mais fácil e com menos obstáculos. Esta é uma reação natural e instintiva, não é uma decisão pensada ou ponderada. O nosso cérebro funciona assim mesmo.

A teoria não é minha, mas experimente fazer a experiência e verá se eu tenho ou não razão!

O mesmo acontece em outras situações, como por exemplo, na utilização de websites para conseguir algo. Se o seu objetivo for converter visitantes em subscritores, quanto mais acessível e fácil você tornar o processo de subscrição, maior será a probabilidade de conseguir converter os seus visitantes.

Por isso, é importante que:

1. Defina bem qual é o seu objectivo

(havendo vários, qual o principal)

2. Atue em conformidade

Tendo o objectivo bem claro e definido, a sua principal preocupação deverá ser; eliminar todas as possíveis barreiras que os seu visitantes possam encontrar no caminho para a conversão, que será a realização do seu objectivo.

Torne a forma do visitante de lá chegar o mais fácil possível, e o respetivo processo, o mais rápido e fácil também.

Quantas mais dificuldades o seu visitante tiver para conseguir fazer alguma coisa, menor será a probabilidade dele o fazer, assim como maior será a probabilidade dele desistir a meio do processo.

Um dos exemplos práticos desta teoria, é o processo de subscrição da newsletter do Web Marketing.

Como sabem, eu utilizo a Aweber como ferramenta de email marketing para gerir a newsletter do blog, bem como todas as comunicações por email com os assinantes.

Numa primeira fase, eu utilizava a opção single optin, que significa que bastava o visitante inserir o nome e email, e já estava inscrito. Isso valeu-me um bom crescimento de inscrições no primeiro ano do blog. No entanto, e porque há pessoas que se inscrevem e depois se esquecem que o fizeram, começaram a aparecer algumas reclamações de – pasmem-se – spam!

Ora, spam é algo que eu nunca fiz, nem faço (e sou 100% contra), mas como é fácil as pessoas reportarem spam através da Aweber (bem como de outros serviços) pois basta-lhes clicarem num botão, e como o volume de assinantes continuou a crescer para valores cada vez maiores, eu decidi, alterar o processo para o double-optin, que requer que o assinante, verifique o seu email, clicando num link que lhe é enviado por email para a sua caixa de correio.

O que eu fiz aqui, teve impacto no volume de assinaturas que o blog tem, pois passaram a ser um pouco menos as assinaturas concluídas e a haver muitas não concluídas ou que as pessoas não verificaram o seu email. Eu consigo saber isso, pois no dashboard da minha conta da Aweber, é possível visualizar essa informação.

No entanto, as queixas das pessoas que sofrem de amnésia, diminuíram. :) Também implementei outras medidas, mas o facto é que tornei um processo simples num processo um pouco menos simples, que é exatamente o contrário do que estou a dizer neste artigo. No entanto aqui, foi por motivos de força maior.

No entanto, prova a minha teoria, só que ao contrário: quanto mais complicado, menos conversões!

Não havendo uma necessidade como a que eu tive neste caso, ou como eu lhe chamo “o problema da amnésia”, eu voltaria a simplificar o processo sem pestanejar, e as assinaturas do blog passariam para algo tipo o dobro do que são agora, ou mais. Digo isto, sem qualquer exagero.

Conclusão

Este exemplo, embora resumido, é um excelente exemplo prático de como o que disse atrás realmente funciona!

Os melhores conselhos que lhe posso dar, são estes:

1. Definir bem qual é o ou os objetivos principais do seu site

2. Implementar um site fácil de usar em função do(s) seu(s) objetivo(s)

3. Simplificar ao máximo o processo de compra ou subscrição, consoante o seu caso, e verá os resultados melhorarem consideravelmente

Faça a experiência e veja por si mesmo, até que ponto consegue melhorar os seus resultados!


  • Olá Joao.

    Como sempre, brinda-nos com excelente artigo!
    Vou agora mesmo ler o artigo “Design VS Usabilidade – Video Case Study” para ver se melhoro algo em meu site!

    Aproveitando…
    em relação à sua observação, muito bem feita por sinal, quanto a posição dos botões para subscrição no alto a esquerda do Duniverso, acho que não entendi direito, rs.
    Para mim elas aparecem todas na mesma linha, tanto em casa como aqui no serviço, em três navegadores testados, sendo, Chrome, Mozzila e IE 7 e 8.
    Será que é o navegador?

    Mais uma vez obrigado, e grande abraço!

  • Oi Tomé,
    Obrigado pelo comentário!

    Quanto à outra questão, eu vejo assim no Mozila 3.6.3, tal como pode ver neste screenshot:
    http://screencast.com/t/P3mYybUy4a

    Obrigado eu amigo!
    Abraço,
    JR

  • Olá Joao,

    Muito pertinente e prático seu artigo, parabéns!

    Eu fiz exatamente o que você sugeriu: facilitei a assinatura do feed/rss do blog, e o número de assinantes aumentou, mas não consideravelmente. Acredito que seja devido ao assunto principal do blog – opinião.

    Um abraço.

  • Olá Iúri,
    Obrigado pelo comentário!
    Existem muitos fatores que podem condicionar o maior ou menor aumento.
    Aumentar, aumenta, mas pode ser necessário testar vários ajustes para ver o que no seu caso em particular, resulta melhor.

    No entanto, é ponto assente que resulta :) Isso já é meio caminho para melhorar os resultados. Depois, é testar vários ajustes para ver o que melhor se adapta a cada caso.
    Abraço,
    JR

  • Oi Joao.

    Realmente neste screenshot o botão do Facebook está na linha de baixo.
    O que será que devo fazer, para mim aqui aparecem todos na mesma linha?!?! rs
    Veja neste link:
    http://screencast.com/t/yR5xymweCD

    A propósito gostei muito desse Jing Screenshot, rs!

    Abração!

  • :) Oi Tomé!
    O que acontece comigo, deverá acontecer com outros utilizadores.
    No seu lugar, o que eu faria, seria reduzir um pouco o tamanho das imagens para que seja qual fosse a circunstância, elas ficassem sempre alinhadas na primeira linha.

    O Jing é um espetáculo!
    Já uso há alguns anos e não deixo de usar. Dá muito jeito mesmo!
    (Já escrevi um artigo aqui no blog sobre isso)
    Abraço,
    JR

  • Boas dicas. Nosso objectivo é captar assinantes e vem dando certo.

  • Obrigado pelo comentário.

  • Oi Joao!

    Só agora consegui localizar este artigo novamente (rsrs).
    Seu aviso para novos comentários por e-mail está funcionando?
    Parece que não amigo!
    Bem, quanto a sugestão, vou fazer isto na primeira oportunidade.
    Obrigado pelo retorno!

    Um abraço!

  • Oi Joao!

    Só agora consegui localizar este artigo novamente (rsrs).
    Seu aviso para novos comentários por e-mail está funcionando?
    Parece que não amigo!
    Bem, quanto a sugestão, vou fazer isto na primeira oportunidade.
    Obrigado pelo retorno!

    Um abraço!

  • Oi Tomé,
    Não tem de agradecer.
    Entretanto, não percebi a sua pergunta…
    Abraço!