Saiba como gerir o stress e como ser mais produtivo

O stress é algo com que estamos (infelizmente?) cada vez mais familiarizados.
É um facto que o ritmo de vida é, agora, bastante mais acelarado, fruto de vários factores sociais e não só.

Saber gerir o stress e utilizá-lo a seu favor é algo fundamental para obter os resultados que pretende, e, simultaneamente, manter a sua sanidade física e mental.

Pessoalmente, é isso que eu tento fazer, e é isso que aconselho que seja feito.
Os benefícios de uma boa organização, reflectem-se na qualidade dos seus trabalhos e no seu estado de espírito mesmo quando não está a trabalhar.

Por estes motivos, deixo-lhe algumas dicas para gerir melhor a pressão e o stress decorrentes do trabalho, que pode aplicar já hoje, e ir verificando os seus resultados.

gerir_stress2
1 – “Vou criar a minha secretária pessoal” – Use Notas com frequência

Sejam reminders, lembretes, alarmes, blocos de notas, ou outros, utilize um método que lhe possibilite anotar todas as ideias, compromissos,

tarefas, etc, de forma a não perdero sentido de orientação.
É muito importante, pois sem orientação, nada é concretizado com sucesso, e a ferramenta que escolher será a sua “secretária pessoal”.

2 – “Não paguei a conta da Internet…” Liste todas as tarefas, independente da sua natureza

Tome nota de tudo!
Sejam notas pessoais ou profissionais, anote tudo no instrumento que será a sua “secretária pessoal”
.
É preferível ter tudo concentrado no mesmo sítio, do que andar com “post-it’s” pendurados na carteira e papeis espalhados pela secretária, além de

que desta forma, consegue ter uma melhor visão e prespectiva dos seus compromissos.

3 – “É tudo para ontem!” – Atribua prioridades às tarefas

Saiba olhar para as tarefas e analisar o impacto e o grau de necessidade e urgência de cada uma.
Este passo, irá permitir-lhe dar prioridade às coisas que são, de facto, mais importantes,
e cujo impacto será maior.
Assim, minimiza o risco de perder tempo com tarefas desnecessárias e inúteis
.

4 – “Em 3 dias é impossivel!” – Crie e tente respeitar os prazos das tarefas

Após ter esclarecidas as prioridades, o passo seguintes é atribuir-lhes um prazo.
A tribuição de um prazo, nem que seja estimado, para as tarefas, dá-lhe a vantagem de poder ter uma visão de tempo. Do total do tempo disponível, tempo de trabalho, e, claro, tempo de lazer.

Tente cumprir esses prazos, mas tenha sempre em atenção, que devem ser prazos realistas. Não marque um prazo de 3 dias para uma tarefa que demora 2 semanas…

5 – “Olha… está a dar o Seinfeld…” – Concentre-se e mantenha-se concentrado

Se há coisas que não convivem muito bem juntas é trabalho e distração em simultâneo.
Desligue a televisão (se trabalha em casa ou num local que tenha uma), tente estipular horas específicas para ver o email, pois esta é outra grande distracção, assim como o Messenger ou programas similares.
Tudo isto são factores que podem fazer com o que o trabalho que faria em 2 horas, passe a fazê-lo em 4.

6 – “All work and no play, makes jack a dull boy!” – Guarde tempo para se desligar do trabalho

Como em tudo na vida, o que é demais, faz mal. E o trabalho não foge à regra.
É muito importante que mantenha uma vida social activa, seja com a família, amigos, namorada, etc.
Não só o distrai do trabalho, como dá-lhe a oportunidade de ver as coisas com maior clareza e objectividade.
Outra grande vantagem, é que, muitas vezes as próprias pessoas que o rodeiam, consciente ou inconscientemente, acabam por ajudá-lo a ter ideias novas ou abordagens diferentes às diversas situações que tem pela frente.

7 – “Já não vejo nada à frente…” – Durma bem e faça exercício

Dormir bem não é sinónimo de dormir muito.
Vários estudos já provaram que, basta dormir entre 6 a 9 horas por noite, para poder usufruir de toda a sua capacidade física e intelectual.
Desta forma poderá ter muito mais rendimento no trabalho.
O mesmo acontece, se fizer exercício. Está provado que é das melhores terapias que pode haver.
É claro que, se me derem a escolher, eu prefiro dormir 🙂 mas isso é o meu lado preguiçoso a falar mais alto. Na realidade, o que acaba por aconterer, é que, mesmo quando posso dormir mais, muito raramente durmo mais de 7 ou 8 horas.
De qualquer forma, nem que seja uma pequena corrida de 20 minutos, verá que se vai sentir muito melhor.

E você, qual é a sua técnica para gerir o stress?

Comments (21)
  1. Sandra-Info-Macross 11 Dezembro, 2009
  2. Joao Rodrigues 12 Dezembro, 2009
  3. Marcos Rocha 12 Dezembro, 2009
  4. Joao Rodrigues 12 Dezembro, 2009
  5. José 17 Dezembro, 2009
  6. Joao Rodrigues 17 Dezembro, 2009
  7. Sandra-Info-Macross 17 Dezembro, 2009
  8. José 17 Dezembro, 2009
  9. Joao Rodrigues 18 Dezembro, 2009
  10. Sandra-Info-Macross 19 Dezembro, 2009
  11. Bruno 19 Dezembro, 2009
  12. José 19 Dezembro, 2009
  13. Sandra-Info-Macross 19 Dezembro, 2009
  14. Nelson 19 Dezembro, 2009
  15. Bruno 19 Dezembro, 2009
  16. Nelson 19 Dezembro, 2009
  17. Bruno 19 Dezembro, 2009
  18. Nelson 19 Dezembro, 2009
  19. Sandra-Info-Macross 20 Dezembro, 2009
  20. Joao Rodrigues 20 Dezembro, 2009
  21. Sandra-Info-Macross 20 Dezembro, 2009