Google Lança Instant Previews – Conheça os impactos!

O Google lançou o Instant Previews, uma nova funcionalidade que já está presente nas SERP’s (páginas de resultados de pesquisas) do Google, e que permite facilmente ao utilizador ter uma visualização da landing page (página de destino) dos vários resultados apenas passando o rato por cima de cada um.

O Instant Previews, vem relançar a importância de vários aspectos do design, mas não só, pois a relação entre a search query (termo de pesquisa) e o conteúdo da landing page também é de alguma forma classificada e apresentada como mais ou menos relevante.

O Que é o Instant Previews

Como disse atrás, é uma funcionalidade que permite a visualização da landing page dos resultados apresentados nas SERP’s do Google, quando é realizada uma pesquisa, permitindo desta forma ao utilizador aceder a outros elementos além dos já apresentados (título, url e descrição da página), como uma pré-visualização da página e u indicador de relevância entre o termo de pesquisa e a página de destino de cada resultado.

Como Funciona o Instant Previews

O Google coloca agora um ícone com uma lupa ao lado dos resultados apresentados na página de resultados, que ao ser clicada uma vez apenas, ativa a funcionalidade Instant Previews e a partir deste momento, ao passar o rato por cima dos vários resultados, ser-lhe-á possível visualizar um snapshot ou “fotografia” da landing page de cada um dos resultados.

O Instant Previews além da representação visual que apresenta da landing page, também qualifica a relevância entre o termo utilizado na pesquisa e o conteúdo da landing page, apresentando um excerto desse conteúdo, que, se estiver assinalado a laranja, significa que o Google considera haver uma relevância grande entre ambos.

Aspectos Importantes a Considerar Sobre o Instant Previews

  • Ao contrário do que se possa pensar numa primeira abordagem, o Instant Preview não reforça apenas a questão do design. A estrutura, layout e organização dos conteúdos nas páginas ganham aqui ainda mais relevância, pois poderão contribuir ou não para um incentivo ao clique. Torna-se portanto ainda mais importante agora, implementar uma boa organização e disposição dos conteúdos no layout de um site, de forma a que a visualização seja fácil e atraente.
  • Segundo o Google, esta funcionalidade não altera em nada o algoritmo que gera os resultados, pelo que, não melhora nem piora a sua posição nos resultados das pesquisas.
  • Evite usar interstitial ou pop-ups, pois estes podem ser captados na foto que tirada ao seu site e a imagem já não fica tão apelativa. Eu também utilizo aqui no blog um formulário que surge no blog que vou ter de ver como vou fazer.
  • Actualmente o Instant Previews ainda não exibe corretamente vídeos quando estes fazem parte do conteúdo das páginas de destino, mas aparentemente estão a trabalhar neste aspeto para que venha a ser suportado no futuro próximo.

Como utilizador do Google, acha que vai ter impacto na forma como os utilizadores clicam nos resultados?

Gostava de saber a sua opinião!

GOSTOU DESTE CONTEÚDO?
ASSINE GRATUITAMENTE E RECEBA TODOS DICAS NO SEU EMAIL!

A sua privacidade é garantida a 100%!
  • Boa tarde João. Obrigada por lançares aqui no blog uma primeira abordagem ao impacto do Instant Previews. Se até aqui a usabilidade/acessibilidade de um determinado site era um factor crucial de sucesso e muitas vezes, como exemplificas-te aqui, o design apelativo não deve/pode ser uma prioridade, gera-se uma novo desafio aos web designers nesta matéria. Sendo que já se sabe o impacto da imagem e conteúdo visual na conquista do cliente/utilizador de um determinado site/serviço, e considerando que à partida como referes não haverá uma alteração ao nivel do posicionamento dos resultados de pesquisa, o Google Previews pode ser uma excelente oportunidade para gerar um maior fluxo e por essa via um maior número de conversões. Quando a questão dos vídeos fôr ultrapassada então será fantástico. Parabéns pela abordagem.

  • Olá Carina, obrigado pelo comentário!
    De facto, a meu ver, a questão da usabilidade e organização da informação ganha aqui ainda mais importância.
    E como dizes e bem, o Intant Previews pode ser uma oportunidade para captar mais tráfego e mais negócio, com base numa boa e clean apresentação dos conteúdos!
    JR

  • O Instant Previews vai também modificar um pouco o comportamento do webmaster na otimização das páginas com relação a palavras chave, pois até então as ferramentas usadas principalmente eram: o Google trends, o Google insights e Ferramenta de palavras-cheve do Google. Vão continuar sendo usadas é claro, mas quero ver o que vai acontecer quando um webmaster procurar a palavra chave Celulares, por exêmplo, e na ferramente de palavras chave mostara como melhor, vamos dizer celulares samsung mas no Instant Previews ao digitar Celulares o primeiro temo a aparecer for celulares nokia por exêmplo.

    E aí!! qual seria a melhor das duas?

  • Eu percebo o que quer dizer, mas penso que voc~e se está a referir ao Google Instant e não ao Instant Previews.
    O Instant é a nova funcionalidade do google que para já, está disponível apenas para os EUA, e que é um “search while you type”, isto é, os resultados vão aparecendo enquando você escreve as palavras na caixa de pesquisa, mesmo sem ser preciso clicar no “procurar”.
    No exemplo que você deu, antes de chegar aí, temos que definir muito bem quais são as keywords para as quais vamos trabalhar a optimização.
    Veja uma coisa, a keyword celulares é muito genérica, de tal forma que, até pode ser usada por pessoas que não procurem celulares, mas sim acessórios ou notícias, ou outro tipo de informação.
    Quando se utiliza uma keyword como “celulares nokia”, também poderá acontecer a mesma coisa, mas já é uma pesquisa mais restrita que apenas “celulares”.
    Daí que, o que eu venho defendendo é que a utilização de keywords long tail tem cada vez mais importância em SEO, pois mais que considerar que uma keyword é melhor que outra para uma determinada pesquisa, é optimizar o site com base nas verdadeiras pesquisas que são efectuadas pelos utilizadores que estão à procura de algo que nós temos para oferecer.
    Não sei se me consegui explicar bem.

  • Realmente, eu estava confundindo com “Google Instant”.Agora tem uma coisa, acho que é extremamente importante descobrir o que o usuário digitaria. Por exemplo:Tenho uma loja online de afiliado do Mercado Livre e estava otimizando a palavra chave principal seguida da categoria como “Lojas online de celulares”, primeiro porque é menos genérica do que “Lojas de celulares” então mais fácil de posicionar bem, e porque é realmente o que o site é, uma loja online. Mas tem um problema, o usuários tendem a não usar a palavra “online”, mesmo quando buscam uma loja online. Então estou estudando a possibilidade de tentar otimizar “lojas de” ao invés de “lojas online de” mesmo sendo mais concorridada.No meu lugar você faria o que?

  • Bem, isso requer sempre uma análise mais cuidada, mas assim a frio, eu diria o seguinte:
    – dependendo da dimensão do mercado e da dimensão dos concorrentes (Pagerank, etc), pode ou não valer a pena otimizar para esse termo. Se a média de PR dos sites que estão na 1ª pa´gina do google para esse termo for superior a 4, eu diria que é muito difícil e vai demorar muito tempo até conseguir.
    – haverá outras keywords que pode obter com o google suggest que lhe darão uma melhor ideia de como os utilizadores pesquisam e que pode aproveitar para ver se descobre mais keywords com melhores possibilidades de obter bons rankings.

    Não é muito, mas o melhor é você analisar mais a fundo as keywords. Existem muitas vezes outras keywords além das óbvias que representam muito tráfego, e conversões.