Datas de Extinção dos Jornais Em Papel Em Todo o Mundo

Fruto da evolução do mundo e da tecnologia que tem sido propulsionada pela utilização da internet, não é com muito espanto que vejo que os jornais em formato de papel têm os dias contados.

O que achei curioso e que partilho aqui neste artigo, é um estudo que foi realizado há pouco tempo e que estima o ano em que que os jornais no formato tradicional se irão extinguir em cada país, com Brasil e Portugal com resultados muito semelhantes.

Neste estudo desenvolvido pela Future Exploration Network, podemos ver que estimam que em 2027 e 2028, os jornais em papel irão desaparecer no Brasil e em Portugal, respetivamente.

(pode clicar na imagem para ver a imagem maior)

Nada de estranho em ver os EU na frente da lista, sendo os primeiros a extinguir os jornais em papel, pois muitos deles já hoje, estão a apostar na transferência das suas publicações para a internet, não obstante ainda mantenham a sua publicação em papel.

Podendo ter impactos negativos na indústria do papel, a natureza vai concerteza agradecer :)

Não vou fazer qualquer análise entre o que é melhor ou pior. Simplesmente, sempre pensei que fosse inevitável e apenas uma questão de tempo.

O mesmo penso em relação ao futuro da televisão. Penso que será invetitável a integração da televisão na internet (e vice-versa) algures no futuro.

Qual é a sua teoria para o futuro próximo?

  • Isso é importante para nós que trabalhamos com internet. Mostra que estamos no caminho certo. Somos pioneiros!

  • Sem dúvida Marcelo.
    A internet não volta mais atrás.
    Resta agora saber como se vão organizar as mudanças no futuro… e concerteza a internet irá ter um papel fundamental!

  • Olá Joao,

    Ainda sou meio conservador com a questão da leitura via computador/internet – acho muito mais agradável ler as coisas em papel, sejam livros, revistas ou jornais. Mas com certeza será um ganho fantástico para a natureza se o consumo de papel for reduzido drasticamente, com a eliminação do jornal em papel.

    Um abraço.

  • Oi Iúri,Eu sei o que você quer dizer. Eu também tenho mais facilidade de leitura em papel, principalmente se forem documentos mais longos. Mas há-de ser uma questão de hábito, e com o tempo também vão surgindo monitores maiores e melhores, o que pode facilitar um pouco a transição :)Abraço,JR

  • Olá Joao!
    A leitura em papel para mim é sempre agradável, principalmente se for um livro ou um texto maior, como voce mesmo disse. Sem contar que podemos escolher a posição para leitura. A percepção no papel é maior.
    Não sou contra o avanço de forma nenhuma, só acho que pelo menos os livros deveriam ser mantidos também em papel.
    A questão do meio-ambiente é mais complicada, pois lendo eletrônicamente estaremos também consumindo energia (mais usinas hidrelétricas, nucleares etc) seja das baterias dos IPads ou direto das tomadas para os micros. Sem contar o lixo eletrônico que só vai aumentar.
    O papel ainda dá para reciclar. No Brasil somos recordistas em reciclagem de papel.
    Resumindo, é uma questão difícil. Devemos retomar cada vez mais as discussões para tentarmos achar o melhor caminho!
    Muito bom seu artigo.
    Grande abraço!

  • Olá Tomé,

    Obrigado!
    Sim, eu também acho que para determinadas leituras, é mais confortável a leitura em papel.
    Por várias vezes, cheguei a imprimir pdf’s para ler fora do meu “workspace”.
    Quanto ao meio ambiente, também existe esse reverso da energia. parece-me até que a discussão está longe de ser concensual, mas talvez com o tempo se resolva.

    Abraço!
    JR

  • Parabéns pelo seu blog ,penso que é um trabalho de alto nível profissional,certamente deu-lhe
    muito trabalho mas também lhe deve dar muito orgulho!

  • Bem-vindo ao Web Marketing Francisco!Obrigado pelo comentário.Sim, deu (e continua a dar) muito trabalho, mas é algo que faço com muito gosto.Fica o convite para comentar à vontade e para assinar a newsletter do blog, e assim, sempre acompanha mais de perto as novidades!