Como Utilizar Correctamente as Keywords no seu SEO – 8 Dicas

Os motores de busca analisam as keywords de forma diferente consoante a sua utilização, por isso é determinante a forma como você as usa no seu processo de SEO do seu site.

A utilização correcta de keywords não lhe garantem automaticamente os melhores rankings nos motores de busca, mas a sua importância e influência nesses rankings é fundamental.

Cada página do seu site ou artigo do seu blog, deve estar optimizado apenas para 3 a 5 keywords, e partindo do pressuposto que elas estão relacionadas entre si. Isto é, devem dizer respeito ao mesmo tema e terem significados idênticos ou intimamente relacionados.

Por outras palavras, você pode dizer a mesma coisa de formas diferentes.

usar keywords

Este aspecto é particularmente importante, pois nunca nos devemos esquecer que os textos vão ser lidos por pessoas, e não apenas por máquinas e algoritmos.

Se tiver apenas em mente os motores de busca quando escreve os conteúdos do seu site ou blog, vai sofrer com o abandono prematuro dos visitantes humanos que calharem de ver esse conteúdo, pois o texto vai perder todo o sentido, quando lido por uma pessoa.

Assim, e para tentar concretizar melhor o que quero dizer, deixo-lhe algumas dicas que pode utilizar para melhorar o processo de optimização dos seus conteúdos:

1 – Título da Página
Deve aproveitar o título da página para colocar a keyword para a qual pretende optimizar a mesma.
Exemplo: Se quer optimizar uma página para “Produtos de Emagrecimento”, não lhe dê um título sem nexo ou pouca afinidade com a keyword, tipo: “Produtos”.

2 – Heading Tags – H1 a H6
As heading tags, que são definidas em HTML, servem para dar mais ênfase ou destaque a um determinado texto. Pode utilizá-las para títulos, sub-títulos, etc.
Com isso, deve aproveitar o uso destas tags para colocar a sua keyword e dar-lhe mais destaque para os leitores e para os motores de busca.

3 – Bold
A utilização do Bold nos textos, ajuda não só a dar destaque a determinada palavra ou expressão, mas também atribui maior importância a essa expressão aos olhos dos motores de busca.

4 – As propriedades ALT e Descrição das Imagens
Este ponto também é muito importante para identificar o seu conteúdo e relacionado com o conteúdo da própria página. Deve aproveitar estes campos para utilizar correctamente a sua keyword ou uma keyword relacionada.

5 – Links Internos
Se tem uma página no seu site ou blog que trata de determinado assunto, utilize a keyword relacionada para colocar o link para ela.
Evite usar expressões como “Clique aqui” quando pode e deve colocar a keyword no próprio link.

6 – Primeiras palavras do conteúdo
As primeiras palavras do conteúdo de uma página devem reflectir o seu conteúdo e/ou contexto.
Não é obrigatório, mas ajuda.

7 – Estrutura do Site/Blog
Muitos templates de blogs e sites tendem a colocar no código, em termos de ordenação a barra lateral primeiro, o que vai fazer com que quando os motores de busca vão “ler” essa página vão encontrar primeiro o código da barra lateral e respectivos conteúdos e só depois o conteúdo da própria página, fazendo com que este perca relevância.

8 – Densidade de Utilização da Keyword
Ao longo do conteúdo da sua página ou artigo, deve fazer uma utilização correcta da sua keyword.

Quando digo correcta, quero dizer que a sua presença deve ser significativa, mas não abusiva.

Utilizar a mesma keyword 5 ou mais vezes num texto com menos de 250 palavras, parece-me bastante abusivo, e acreditem que já vi sites assim…

É necessário que tenha em mente, não apenas se o texto faz sentido para quem o vai ler, como se ele está devidamente optimizado, repetindo a keyword de uma forma correcta e não abusiva, de forma a não retirar o sentido ao texto.

  • Pingback: Links 22/11/09. | WebVicio.com()

  • Bruno

    Excelente artigo mas fiquei a “teimar” com a expressão bold(eu penso que seja negrito) o que é?

  • Olá Bruno e bem-vindo ao WMPT!

    Sim, é negrito. Mea culpa!
    A verdade é que passo tanto tempo a ler e escrever em inglês que há expressões que acabo por “adoptar”…

  • Olá João,

    Muito bom este artigo, que trata de um assunto que reconheço a importância.

    Mas ainda me encontro naquela fase em que, sei que devo fazer, mas no momento de escrever, esqueço tudo para pensar só na história que estou a contar.

    Mas a tendência é para melhorar.

    Um abraço.

  • Olá João!
    Uma dúvida: achas mesmo que utilizar bold ajuda?
    Eu sei que devemos sempre estar otimizando, que não adianta otimizar uma vez e depois deixar lá esquecido, mas, de quanto em quanto tempo devemos otimizar artigos? Quanto tempo depois de publicados podemos re-otimizá-los? O que entra na re-otimização? Devemos trocar títulos e conteúdo, ou se refere apenas a descrição e keywords? O Google gosta que fiquemos alterando os artigos antigos?
    Obrigada!

  • @ José,
    E deve concentrar-se na história mesmo, mas depois de a escrever, olhe para ela e pense:
    “O que é que poderei fazer para optimizar este artigo ou esta página, de forma a aumentar a relação entre o conteúdo e as keywords em questão?”

    @ Sandra,
    Eu creio que o bold pode ajudar, mas ao mesmo tempo acredito que o seu contributo não é determinante. No entanto, é mais um factor a ajudar.
    Eu não diria que se deve optimizar os artigos já publicados, a não ser que se justifique. E a justificar-se seria por eles não estarem nada optimizados mesmo. Caso contrário não vejo necessidade disso.

    Abraço,
    JR

  • Ah, porque eu li em algum lugar que temos que otimizar os artigos antigos, mas tem razão, se temos que otimizar é porque não estava otimizado. Eu mesma mês passado revi artigo por artigo do meu blog colocando links entre eles, normalmente os mais antigos não tinham links, eu não acompanhei se alterou alguma coisa nos resultados das pesquisas, mas o número de páginas vistas aumentou e muito, e consequentemente o tempo de permanência no site também!
    Mas então quando falam de otimizar sempre querem dizer que a cada novo artigo devemos fazer a otimização, e não então os antigos ?
    Obrigada!

  • Exacto Sandra concordo com o João. Só optimizar textos antigos caso eles não estejam em nada optimizados. Mas nesse caso a optimização não deve ser completo. Num texto antigo colocar palavras chave a negrito não valerá de muito. Já alterar por exemplo a descrição pode ser muito benéfica.

  • Há algum tempo fiz uns testes, não deu certo, minha posição nas pesquisas para o artigo que tentei otimizar caiu…
    Sei lá… É tudo meio esotérico…. rs…
    Um abraço!

  • @ Nelson,
    Excelente exemplo!

    @ Sandra,
    Sei lá… É tudo meio esotérico… :)

    Eu não diria esotérico, mas a verdade é que existem muitos factores que nós não conseguimos controlar.
    O que importa, é trabalhar naqueles que conseguimos!

    No caso que você falou da colocação de links em artigos mais antigos, essa é uma prática muito boa, mas você ao fazer isso não está a optimizar esses artigos, mas sim os outros para os quais está a “linkar”.

    Abraço,
    JR

  • Bruno

    “Há algum tempo fiz uns testes, não deu certo, minha posição nas pesquisas para o artigo que tentei optimizar caiu…”

    Existe muitos factores, possivelmente colocou em directórios de artigos com pr 0, deve ter feito algo “mal” porque normalmente eles sobem nos resultados e não descem…

  • Sandra também pode ter sido o caso de teres optimizado para outras palavras chave com mais concorrência e daí a descida. Mas também é normal que ao fazeres isso desças alguns lugares porque o Google te vê como nova e com o tempo é que te vai subindo alguns lugares.

  • Ah, pode ter sido isso sim…
    Vou até dar uma olhada para ver se agora, que faz mais tempo não tenha melhorado!
    Um abraço!

  • Oi João!
    Não tinha visto a sua resposta! São tantos comentários!! Rs…
    Sim, eu sei que otimizo aqueles que estou a linkar, mas linkei todos, com pelo menos um link em um outro artigo, para deixar tudo interligado mesmo, isso ajuda aos leitores a encontrar conteúdo relacionado. E nos primeiros artigos não temos a quem linkar. E eu não tenho muito o costume de entrar nos antigos e linkar para os novos frequentemente, mas fiz isso e gostei do resultado.
    E quanto a ser esotérico, rs, a informática é uma ciência esotérica. :-)
    Um abraço!

  • @ Sandra,
    Como o Nelson disse, pode ter sido algo relacionado com as keywords escolhidas.
    Também me parece a possibilidade mais credível.

    Abraço,
    JR

  • Com certeza foi isso, pois fui ver agora que já faz bastante tempo, e as posições cairam mais ainda!
    O que indicam nesse caso? Que volte ao que era antes?
    Um abraço!

  • Bruno

    É muito relativo dar-lhe uma “solucao” pois não sabemos verdadeiramente qual foi o artigo,keywords,etc…

    Mas se registar seus artigos em directórios com um page rank bem definido e elevado não terá problema algum…

  • Sandra podes voltar ao antigo mas porque não tentar optimizar mais a página.
    Por exemplo quando criares um novo texto criares um link para essa página.
    Pode ser que assim aos poucos vás subindo.

  • Olá

    Pôr links para outros artigos também nunca usei essa técnica. Mas dá com certeza bom resultado. Pelo menos é um modo de reter por mais algum tempo a visita.

    As palavras-chave é onde tenho mais dificuldade mas vou experimentar.

    Abraço.

  • Sim José assim os visitantes ficam mais tempo no teu blog.

  • Bruno

    Colocar links para outros artigos contribuem para o visitante ler mais artigos e ficar mais tempo no site e também para a sua linkagem interna, é só vantagens 😀

  • @ José,
    E se utilizar as palavras chave nos links, melhor ainda.
    Isto é, se um artigo é sobre futebol, deve colocar o link para esse artigo com o termo “futebol” no texto que tem a hiperligação.

    Abraço,
    JR

  • Olá!
    A idéia dos links é boa, mês passado fiz isso em todos os meus artigos, interliguei-os todos, além de ficar mais fácil para quem está lendo, também contribui para baixar a bounce rate e agora, como disse, para melhorar o posicionamento dos artigos linkados;
    Um abraço!

  • Olá a todos,

    Quando acabar este Concurso (se eu não desistir antes)vou ver o que posso linkar internamente no meu blog

  • José desistir do concurso?
    Porque?

  • Por que desistir José!?
    Está tão emocionante! E estamos quase na reta final!

  • Bruno

    Espero que não seja pelo meu comentário acerca de duplos comentários/posts.

    Eu não vou deixar de comentar este blogue ao fim do concurso, apenas de dia 23 a 26 é que vou estar de ferias(Natal) e sem acesso á Internet 😀

  • Bruno pois o objectivo é esse é continuarmos a comentar no blog não ser só agora por causa do concurso.

  • Eu também gostava que continuassem, pois acho que a troca de conhecimentos e experiências é muito enriquecedor até para quem não esta a participar no passatempo, mas vai ler mais tarde!

    Abraço,
    JR

  • Com certeza João!
    Eu aprendi muito com essas discussões!
    Realmente está valendo a pena, não só pelo concurso, mas poder falar diretamente com quem entende do assunto é muito compensador.
    Um abraço!

  • Olá todos,

    Vou fazer todo o possível para não disistir. Mas vai ser dificil conciliar o que tenho para fazer antes do Natal, com continuar no concurso.

    Eu vou passar pelo menos 1 mês na Ilha da Madeira. Há sempre muita coisa que tenho que concluir antes de ir. Mas tenho mesmo que ir. A minha mulher precisa muito de descansar. Também tenho que levar a minha mãe para a casa do meu irmão.

    Peço desculpa de vos maçar com os meus problemas. Concerteza vou conseguir chegar ao fim deste agradável convívio e aprender mais algumas coisas.

    Um abraço.

  • Espero que sim José.
    A ideia é essa. E depois do passatempo é para continuar :)

    Abraço,
    JR

  • Com certeza José!
    Mesmo que não consiga nesses últimos dias, depois deve continuar a acompanhar, afinal, agora que os leitores daqui já estão se acostumando a discutir nos comentários, não devemos parar de jeito nenhum. Não sabe o quanto de proveito estou tirando disso tudo, desde novas visões de certas coisas até muitas idéias para posts em meu blog!
    E que xique que vai para a Ilha da Madeira! Quem me dera um dia poder dizer o mesmo! Eu não, ficarei aqui trabalhando, estou atolada em trabalho!
    Um abraço!

  • Eu vou continuar visitando e comentando aqui no blog, que eu só conheci agora.

    Gosto de ler os artigos interessantes que encontro, mas não tinha por hábito fazer comentários. Parece-me que depois deste concurso alguma coisa vai mudar nesse aspecto.

    Estou tentando resolver as coisas, vamos ver se consigo não desistir.

    Sandra: A Ilha da Madeira é muito bonita e bastante tranquila, é óptima para descansar. Eu tenho lá família e portanto também não me fica caro passar férias lá. Recomendo.

    Abraço.

  • Olá José!
    Depois que eu comecei a blogar tenho cada vez mais vontade de conhecer Portugal! Deve ser linda a ilha mesmo! Aproveite e renove os ânimos!
    Que bom que mudou de opinião a respeito de fazer comentários, é bom para você, para seu blog, para o blog que está comentando e para os leitores de ambos.
    Vale a pena!
    Um abraço!

  • Bruno

    Eu também não costumo comentar só quando noto que existe alguma interacção entre o dono do site e os leitores senão estou a comentar para o “boneco”

    Eu nunca fui á ilha da Madeira mas só me dão boas referencias 😀

  • Eu não, comento sempre que posso.
    Deve ser linda mesmo. :-)

  • Eu já lá fui numa viagem da escola e também gostei.
    Tem locais muito bonitos sem dúvida. Visitei um jardim espectacular.

  • Para vocês que moram aí fica mais fácil, agora eu tenho que atravessar o oceano, aí complica…
    Mas vejam que saímos totalmente do assunto do artigo!! 😛
    abraços!

  • “Mas vejam que saímos totalmente do assunto do artigo!! :-P”

    Ás vezes também faz bem :)

  • It is always pleasure to read your content, will back here soon

  • Marco

    Gostei muito do arquivo, porém tenho algumas duvidas.

    Te darei um exemplo como se encontra no meu site hoje em dia.

    Apenas me diga se hà algo desaconselhável e se possivel me dê um exemplo de como melhor seria:

    Title : Passeios em Paris | Bateaux Parisiens

    Description : Combinando requinte e gastronomia, embarque a bordo de um restaurante todo transparente. Durante 2h, ao som de piano você desfrutará um excelente momento.

    keyswords : passeios em Paris, bateaux parisiens, gastronomia em Paris, passeio de barco em Paris, passeios em paris, motorista brasileiro, em paris,excursões em paris, guia brasileiro em paris,

    Agradeceria muito a sua ajuda, pois tem varios dias que venho procurando essa resposta.
    Obrigado

  • Olá Marco e bem-vindo ao WMPT!

    Desculpe o atraso na resposta mas estive ausente.
    Em relação à sua questão, de uma forma geral essa metas parecem-me bem. Eu faria apenas um pequeno ajuste na descrição iniciando com “Passeios em Paris” pois mesmo sem fazer nenhuma análise parece-me ser a expressão mais representativa do conteúdo do site.

    Espero ter ajudado!