10 Regras de Etiqueta nas Redes Sociais

Se no mundo real existem regras de conduta e bom senso que se aplicam à vida em sociedade, também no contexto online das redes sociais poderá identificar algumas delas, que naturalmente deverão ser seguidas e respeitadas.

É assim importante que, enquanto utilizador das redes sociais, tenha presente algumas dessas regras de etiqueta “sociais”.

etiqueta redes sociais

Deixo-lhe então aqui 10 regras de etiqueta não deverá descurar na sua presença online.

10 Regras de Etiqueta nas Redes Sociais

  1. Evite inundar a sua rede com posts a todo o instante. Por vezes demasiada informação tem o mesmo efeito que nenhuma informação. Evite o “oversharing”, ou seja, o excesso de pensamentos, pontos de vista, acções e factos irrelevantes do seu dia-a-dia. O excessivo débito de conteúdos sem qualquer critério, pode tornar-se aborrecido.
  2. Respeite o status dos chats de conversação. Se alguém está indisponível é porque, por algum motivo, não pode falar.
  3. Evite comentários preconceituosos e/ou agressivos. Lembre-se que um pequeno comentário poderá ter um impacto muito grande em quem o lê. Além disso fica escrito e visível por tempo indeterminado. Descontextualizado poderá dar uma imagem errada de si.
  4. Evite publicações de conteúdos inapropriados, como imagens ou vídeos de tortura, abusos, violência ou pornografia. Se tem dúvidas que possa causar constrangimento ou chocar alguém, então não publique.
  5. Não escreva mensagens em letra maiúscula. Vai dar a entender que está a gritar ou num registo agressivo.
  6. Tente utilizar uma linguagem agradável e evite os erros ortográficos. A forma como transmite a mensagem pode superar em atenção o conteúdo da mesma.
  7. Evite o envio constante de jogos e aplicativos. Receber as atualizações automáticas sobre os seus jogos ou passatempos, já será mais do que suficiente para os seus familiares e amigos.
  8. Evite fazer divulgações identificando pessoas nas fotos ou comentários. Pode não ser agradável alguém ter uma foto agregada ao seu perfil que não queira partilhar. Muito menos se começar a receber notificações por cada comentário colocado.
  9. Peça permissão antes de adicionar alguém a um grupo. É importante certificar-se que essa ação não causa constrangimentos. Pertencer a um grupo pode ser uma coisa simples e inocente, mas também poderá associar a algum ideal social ou politico, por exemplo.
  10. Evite tomar o lugar da imprensa. Lembre-se que todos podemos ser amigos ou fãs dos meios de comunicação e das celebridades. Reproduzir notícias de jornais ou revistas a toda a hora ou “retweetar” o que uma celebridade faz a cada minuto pode ser desinteressante e cansativo.

Conclusão

Naturalmente haverá muitas mais, mas nem todas consensuais, afinal também assim é no “mundo real”.

Cada vez passamos mais tempo junto das redes sociais e, no fundo, a ideia base será também aqui, gerirmos emoções e comportamentos, ajustando-nos aquilo que é aceitável dentro do contexto online.

GOSTOU DESTE CONTEÚDO?
ASSINE GRATUITAMENTE E RECEBA TODOS DICAS NO SEU EMAIL!

A sua privacidade é garantida a 100%!